Análise: Dynasty Warriors 9 apresenta uma nova etapa do confronto dos três reinos

Dynasty Warriors foi lançado em 1997 para o saudoso Playstation. O jogo apresentou pela primeira vez o estilo “musou” de hack’n slash onde teríamos um único guerreiro tendo que confrontar inúmeros exércitos. Com o tempo foram lançado inúmeros títulos neste estilo e da própria franquia, contudo, atualmente o gênero já se mostrava bastante maçante onde o jogador só tinha que sair batendo nos inimigos sem parar e foi então que Dynasty Warriors 9 veio para inovar aquilo que o mesmo iniciou.

Além disso tudo, a história deste título não será apenas focada numa época da Guerra dos Três reinos, momento no qual a China entrou em guerra pela decisão de quem iria governá-la depois da queda do rei que a unificou, mas sim em dez épocas diferentes que vai de 184 D.C. até 222 D.C. sendo divididas em dez capítulos.

Open World, Open World Everywhere

Ultimamente vemos mais e mais franquias aderindo a características e o estilo Open World (mundo aberto) em seus jogos, então já era de se esperar que algum dia fossem criar um musou com mundo aberto. Enfim surgiu Dynasty Warriors 9.

Pegando todas as características desta clássica franquia e adicionando inúmeras características de Open World, o novo título sobre os guerreiros chineses traz um mapa relativamente grande e com inúmeras coisas para fazer nele.

Se você só quer sair destruindo tudo, saiba que Dynasty Warriors 9 por ser um open world não estragará a sua diversão, já que é possível simplesmente realizar somente as missões importantes de invasão dos castelos e ser feliz, contudo, se você quer aproveitar todo o potencial do jogo terá inúmeras novidades para saborear.

Um problema dos primeiros jogos deste título era que a inevitável necessidade do cavalo, por conta de suas missões enormes e com um tempo para cumpri-las, se você estivesse sem o seu querido amigo de quatro patas provavelmente acabaria falhando. No nono game, existe a possibilidade de chamar o seu pangaré com um único apertar de botão e, ao fazê-lo, o cavalo vai surgir do ABSOLUTO NADA independente do lugar que você estiver. Para concluir, ele possui sistema de level up para vai deixá-lo mais forte, com mais vida e maior velocidade; basta cavalgar e o nível aumentará.

DYNASTY WARRIORS 9_20180203195439

O que temos de novidade?

Em busca de tornar o jogo algo bem maior, a Koei Tecmo adicionou a possibilidade de caça, realizar quests e craft.

Nas caças podemos colocar armadilhas para pegar animais, utilizar arco e flecha para caçar outros maiores como ursos e tigres (também é possível enfrentá-los na base da “porrada”) e, por fim, pescar. Afinal, o que seria um jogo japonês hoje em dia sem pescaria?!

É interessante que não tem nenhum sistema de mudar o arco ou a vara de pescar, contudo, o foco é em ter vários tipos de flechas e anzóis, pois dependendo de qual utilizar algum efeito diferente acontecerá. Sobre arco e flecha também devo informar que não se utiliza apenas para caçar, mas também em seus combates.

Mas para que caçar? Os itens obtidos com isso podem servir para completar alguma quest ou realizar o craft de equipamentos e armas. Sobre a segunda opção vale frisar que o mapa todo está com inúmeros itens espalhados e estes servem para o desenvolvimento de seu equipamento.

As missões (quests) são divididas entre as principais e as subs, sendo que você pode apenas realizar as principais e deixar as outras de lado, se assim desejar. Contudo, realizando todas poderá upar mais rápido o nível do seu personagem e conseguir melhores equipamentos com o dinheiro e recursos que ganhará.

Em Dynasty Warriors 9 você também poderá ter a seu próprio refugio no qual é permitido customizar o seu interior. Dentro deste você terá opções como cozinhar e conversar com seus aliados para que seus laços fiquem mais fortes e esses guerreiros possam mostrar-se mais uteis.

Por fim, a última novidade é a possibilidade de realizar invasões de forma sorrateira. Dynasty Warriors 9 apresenta a possibilidade de você deixar o tempo passar para ficar de dia, tarde ou noite e deste modo invadir o castelo ou base inimiga sem que seja notado. Infelizmente o stealth é meio limitado em comparação com outros jogos que apresentam tal possibilidade, entretanto, é uma novidade bastante válida e que pode ser bem trabalhada no futuro. Se você quiser invadir o castelo sem ter que enfrentar os inimigos, mas não curte stealth, é possível cortar caminho e invadi-lo por trás ao subir os muros.

Uma vez Musou, sempre será Musou

Por mais que o jogo tenha inúmeras novidades que conseguem fazer o estilo variar um pouco, devemos sempre nos lembrar do que o título se trata. É um Dynasty Warriors, é um hack’n slash no estilo musou. Então teremos sim exércitos enormes vindo em sua direção para que você possa derrotá-los com o guerreiro (a) escolhido (a). Até mesmo nesta parte o jogo recebeu algumas novidades como maior número de ataques envolvendo stun, lançamento, golpe especial e contra-ataque. Dependendo de como seu inimigo esteja, alguns tipo de ataque realizam maior dano e até mesmo quebrar a defesa alheia com alguma facilidade. Quando surge na tela a opção de apertar um botão, é hora de contra-atacar ou finalizar teu inimigo, desta forma o personagem se movimenta agilmente até o alvo e aplica um derradeiro golpe. Com a adição de gemas em suas armas, você poderá adicionar efeitos elementares em cada tipo de ofensiva, deste modo ficará mais preparado contra inúmeros inimigos. Por fim, os guerreiros chineses não estão limitados apenas em suas armas padrões e, graças a isto, é possível alterar o tipo de arma que eles utilizam.

Inovações nem sempre vem apenas com qualidades

Na primeira vez que joguei o Dynasty Warriors 9 senti que o jogo estava com a performance bastante “quebrada” seja pela movimentação, fps baixo ou os gráficos que não atendiam àquelas apresentados nos trailers. Quando saiu o patch Day 1, pude experimentar uma performance bastante melhorada e uma movimentação mais fluida, contudo, ainda não está algo realmente bom e sua qualidade gráfica sofre do famoso “Efeito E3”. Basta saber se haverá algum patch futuro para melhorar este defeito.

DYNASTY WARRIORS 9_20180212154039

Conclusão

Dynasty Warriors 9 não é apenas um ótimo musou, mas também um ótimo jogo. Tem inúmeras coisas para fazer, inúmeros personagens para escolher e muitos soldadinhos para bater. Porém, sofre com alguns problemas técnicos como o gráfico abaixo do esperado e alguns bugs dignos de versão beta. Se você gosta do estilo e/ou da franquia, vale muito apena experimentar este game. Ele realmente mereceria um “4/5”, mas por conta dos problemas que sofre não tem como merecer esta nota.

notas

Publicado
Futuro publicitário louco por toda a cultura nerd e geek. Redator do Última Ficha e apaixonado por jogos. Principalmente aqueles que vem da terra do sol nascente.