Análise: Headmaster é uma simples e divertida experiência no VR

O Brasil é o país do futebol e nós temos um dos povos mais apaixonados pelo esporte no mundo. Headmaster traz para o mundo da realidade virtual parte desse esporte através de uma experiência muito divertida.

Como já podem imaginar, e conferir no vídeo abaixo, o gameplay é focado no ato de cabecear a bola que é cruzada em sua direção. Para não se tornar algo simplório, você irá encontrar diversos alvos fixos e móveis a cada nova fase. Não só isso, mas você também encontrará diversos empecilhos a cada fase, como um goleiro, uma barreira, um tampão do gol e muito mais. Algo que também modifica o gameplay é que é possível receber bônus como uma bola dourada que dobra os pontos ou então uma bola gigante que acerta várias placas de pontuação ao mesmo tempo.

Uma rápida crítica vai para a precisão do cabeceio. Em certos momentos ele é super preciso, mas em outros é normal acabar isolando a bola. Porém, é difícil dizer se eu sou ruim de bola (o que sou na vida vida real) ou se faltou um pouco mais de polimento nessa mecânica.

Algo que surpreendeu muito foi o modo campanha. Ao invés de ser um jogo com desafios para marcar pontos, você deverá passar por fases que lhe ensinam o básico e acaba envolvido com muito humor. Existe uma voz que lhe guia a cada fase do seu treinamento e depois de certo momento começam várias trapalhadas com o equipamento e um segundo personagem aparece. Isso dá um toque de humanidade para o jogo e irá lhe tirar ótimas gargalhadas.

Por fim, posso falar da boa ambientação do jogo. Como já falei, o jogo é recheado de desafios. Todavia, existe uma ambientação bem feita para dar um ar de novidade à cada fase. Por exemplo, uma das fases é focada em uma piñata e depois de derrubarmos ela temos uma festa mexicana com zagueiros mariachis. Isso fica mais evidente no modo festa (multiplayer local) onde temos diversas ambientações para os jogadores disputarem entre si pelo melhor placar.

Conclusão

Headmaster é uma grata surpresa que se encontra disponível por um preço bem acessível. Embora ele não seja uma experiencia tão imersível, é recheado de desafios e bom humor. Com isso, acaba sendo tranquilo você tentar todas as fases. Além disso o modo multiplayer local também é bem envolvente e divertido.

{{

game = [Headmaster]

game = []

info = [Lançamento: 13/10/2016]

info = [Produtora: Frame Interactive]

info = [Distribuidora: Frame Interactive]

plataformas = [PS4]

nota = [4/5]

decisão = [Compra obrigatória]

texto = [Uma simples e divertida experiência de VR]

texto = [que pode incluir seus amigos]

positivo = [Humor]

positivo = [Modo história]

positivo = [Modo festa]

negativo = [Gameplay não tão preciso]

}}

Mostrar mais

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar