5 razões para Sekiro: Shadows Die Twice ser o jogo mais difícil da From Software

Quem jogou Sekiro: Shadows Die Twice sabe o quanto ele é difícil. E isso já era esperado, pois um dos motivos da fama da From Software é justamente fazer jogos difíceis. Portanto, com Sekiro não seria diferente.

O problema é que Sekiro: Shadows Die Twice não é “só” difícil. Ele é difícil pra caramba! E vou além: pra mim ele é o jogo mais difícil que a From Software já fez. E tenho motivos para embasar minha teoria. Pega a visão…

  1. Não tem cooperação

Em todos os jogos da série Souls e em Bloodborne, era possível invocar outros jogadores online (e até NPCs) para lhe ajudar durante o jogo.

E, convenhamos, era uma baita ajuda na hora de passar por aquele boss complicado.

Sekiro: Shadows Die Twice não tem essa opção. Ou seja: você precisará enfrentar todas as agruras do jogo sozinho.

Portanto, avançar pelas fases e passar por aquele chefão impossível, terá que ser feito unicamente com suas habilidades e capacidade de adaptação ao que o jogo oferece.

Confira nossa análise de Sekiro: Shadows Die Twice

Sekiro_dificil_from_software
“Tá pegando fogo, bicho”!
  1. A evolução do personagem é limitada

Os jogos anteriores da From Software poderiam ser considerados RPGs (ok, RPGs ultra difíceis, mas ainda assim RPGs) por conta de algumas características. E, uma delas, era a possibilidade de evoluir atributos como força, energia, magia etc. Como em todo clássico RPG.

Porém, em Sekiro, pela primeira vez não temos essa possibilidade em um jogo da From. Até é possível evoluir alguns atributos do personagem. Porém, essa evolução é limitada. Para evoluir seu poder de ataque, por exemplo, você precisa derrotar determinados chefes do jogo.

Dessa forma, não adianta ficar farmando e acumulando “almas” para aumentar seu ataque. O mesmo vale para sua barra de vida e nível de defesa. Você só consegue aumentar esses níveis após pegar determinado item. E, esses itens, aparecem de maneira limitada ao longo do jogo.

  1. Você precisará aprender o parry

Parry é um recurso que sempre esteve presente nos jogos da From Software. Mas nunca foi obrigatório para se conseguir jogar do início ao fim. Sempre esteve presente como um recurso “extra”. Até porque sempre foi difícil de se executar no jogo.

Em Sekiro, você será obrigado a aprender a usar o parry. Esqueça ficar se defendendo a espera de uma brecha para contra-atacar. Em Sekiro você precisará, em algum momento das lutas, executar um parry para superar seus inimigos.

Sekiro: Shadows Die Twice recebeu nova atualização

  1. O fator “stealth” torna tudo mais difícil

Sekiro: Shadows Die Twice é o primeiro jogo da From Software em que stealth, um recurso importante do jogo. Claro, era possível jogar de maneira “silenciosa” nos jogos anteriores, mas isso nunca foi um fator decisivo. Em Sekiro, muitas vezes, o melhor caminho será o da furtividade.

Isso mostra o alto grau de dificuldade que encontramos no jogo. Você pode simplesmente ignorar isso e encarar todos os desafios de frente, mas isso é por sua conta e risco.

sekiro_dificil_from_software
Um belo lugar para… morrer.
  1. Dois itens deixam o jogo mais difícil

Não bastasse Sekiro ser BOÇAL de difícil, o jogo ainda conta com dois recursos que podem deixar tudo pior.

O primeiro é uma maldição que você pode adquirir (ou não, é opcional) sempre que visitar determinado local do jogo.

O segundo só é possível acessar após zerar o jogo pela primeira vez. Assim que você chega a um determinado local no seu “novo jogo +”, é possível abrir mão de um item de proteção e isso deixará o jogo também mais difícil. Detalhe: é possível abrir mão deste item e invocar a maldição. Ou seja: o jogo ficará duplamente mais difícil.

E aí, te convenci de que Sekiro: Shadows Die Twice é o jogo mais difícil já lançado pela From Software?

Aguardo comentários sobre a experiência de vocês com o jogo.

Sekiro vendeu mais de 2 milhões de unidades

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar