Análise: Minit continua sendo uma excelente pedida, agora no Switch

No inicio de Abril eu pude jogar e trazer o review de Minit que já foi lançado para PS4, Xbox One e PC. Agora com o programa da Devolver intitulado Summer of Devolver, podemos aproveitar essa obra prima também no Switch. Antes de mais nada, vale pontuar que o jogo está idêntico as versões de PS4, Xbox One e PC e você pode conferir seu review completo aqui.

Ou seja, fica muito difícil para eu adicionar qualquer tipo de informação, pois o Switch roda Minit de forma perfeita, como deve ser, e não tem nenhuma adição de conteúdo. Logicamente tanto minha avaliação como conclusão prévia ficam mantidas para este belo e rápido jogo.

Em geral Minit surpreende por sua aula de game design que fica evidente com a morte a cada 60 segundos (ou até menos caso deseja se suicidar, o que é uma mecânica do jogo). Ele também possui um humor muito divertido (como esquecer o dono de hotel sádico ou a fila que nunca anda?!) e personagens que irão complementar a história ao longo da sua nada casual jornada.

E curiosamente até um fator comum que pesaria nesta versão seria o valor do jogo na Eshop afinal, jogos no Switch acabam sendo mais caros. Felizmente, neste caso, o jogo pode ser encontrado a menos de R$25 na loja Mexicana e posso afirmar que vale cada centavo.

Por fim, Minit acaba sendo um jogo rápido de cerca de 2 horas em sua primeira run, pois ficará perdido sem saber o que fazer. Felizmente existem alguns segredos na fase que te dará um bom motivo para tentar tudo novamente.

Conclusão

Minit é uma experiência completamente agradável que fará você quebrar a cabeça para poder avançar no jogo. A mecânica de morte é muito interessante, pois você terá que calcular sempre muito bem seus passos para poder avançar ainda mais. Isso tudo é feito em um jogo cheio de carinho, com uma ótima trilha sonora e um humor ímpar.

notas

Publicado
Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.