BGS 2017: Uber traz famosos para jogar ‘Street Fighter’ em apoio a GRAACC

Em apoio a crianças e adolescentes com câncer, milhares de pessoas, inclusive famosos, participam nesta semana do Desafio Uber, que acontece na Brasil Game Show (BGS), a maior feira de games da América Latina, em São Paulo.

O espaço de mais de 300m² dedicado à plataforma foi transformado no cenário de um dos mais conhecidos jogos do mundo, o “Street Fighter”. Lá, diversas máquinas estão disponíveis para quem quiser jogar uma partida, relembrar esse clássico e ainda garantir até R$ 20 de desconto na volta pra casa.

Mas o hadouken da festa está reservado para a sexta-feira (13), quando oito celebridades vão ao estande disputar entre si a chance de entregar a doação de R$ 50.000 que a Uber fará, lá na feira, ao GRAACC.

Há seis meses, a Uber assumiu todos os gastos do Hospital do GRAACC com o deslocamento de pacientes que, por conta do tratamento, deixam a instituição tarde da noite. O novo aporte garante a ampliação da parceria e sua prorrogação por mais dois anos.

Participam dessa etapa do Desafio Uber o lutador de MMA Minotauro, os atores Caio Castro e Ágatha Moreira, a apresentadora de TV Palmirinha e os YouTubers Cauê Moura, Lorelay Fox, Foquinha e Marlon. Marlon é o mais célebre motorista parceiro da Uber, e o seu canal, “Uber do Marlon”, conta com mais de 280 mil inscritos.

YOU WIN
Todas essas celebridades vão receber fãs para sessões de fotos, em um espaço reservado do estande da Uber. Mas esse privilégio vai estar disponível apenas para os fãs que são clientes fiéis da Uber! Para retirar uma senha para um dos encontros,o fã vai precisar abrir o app da Uber registrado em seu nome e mostrar que está, agora, com acesso à categoria uberX VIP (ou seja, realizou 20 ou mais viagens em setembro).

Serão distribuídas apenas 20 senhas para cada encontro, às 15h, no estande da Uber.

Se você não vai à BGS, pode acompanhar a transmissão ao vivo, com narração profissional, de todas as partidas com as celebridades no site desafiouber.com.br.

Sobre o GRAACC
Referência no tratamento de câncer infantojuvenil, principalmente em casos de alta, e uma das mais respeitadas e bem-sucedidas instituições do País, o GRAACC foi criado em 1991 com a missão de garantir a crianças e adolescentes com câncer todas as chances de cura com qualidade de vida. O Hospital do GRAACC é reconhecido pelos expressivos resultados obtidos na cura do câncer infantil, alcançando índices de cerca de 70%. Por ano, são realizadas mais de 35 mil consultas, 1,9 mil procedimentos cirúrgicos, 55 transplantes de medula óssea, 19 mil sessões de quimioterapia, entre outros procedimentos. Com um orçamento de R$ 117 milhões previsto para 2017, atende mais de 3 mil crianças e adolescentes por ano. Informações no www.graacc.org.br.

Publicado
Ricardo Carvalho é escritor, político e filósofo de sofá, cineasta frustrado e ativista pela aceitação mundial de que videogame é arte. Quer saber mais? facebook.com/OficialRicardoCarvalho e twitter.com/OficialRicardoC