Cobertura: Palestra e entrevista com Sílvio Puertas, ex-funcionário da Romstar/Capcom

Em meio do Festival Retro Games Brasil, ocorreu a palestra com Silvio Puertas, ex-funcionário da Romstar / Capcom, que teve grande influência em trazer os arcades para o Brasil e desmarginalizar a visão que as pessoas tinham sobre eles.

Em nossa entrevista exclusiva, Silvio conta que sua carreira começou como analista de TI e programador. Certo dia uma amiga foi para a Romstar e solicitaram um profissional jovem que entendesse de programação e falasse inglês. Ao ser indicado, ele teria uma área de TI dentro da Romstar. Conseguindo o cargo, ele foi para o Estados Unidos para conhecer o funcionamento das máquinas e aprender a detectar quando alguma fosse pirata.

Ao retornar para o Brasil, Sílvio foi direcionado para o marketing onde pode ter contato com os jogadores ao criar o Club Capcom – uma central de atendimento ao cliente que tirava dúvidas, dava dicas e realizava sorteios.

Ao ser questionado se os arcades ainda tinham espaço no Brasil, ele conta que sim. Os arcades tem espaço, principalmente em eventos, pois quem viveu na época estará matando a saudade e quem não teve a oportunidade poderá descobrir qual era a sensação.

Em meio da palestra, Sílvio Puertas conta como foi a criação do conceito “videogame profissional” numa época que a

 

visão de locadoras e fliperamas era marginalizada pelas pessoas a ponto de existir uma taxa de 12 reais por máquina do qual as autoridades diziam que o motivo era pelas viaturas terem que passar mais vezes pelos pontos e serem enviadas em maior número.

 

Posteriormente a Romstar começou a traduzir jogos, onde o primeiro foi Darkstalkers. Sendo uma surpresa enorme para as pessoas pela primeira vez vendo um jogo totalmente traduzido para português. Além disso, ele menciona que era normal erros acontecerem, pois eles recebiam por fax os textos traduzidos do japonês para o inglês e posteriormente do inglês para o português. Por não saber o contexto e tampouco jogar o jogo, alguns equívocos costumavam ocorrer. O mais famoso era a tradução de adamantium ficar diamante.

Em conclusão, é dito que inicialmente quando os fliperamas vieram, eles foram abandonados pouco tempo depois. Sendo necessário a produção de eventos para mostrar ao Japão que o Brasil agora seria um bom mercado para retornar o investimento.

Ajude o ÚltimaFicha de forma gratuita,

clique aqui e inscreva-se no nosso canal do Youtube

Mostrar mais

Anderson Mussulino

Publicitário louco por toda a cultura geek. Redator do Última Ficha e apaixonado por jogos que vem da terra do sol nascente.
Botão Voltar ao topo
Fechar