“Vendas” de PES 2018 Lite animam Konami

A série Pro Evolution Soccer tem um desafio gigantesco: reconquistar o espaço perdido nos últimos anos. E parece que bons ventos vêm por aí. O primeiro indicador veio da notícia de que a versão gratuita do jogo (PES 2018 Lite) vendeu 35% mais do que a gratuita de PES 2017. Além disso, ao que tudo indica, as vendas de PES 2018 estão caminhando bem, apesar da queda no número de vendas na Steam (menos 3,5% se comparado com o antecessor), como bem falou o We Brothers, maior site sobre PES no Brasil.

Analisando o bom VGChartz, site que registra as vendas de jogos em todo o mundo, nos dois primeiros meses de vendas de PES 2018 (apesar de estarmos em janeiro, o site atualizou seus números com as vendas de novembro). Portanto, se pegarmos o mês de lançamento de PES 2018 (setembro) e olharmos o mês atual do agregador (novembro) veremos que em dois meses o jogo vendeu cerca de 500 mil cópias. E ainda faltam os números de dezembro, que sempre sobem por conta do Natal e, posteriormente, das promoções de começo de ano.

ef0504d5-0a08-492b-9ea2-cbbbc5c29a5d_Screen_Shot_2017-06-13_at_11.07.27_(2)

Os números seriam ainda mais animadores se PES 2018 oferecesse a opção de se usar os famosos Option Files, que nada mais são do que customizações que você pode fazer no jogo usando dados de arquivos de fora do videogame. Resumindo: é possível colocar as camisas reais dos times que PES não tem licença, como toda a Liga Inglesa e a Liga Espanhola. “Só” as duas ligas mais importantes do futebol atual. Infelizmente não é possível fazer essa customização nos consoles da Microsoft (Xbox Box 360 e Xbox One). Já tentamos descobrir, mas ninguém explica ao certo de quem é a culpa. A Microsoft fala que a culpa é da Konami, que por sua vez fala que a culpa é da Microsoft.

O fato é que PES vendeu módicas 60 mil cópias para o Xbox One e cerca de 10 mil no Xbox 360 e no PC. Aliás, o PC era uma das apostas de guinada nas vendas da franquia, vide que essa é a primeira versão de PES que foi desenvolvida juntamente com as versões mais poderosas do jogo (como a para Xbox One e PS4). Porém, as vendas, como dito acima, estão mais baixas do que a de PES 2017.

Outra plataforma que ajudava muito as vendas de PES era o PS3. Porém, este ano as vendas estão baixas na geração passada e, inclusive, o gerente de PES na América Latina, André Brozoni, adiantou em primeira mão para o bom Última Ficha que essa seria a última versão de PES para a geração passada.

Em contrapartida, o PS4 vem jogando as vendas de PES 2018 lá pro alto. Para se ter uma ideia, em dois meses, já temos cerca de 70% do que foi vendido de PES 2017 para o console. Ou seja, é bom provável que PES 2018 venda mais no PS4 do que seu antecessor. Porém, os reais números só saberemos no resultado financeiro que a Konami divulgará em breve. Por enquanto, o PES Team está reunido, neste exato momento, no QG da Konami no Japão.

One thought on ““Vendas” de PES 2018 Lite animam Konami

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *