Preview: Frostpunk irá te colocar contra a parede entre sua humanidade x sobrevivência

Durante a BGS 2017, tivemos a oportunidade de visitar o stand da 11Bit Studios, criadora de This War of Mine, e lá jogamos o ótimo jogo Frostpunk que mistura elementos de RTS com sobrevivência.

Posteriormente nós obtivemos a mesma demo e pudemos testar diversos cenários ao longo dos 10 dias in game que nos eram permitidos jogar (a demo sempre termina no décimo dia). A ideia inicial era trazer um vídeo comentando e explicando cada decisão, mas por se tratar de uma demo não otimizada, ficou impossível trazer o gameplay.

Colabore com nossa vaquinha para conseguirmos cobrir a E3 2018, maior evento de jogos do mundo.

Antes de mais nada temos que falar um pouco sobre o mundo de Frostpunk. Após uma catástrofe climática, grande parte do mundo está coberto por neve e a raça humana está perto de ser extinta. Para sobreviver, os melhores engenheiros conseguiram bolar um gerador de calor que será o pilar central de cada cidade/assentamento. Todas as decisões devem levar em consideração a emissão de calor desse gerador e seu gasto de carvão diário. Além disso você irá experimentar diversos picos de frio chegando a -30 ou -40 graus.

Frostpunk (1)

E é aí onde Frostpunk se diferencia de outros jogos tradicionais, você terá de um lado sua opinião sobre o que está acontecendo, de outro lado virão os cidadãos pedindo mais calor, casas para dormir, comida e por ai vai. E por fim, um conselheiro sempre lhe dará sua opinião sobre a atual solicitação, incluindo “você não necessariamente tem que atender a solicitação do seu povo”.

A partir dai a “casa cai”. Inicialmente você irá tentar salvar todas as pessoas, mas isso será uma missão quase impossível. Em certo momento a mão de obra ficará escassa e a ideia de usar trabalho infantil será dada. Cabe a você dizer sim ou não. E o que faremos com os mortos? Vamos fazer somente uma vala simples ou um cemitério para respeitá-los? Afinal foi sua incompetência que os matou. E que tal ter que optar entre turnos normais de trabalho ou turnos prolongados de 12 horas? E se a comida acabar, devemos recorrer ao canibalismo? Isso tudo são opções reais a serem escolhidas que farão você se questionar a cada novo clique no jogo.

Frostpunk (6)

Além de ter que tomar difíceis escolhas morais, você deverá ter que tomar escolhas estratégicas na construção. Como mencionei acima, tudo deverá ser construído no entrono de um gerador de calor. As construções mais próximas ao gerador ficarão mais aquecidas, as mais distantes ficarão pouco ou quase nada aquecidas. Porém, é possível você melhorar sua árvore de tecnologia para ou aumentar o calor na primeira camada, ou então optar em expandir o calor atual para a segunda área. E, novamente, cada escolha você estará beneficiando um grupo e deixando de lado outras necessidades.

Frostpunk (3)

Por fim, será possível construir um grupo de exploração para achar recursos no mundo e/ou mais sobreviventes. Vale lembrar que fazer uma expedição irá tirar mão de obra qualificada de sua base. Mais uma vez temos que fazer escolhas difíceis. Vale pontuar que o gráfico do jogo é extremamente detalhado e com muitos efeitos de nevasca, dia e noite, luzes da cidade e por ai vai. É realmente uma cidade que tenta viver no meio de tanto frio e miséria.

Frostpunk ainda não tem data de lançamento, mas sairá para PC e já tem seu preço de venda revelado. Ele custará U$ 29,99 (cerca de R$ 100) e você poderá conferir seu trailer mais recente abaixo.

Frostpunk (4)

Publicado
Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.