Análise: Metamorphosis te coloca numa vida de inseto

Com drogas, pastores e muito mais.

O estúdio All In Games lançou a “obra prima” do desenvolvedor Ovid Works: Metamorphosis. Também conhecido carinhosamente, por mim, como “A versão adulta de Vida de Inseto”. A seguir veremos mais sobre esse jogo, porém, já devo adiantar que foi uma das experiências mais loucas que eu tive em 2020. E convenhamos… 2020 está um ano realmente louco.

Cuidado quando forem beber! Metamorphosis explica o motivo.

Tudo começa quando Gregor Samsa bebeu todas e acordou na casa de seu amigo. Preocupado com o trabalho, ele corre para a saída, mas nota que há algo diferente… Tudo começa a ficar maior e mais longe, até que em momento ele nota que na verdade foi ele que encolheu e virou um inseto.

Como se não bastasse, ele pode presenciar ao vivo seu amigo acusado injustamente por policiais. Agora Gregor, terá que encontrar um meio de voltar a ser humano, ajudar seu amigo e descobrir o que é a famigerada “Torre” na qual uma voz em sua cabeça o informou. Não necessariamente nesta ordem.

É importante comentar que Metamorphosis é um jogo baseado no conto de Alemão de Franz Kafka. Em sua história, Die Verwandlung (A Metamorfose) de 1915, temos o protagonista Gregor Samsa que acordou transformado num inseto gigante. Diferente do game, Gregor tenta se adaptar a aquela vida de inseto diante de seus familiares, porém, a hostilidade deles fazem com que o inseto sofra constantemente e até morra por isso. Felizmente, no game, não há esse tipo de acontecimento, uma vez que o próprio passa a conviver com insetos e começa a entender como funciona a sua sociedade.

Uma ambientação bem intrigante

Por mais que Metamorphosis não tenha gráficos contemporâneos em comparação a jogos AAA, a sua ambientação num mundo de insetos está de parabéns. Aqui vemos todo uma produção bem pensada com o intuito de “como seria tal lugar numa visão de inseto”, como uma gaveta, armário e etc.

A forma que construíra cidades para os pequeninos e uma cultura em volta disso também está de parabéns. E claro, aproveitaram para aplicar criticas e situações irônicas como presenciamos no dia a dia: venda ilegal de drogas, lideres religiosos alucinando o povo e, claro, corrupção do sistema.

Já na parte auditiva, o jogo não tem lá muito destaque. A musica de fundo cai bem, porém, não é memorável. Talvez o destaque vai para a transmutação da voz de Gregor, já que inicia como de humano e sutilmente vai se deformando até ficar num tom mais de “inseto”.

Jogabilidade extremamente simples

Metamorphosis tem uma visão em primeira pessoa em que você é capaz de se deparar com as patinhas de Gregor se  movendo, enquanto anda. O jogo basicamente se baseia em andar, correr e saltar. As vezes, você consegue escalar algo com ajuda de algum grude que encontra no cenário ou é capaz de rotacionar engrenagens, mas no geral, o gameplay é deveras simples do começo ao fim.

O maior desafio é conseguir chegar aos seu destino, lembrando que tudo é enorme para um pequenino inseto. Deste modo, sempre é bom observar o mapa para se ambientar. As vezes ainda acaba sendo difícil.

Essa simplicidade as vezes faz com que a gente pensa como esse jogo poderia ter sido se houvesse mais coisas. Talvez mais atrativo? Ou repetitivo? É algo a ficar intrigado, já que a sua duração também é curta e faz com que essa simplicidade se encaixe bem, não quebrando a linha narrativa.

Metamorphosis

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Metamorphosis é uma experiência que vale apena ser conferida

Visual, ambientação e gráficos - 8
Jogabilidade - 7
Diversão - 7
Áudio e trilha-sonora - 7
Narrativa - 8

7.4

Bom

Metamorphosis está longe de ser "o jogo do ano", porém, apresenta uma narrativa bacana e leve, boa para acompanhar num final de semana. É aquele jogo que te prende a quebrar uma rotina de mundos abertos de inúmeras horas ou games de dificuldades extremas.

User Rating: Be the first one !

Anderson Mussulino

Publicitário louco por toda a cultura geek. Redator do Última Ficha e apaixonado por jogos que vem da terra do sol nascente.
Botão Voltar ao topo
Fechar