Análise: Forza Horizon 4, o melhor jogo do gênero de 2018

Forza é uma série consagrada, disso ninguém duvida. A mina de ouro dos jogos de corrida que a Microsoft criou é, atualmente, a franquia que tem feito os melhores jogos do gênero, alcançando as melhores críticas e satisfação entre os jogadores. E o melhor (para a Microsoft), é um jogo exclusivo de Xbox e Windows.

forza-horizon-4-screen-2

Desta vez o lançamento é da série Horizon: Forza Horizon 4. Ele chega com uma difícil missão de superar Horizon 3, que para mim, chegou em um nível soberano no estilo de corrida arcade. É difícil imaginar que fosse possível evoluir de forma sensível, mas Forza Horizon 4 consegue essa façanha.

O estilo é o mesmo, mundo aberto, gameplay completamente arcade onde se alcança facilmente velocidades acima de 250km/h, destruição de cenário, árvores voando enquanto o carro segue em alta velocidade, carros se digladiando em apertadas curvas, diversas opções de veículos desejados ao redor do mundo e diversos desafios diferentes, que vão desde corridas com voltas, corridas livres, desafios de salto, velocidade etc. Opções aqui não faltam, como foi no último jogo da franquia.

wKLmaJP

Mas o que há de novo se toda essa mecânica se manteve? Venha comigo, fã de corrida, que eu vou te contar.

Antes de mencionar as melhorias, já que é para falar o que tem de novo, logo de cara nos primeiros minutos você se vê obrigado a personalizar seu personagem. Homem, mulher, branco, negro, asiático, cabelo liso, enrolado, careca e por aí vai. A ideia é boa, mas fica a crítica pois as opções são bem limitadas, tanto na aparência física quanto nas roupas. É uma inovação para a série, mas poderia ser feita de forma mais caprichada já que resolveram colocar. A personalização do personagem deixa a desejar.

Voltando, primeiramente, vamos falar do mapa. Ambientado anteriormente na Austrália, Forza agora viaja para a Grã Bretanha, mais especificamente em Edinburgh. Isso já muda bastante os relevos, vegetações e características do mapa. Segundo aspecto impactante são as estações do ano. O cenário, principalmente as estradas, é bem afetado pelas mudanças climáticas. E isso muda completamente a forma de dirigir de todos os veículos. Os efeitos meteorológicos neste jogo são espetaculares. Sem dúvidas o melhor que eu já vi em um jogo de corrida e um dos melhores nos jogos em geral. O impacto no visual, na narrativa e no gameplay possuem uma sincronia única, fazendo você sentir uma renovação durante o jogo. Foi surpreendente que esta tecnologia pouco explorada em jogos de mundo aberto tenha vindo logo de um jogo de corrida. É de se esperar que essas inovações venham de franquias famosas por seus mundo abertos, como por exemplo GTA.

6-minutes-of-forza-horizon-4-on-xbox-one-x-at-4k-60fps-e3-20_hqzv

Provavelmente você se pergunta como acontece a mudança de estações. Diferente da mudança de dia e noite, que nos jogos de mundo aberto acontece de forma mais rápida, com maior dinamismo. Já as trocas de estações são mais lentas. Para mim, a fórmula usada foi bem assertiva neste jogo. Elas trocam semanalmente, dando uma nova experiência a cada semana para os jogadores. Repito, isso é incrível, pois a cada estação são fornecidas novas experiências ao usuário, desde diferentes formas de direção nas pistas, novos eventos que só estão disponíveis em certa estação e novos cenários, que na verdade são os mesmos só que com mudanças na vegetação, neve, chuva e por aí vai. Isso é muito saudável para o jogo, pois mantém o jogador preso nele por semanas, a fim de explorar todas as opções do jogo.

forza-horizon-4-bond-cars

Conclusão

A diversão com Forza Horizon 4 é certa! Seja você um jogador casual, que vai ficar perdendo horas passeando pelo mapa, até aquele hardcore que vai em busca de limpar todos os desafios do mapa, com o máximo de estrelas e pontos. Como extras, as músicas das rádios, que você vai liberando ao longo da campanha, são muito boas! Já eram boas no 3 e receberam melhorias no 4.

Feito o resumo mais gourmet, vamos à pontos específicos que interessam:

  • Gráficos: insanos, jogar este jogo em 4K é uma experiência única para fãs de carros bem renderizados e cheios de detalhes. O mapa não fica atrás de forma alguma, texturas ricas e bem produzidas;
  • Dublagem: ok, nada mais. Preguiçosa até, se comparada a outros títulos mais recentes;
  • Enredo: para um jogo de corrida arcade, é bom. Mas certamente não será o enredo que vai te prender ao jogo;
  • Jogabilidade: no mundo de corridas arcade, cravo que este jogo é o que tem a melhor jogabilidade já feita para o estilo;
  • Trilha sonora: para quem gosta de músicas enquanto corre, Forza tem um acervo diferenciado, bem acima da média dos atuais jogos de corrida;

notas

Publicado
Formado em Administração e em GunZ: The Duel. Nogueira une estas duas formações para administrar de forma única suas skills em jogos de tiro, adquiridas em anos jogados fora jogando The Duel. Além da supremacia em jogos de tiro, Nogueira é fã de jogos com história bem trabalhada e tem no sangue as habilidades de Dominic Toretto para jogos de corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *