BGS 2018: Jogamos Sekiro: Shadows Die Twice

No dia 12 de outubro, segundo dia de BGS, tivemos a oportunidade de jogar e analisar Sekiro: Shadows Die Twice, jogo da FromSoftwere que sairá no primeiro semestre do ano que vem. Tivemos 30 minutos de gameplay e abaixo você confere nossa análise do que sentimos do jogo na feira.

43950773_249484642409091_4571102236792324096_n

O jogo se ambienta no Japão do século 16, onde você irá controlar um ninja do Japão feudal com habilidades muito específicas que dão uma dinâmica muito particular e intrigante ao jogo. É claro que as comparações desde o primeiro gameplay revelado do jogo são inevitáveis, afinal é do mesmo diretor de Dark Souls, Hidetaka Miyazaki. Mas não espere que jogará um Dark Souls ambientado no Japão. O jogo vai muito, muito além disso. Mais ágil, rápido e podendo atingir ambientes na vertical, Sekiro inova dentro de um contexto de sucesso já adotado pro Miyazaki. É como se ele tivesse escutado os fãs da série Souls e ter evoluído o gameplay para um novo patamar sem perder o charme dos combates técnicos, difíceis e muito sangrentos.

Você agora terá habilidades de escaladas, pulos e “enxergar” o cenário do alto, permitindo uma maior exploração de um ambiente mesmo dentro de um jogo que continua linear. A movimentação beira a perfeição, os comandos atendem muito bem e a disposição dos golpes por incrível que pareça se tornou mais simples, porém melhor composta e condizente com as habilidades do personagem. Os gráficos estão lindos, e a caracterização e resposta de cada inimigo é extremamente detalhista, dá muita vontade de ficar horas só em combate, são de tirar o fôlego. Muita estratégia envolvida em cada movimento de ataque ou defesa.

sekiro1-100769353-large

A dificuldade é algo relativo por alguns pontos. Se você nunca jogou um jogo nesse estilo será difícil no começo e você morrerá muito. Se caso já conheça as séries aclamadas da FromSoftwere, também irá morrer da mesma forma, porém aceitando e entendendo que se não fosse assim não teria a menor graça.

1537615122190_w36r

Trazendo para uma opinião muito própria de quem gosta desse tipo de jogo, se fôssemos comparar não seria tanto com Dark Souls ou Bloodborne, mas talvez com Nioh, porém dizendo que é mais simples e objetivo em termos de habilidades (o que é extremamente positivo) e muito, muito mais bonito visualmente , com uma larga vantagem na liberdade e exploração dos cenários.

Sekiro: Shadows Die Twice sai em 22 de março de 2019 para PS4, Xbox One e PC. E não tenha dúvidas, será um dos melhores jogos do ano.

 

Publicado
Saudosista apaixonado por quase tudo que é antigo: games, música, costumes, ele mesmo e o único titulo brasileiro do time de coração Atlético-MG. Fã de RPG e jogos de luta, jura que fazia fila no fliperama na década de 90.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *