Análise: Ultimate Marvel VS Capcom 3 – O grande retorno

Marvel vs Capcom 3 quando foi lançado pela primeira vez em 2011 conseguiu surpreender inúmeros fãs da franquia com seus belos gráficos e jogabilidade pra lá de dinâmica. As batalhas de 3 vs 3 foram algo que possibilitou inúmeras combinações de golpes entre os personagens da produtora japonesa (Capcom) com os queridinhos da casa das ideias (Marvel).

Infelizmente com o segundo lançamento contendo novos personagens, o jogo acabou caindo em criticas devido o curto intervalo de meses entre a versão original e a Ultimate que não trouxe todos os personagens que estavam cogitados a aparecer (sendo que estes foram vencedores de enquetes oficiais feitos pela produtora), como Date Masamune, Ciclope e Megaman.

Depois de longos 5 anos ocorreu o terceiro lançamento, mas numa versão remaster para o PlayStation 4. Diferente da sua recepção no passado, desta vez foi notável o quanto tal jogo de luta fez falta aos fãs. Pode se dizer que aquilo que já era bom ficou ainda melhor.

ULTIMATE MARVEL VS_ CAPCOM 3_20161210225847

1080p e 60fps DE PURA PANCADARIA

Nesta nova versão não temos adições de personagens novos, além daqueles que eram DLC e agora já fazem parte do cast “oficial”. Porém, nos deparamos com o verdadeiro potencial de todos os lutadores agora que o jogo encontra-se mais fluido e frenético graças aos 60fps disponíveis pelo PlayStation 4. Além disso, os belos gráficos se mostram atemporais por não sofrerem com mudança de resolução.

A jogabilidade também se mantem a mesma, então se você é um jogador experiente não terá problemas em realizar as mesmas façanhas de Team Arial Combo que fazia anteriormente. Enquanto se você é um combatente de primeira viagem, poderá utilizar o modo de treino ou de missões para aprender combinações poderosas.

Atemporal também é a palavra chave para definir o quanto Ultimate Marvel vs Capcom 3 consegue ser divertido e desafiador em seus diversos modos seja single ou multiplayer.

ULTIMATE MARVEL VS_ CAPCOM 3_20161211004928

O DESTINO DE DOIS MUNDOS

Como um preparativo para Marvel vs Capcom Infinite e também um glorioso retorno (que também se encontrará disponível para Xbox One e PC em Março de 2017), Ultimate Marvel vs Capcom 3 consegue cumprir o que promete. Por mais que seja um port/remaster, aqui podemos ver um belo exemplo de como potencializar qualidade e indiretamente concertou aquilo que era mais criticado pelo público menos exigente em sua versão original: Excesso em DLC. Uma vez que você já possui todas inclusas desde o inicio. Porém, aqueles que são mais críticos puderam notar certa falta de esforço em concertar alguns problemas incômodos como um leve delay que ocorre quando se usa Hyper Combo e falta de um patch de balanceamento. Se acaso isto não o incomodada, pode ter certeza que poderá experimentar ou re-experimentar toda a diversão que este game pode proporcionar.

notas

Publicado
Publicitário louco por toda a cultura geek. Redator do Última Ficha e apaixonado por jogos que vem da terra do sol nascente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *