E3 2018 Preview – Concrete Genie mostra uma aventura linda e necessária para muitos

A Sony realmente investe muito em seus exclusivos e essa E3 estava recheada de nomes gigantes como o Spider Man (confira aqui nosso preview dele), Days Gone (confira aqui nosso preview dele), The Last of Us 2, Death Stranding e muito mais. Porém, a E3 tinha um jogo que muitos não haviam ouvido falar e eu queria muito jogá-lo, e seu nome é Concrete Genie. Ao saber que ele estaria jogável para a imprensa, eu fiquei muito feliz, pois finalmente poderia entender sua mecânica e ver as ideias aplicadas funcionando na minha frente.

A ideia que norteia Concrete Genie não é nada simples e até traz a tona uma discussão muito importante sobre o desenvolvimento das crianças, o bullying e uma possível depressão. No jogo você será o personagem Ash que achou um pincel mágico. Graças a esse pincel, será possível fazer várias pinturas pela cidade e desfazer uma escuridão que a está prendendo. Porém, não será algo tão simples. Existem alguns bullies que vão atrapalhar sua vida, inclusive eles já rasgaram seu caderno com rascunhos e isso faz com que tenha que recuperar muitas dessas páginas perdidas ao longo de sua aventura para fazer novas pinturas. Por fim, muitos dos puzzles do jogo serão resolvidos ao pintar uma espécie de amigo imaginário.

Caso não tenha percebido, esse jogo fala sobre a escuridão que a pessoa pode se encontrar e como os bullies (caracterizando as coisas ruins da vida) podem influenciar negativamente. Não somente isso, mas ele utiliza a arte/pintura como uma forma de iluminar a cidade/vida. Por fim, ele também fala do amigo imaginário que pode te ajudar a superar obstáculos. Posso afirmar categoricamente que Concrete Genie tem um significado muito profundo e será uma obra de arte no meio dos games onde irá ajudar a abordar tópicos delicados e necessários.

E claro, vamos falar um pouco de seu visual e gameplay! Neste jogo especificamente as duas partes se misturam, pois o gameplay nada mais é do que você dar sua cara a este mundo de trevas. O gameplay básico é você pintar paredes no modo livre. É possível fazer estrelas, uma espécia de aurora boreal, grama, árvores e muito mais. O interessante de Concrete Genie é que cada um terá seu próprio jogo com ideias e pinturas. Cada mapa terá diversas paredes para serem fechadas e quando concluídas ela dará uma nova vida a esta parte da cidade.

E indo para o gameplay avançado, o jogo irá conter diversos puzzles. A criatura mágica que mencionei poderá ser moldada a bel prazer e dependendo do que você colocar nela, ela irá reagir de forma diferente. E essa criatura mágica irá ter um tipo de poder como, por exemplo, fogo ou então eletricidade. Não só isso, de vez em quando ela irá solicitar uma pintura específica (que você pode ou não tê-la). Essa pintura específica fará com que ganhe uma Super Pintura e possa liberar áreas com uma escuridão muito forte. Por fim, em outros momentos você terá que driblar e fugir dos bullies que irão te perseguir pela cidade. Isso envolverá um momento “homem aranha”, pois será possível subir nos prédios/casas onde eles não irão te perseguir.

Se antes de jogar Concrete Genie eu já estava muito animado, agora que joguei mal vejo a hora dele ser lançado. Infelizmente, ainda não tem uma data nem período de lançamento para ele.

Publicado
Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.

2 thoughts on “E3 2018 Preview – Concrete Genie mostra uma aventura linda e necessária para muitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *