Precisamos falar sobre a demo de Dragon Quest Builders

Não vou mentir e dizer que esse estilo de construção me agrada. Na realidade sou extremamente preconceituoso com Minecraft e nunca consegui jogar direito (confesso que tentei). Porém, no dia 27/09/2016 a minha amada Square Enix lançou a demo de Dragon Quest Builders.

Por mais que tenha um estilo que é alvo de meu preconceito, eu pensei. Oras, tem Square, tem RPG, é um Dragon Quest. Por que não dar uma oportunidade? Dito e feito, foi paixão a primeira vista! Mais precisamente a segunda vista (já havia visto o jogo na E3, mas não cheguei a joga-lo graças a meu tolo preconceito).

Aparentemente a Square conseguiu fazer um jogo “para mim”. Os controles funcionam muito bem, mesclaram elementos de RPG, o jogo tem uma história, ele te guia pelos objetivos e é uma gracinha! Certamente ele pega emprestado os elementos de Minecraft que é a construção e crafting, mas ele vai muito mais além com dezenas de melhorias e implementações.

Acredito que nunca tenhamos falado sobre nossa entrevista com o produtor do jogo durante a E3 2016, mas uma das perguntas foram: Como mesclar o tom de RPG desta famosa e antiga série (tanto quanto Final Fantasy) com esse “estilo infantil” tipo Minecraft. Na hora os produtores falaram que iriam utilizar de elementos não só de RPG, mas como da série. E posso afirmar que eles conseguiram refletir isso muito bem no gameplay como num ótimo e leve tom de humor durante o jogo.

Convido a todos para ficarem de olhos bem abertos para esse jogo e experimentar a demo gratuita e ter suas barreiras de preconceito derrubadas. E claro, não esqueçam de conferir nosso gameplay que fizemos no dia de seu lançamento.

Dragon Quest Builders será lançado para PS4 e PS Vita no dia 11 de Outubro.

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar