Opinião: Qual é melhor console para se comprar?

Há muito tempo atrás, no início da geração, fiz um texto (confira aqui) tirando a atenção de qualquer console war e focando na vantagem e desvantagem de cada videogame e porque comprar A ou B.

Depois de quase dois anos dessa matéria ter sido feita, já tivemos a morte do Wii U e nascimento do Nintendo Switch. O Playstation VR foi lançado e foi um periférico bem aceito, mas ainda aquém do esperado. O PS4 Pro foi mostrado e lançado. O super poderoso Kinect 2.0 encontrou o mesmo fim do Wii U e está morto. Tivemos o lançamento do Xbox One S e temos o Scorpio, que está por vir.

E, com tantos acontecimentos e tantos lançamentos, refaço a pergunta de dois anos atrás: Qual é melhor console para se comprar?

Do mesmo modo que comecei o último texto, irei iniciar esse. Na luta de portáteis, o 3DS ganha de forma disparada e hoje tem mais um console, que é o New 3DS. Ele é mais poderoso de que seu antecessor e possui um 3D muito mais digno. Isso sem contar que a biblioteca de jogos do 3DS não para de crescer, com novos jogos e ótimos lançamentos a todo momento. Já o PS Vita foi abandonado extra oficialmente e o suporte ao portátil é virtualmente inexistente. Ele acabou virando uma segunda tela de luxo para o PS4 e recebe alguns poucos lançamentos de empresas nipônicas como Bandai, Koei, NIS, Idea Factory e outras. Só para deixar claro, o Vita é um ótimo portátil, mas infelizmente ele parou no tempo por falta de suporte.

Sobre o Nintendo Switch, posso dizer que, assim como o Wii U, ele continua sendo o melhor segundo console que você terá. E agora vou além, se você já tem um Wii U, espere ainda mais para pegar um Nintendo Switch. Literalmente todos os grandes jogos do Switch são os mesmos do Wii U e o próximo lançamento (na data desta matéria) é a versão definitiva de Mario Kart 8, que funciona perfeitamente no Wii U. O Nintendo Switch vai começar a ser um console mais distinto a partir de Julho, quando já teremos lançado o novo jogo ARMS e Splatoon 2. Mas claro, tenha em mente que ele será um segundo console, pois não rodará Battlefield, Battlefront, Call of Duty, FIFA, PES, The Witcher, Mass Effect, Resident Evil 7, Tekken 7, Injustice 2 e muitos outros lançamentos que nos enchem os olhos. Claro, se você não possuiu um Wii U, pode ir de cabeça no Nintendo Switch, porém, saiba que ele tem poucos jogos para serem jogados e que a Nintendo não tem suporte no Brasil. Por fim, algo que vale frisar sobre o Nintendo Switch, é que ele apresenta ao conceito “on the go”, ou seja, ele é tanto um console de mesa como um portátil. Caso você passe muito mais tempo fora de casa ao invés de dentro de casa, isso é certamente um ponto a ser pensado.

Deixando de lado a parte “fácil” de ser falada, vamos ao embate dos dois consoles desta geração, o PS4 e Xbox One. E se juntando a essa luta, temos a mid-generation com o PS4 Pro e o Scorpio.

  • A primeira coisa a ser notada é que tanto o PS4 quanto o Xbox receberam suas versões Slims (menores/compactas). Enquanto não existe diferença notável de hardware do PS4 para o PS4 Slim (ambas fazem a mesma coisa e possuem HDR), o mesmo não acontece com os consoles da Microsoft. Caso você pense em pegar um Xbox One, vá no Xbox One S. Ele ganhou upgrade de HDR (cores mais vivas), tem um hardware levemente melhor (melhorando até 5 FPS dependendo do jogo) e pode reproduzir vídeos a 4K.
  • Um outro ponto a ser levado em consideração é a estabilidade de rede. Antigamente a PSN (Playstation) levava uma surra da Live (Xbox), mas atualmente ambas estão bem parecidas. O último problema da PSN aconteceu há literalmente meses. Porém, faço aqui um alerta. A velocidade de download da PSN é sim inferior a do Xbox One. Em alguns momentos durante o download, ele travará ou ficará super lento e você precisará pausar e reiniciar o mesmo para retomar sua velocidade original. Para muitos isso não é um problema grande, mas é chato.
  • Já que falamos da network, vamos falar das promoções e anuidades. Ambos os consoles precisam ter seu plano de fidelidade assinado para jogar online (e ganhar joguinhos). Enquanto o plano anual da Xbox acaba sendo mais caro que do Playstation (R$149 x R$129), ele tem levado vantagem na qualidade dos jogos gratuitos distribuído mensalmente. Na realidade, muitos estão criticando a “chuva” de jogos indies que o PS4 vem recebendo todos os meses. Agora, falando das promoções, eu sinceramente acho que ambas as plataformas apresentam um nível muito similar de qualidade e preços. Eventualmente tem um jogo específico é mais caro no PS4, mas é realmente pontual. Embora as promoções do Xbox sejam maiores, elas vem em menor quantidade. Já o Playstation possui, além das grandes promoções de época, tal qual o Xbox, ela tem a mágica Flash Sale, que seleciona diversos jogos que ficam mais baratos durante um fim de semana.
  • E para que servem os consoles? Para jogar jogos! Como muitos jogos saem para as duas plataformas, vamos falar dos jogos exclusivos. Se eu fosse resumir, eu diria que o PS4 foca em jogos de experiência single player de forma sublime, enquanto o Xbox One foca em jogos mais competitivos e no aspecto social. E isso acaba muito bem representado nos grandes sucessos das empresas. Ao se falar do PS4 pensamos logo em jogos como Uncharted 4, Horizon: Zero Dawn, The Last Guardian, e jogos japoneses como Nier Automata, Persona 5, Yakuza 0 e outros (vale dizer que The Last of Us 2 e o novo God of War já estão no forno). Já, ao falar do Xbox One, logo pensamos em jogos baseados em suas grandes franquias como Halo 5, Halo WarsGears of War 4 e Forza. Pode-se perceber claramente que esses jogos acabam tendo um apelo mais para o lado de tiro, mas em minha opinião, o Xbox One é a plataforma definitiva para jogos de corrida. Contudo, para sair desse estigma, a Microsoft trabalhou para trazer jogos com uma experiência single player rica, como Ryse: Son of Rome, Dead Rising (3 e 4), Quantum Break e outros. Embora eles sejam bons jogos, o impacto é certamente inferior aos de sua concorrente.
  • E o bando de tralha que cada console tem? Bem, cada um tem seu acessório “master”. No caso do Xbox One, nós temos o poderoso Kinect 2.0 que, bem, está praticamente morto. Ele é maravilhoso e incrível, mas infelizmente só acaba sendo lembrado quando um novo Just Dance é lançado. Já o PS4 possui 1,5 acessório. Ele tem a PS Eye (inferior ao Kinect), que acaba tendo a mesma função. Tem os mesmos comandos de voz para controlar o console e também serve para Just Dance. Porém, ele se faz necessário caso você tenha o Playstation VR, o capacete de realidade virtual. Esse VR é o mais barato do mercado e funciona muito bem. Caso queira entrar nesse mundo, ele certamente é uma opção a ser pensada, mas vale lembrar que os jogos e experiências, por mais interessantes que sejam, ainda estão engatinhando.
  • Outra coisa a ser levada em consideração: os serviços de cada console. E aqui o Xbox One dá um banho no PS4. Para falar rapidamente do PS4, ele somente possui o PS Now, que é uma ideia muito boa: ter uma Netflix de jogos e jogá-los onde quiser (literalmente onde quiser: PS3, PS4, Vita, TV, celular e PC). Porém, temos dois problemas aqui. O primeiro é que ele é um serviço somente americano, ou seja, você terá que pagar em dólares essa mensalidade, que não é barata. O segundo é que é necessário jogar sempre online, e sabemos que nossa internet brasileira não é das melhores (além de não termos servidores do PS Now no Brasil). Agora indo para o Xbox One, temos o lindo e maravilhoso EA ACCESS. Nele você paga uma anuidade de R$ 59 e poderá jogar mais de 40 jogos da EA no ato da assinatura. Basta fazer o download para o Xbox e jogar. Mas não é só isso, a Microsoft está planejando oferecer um serviço idêntico não exclusivo aos jogos da EA. Ele ainda não foi lançado, mas a lógica será a mesma: você paga uma mensalidade/anuidade e terá a disposição centenas de jogos para baixar e jogar. E claro, para o pessoal saudoso ou então que pulou a geração passada, o Xbox One conta com retrocompatibilidade dos jogos de Xbox 360, enquanto o PS4 não.
  • E por fim, temos que falar do PS4 Pro e Scorpio, certo? Bem, primeiro falando do PS4 Pro, caso a diferença de preço seja pequena com relação à versão normal do console, pegue o Pro mesmo. Ele é um PS4 melhorado que tem uma experiência nos jogos mais fluida e estável rodando a 1080p e 60 fps. Ele ainda tem suporte a imagens 4K. Lembre-se, entretanto, não é o “4K real”, mas sim um upscale. Para facilitar a explicação vamos falar que seria 3K. Já o Scorpio, apesar de ainda não ter sido lançado, já sabemos muito sobre suas especificações, e sim, ele será o console mais poderoso. Porém, é difícil dizer qual será o preço (estima-se que seja algo em torno de U$ 500) e se ele irá ou não “quebrar” a geração atual. Só nos resta esperar, mas é fato que ele irá ser MUITO melhor em todos os aspectos que o Xbox One. E claro, para você ter a imagem 4K em ambos os casos, será necessário ter uma TV 4k.
  • Por fim, veja quais amigos você tem que jogam. Uma realidade é, hoje o PS4 já vendeu o dobro do que o Xbox One (está quase uma razão de 30 – 60 milhões). Porém, é sempre bom ver se o seu ciclo de amigos tem mais o console A ou B. De nada adianta querer jogar com a galera e pegar um que ninguém tem, né?

Bem, espero que tenha ajudado você em suas dúvidas. É importante entender que não existe uma resposta pronta. Deve-se analisar as forças e fraquezas de cada console e decidir o melhor para você. Caso tenham alguma dúvida ou tenham algo a acrescentar que eu tenha esquecido, é só deixar um comentário.

 

Publicado
Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.