E3 2018 Preview – My Friend Pedro é o melhor indie da E3 e sua história começa no Brasil

Uma das coisas que eu gosto muito na E3 é que além de você visitar gigantes como a Nintendo, Microsoft, Sony e outros, é possível ver pequenos jogos que ninguém sabia nada deles e se surpreender muito positivamente. Indo na Devolver Digital nós vimos e jogamos o My Friend Pedro que é um jogo muito bom e irá surpreender a muitos.

Mas antes de falar do jogo em si, vou contar uma historinha. Ao entrar no trailer para ver o jogo com o desenvolvedor (Victor), nosso contato da Devolver falou para o Victor que éramos brasileiros e que ele sabia falar português. De imediato o Victor começou a falar várias palavras em português que gringo sabe falar como churrasco, cerveja, samba, joelho e por ai vai. Ai conversando com ele, entendemos que sua namorada é brasileira e que ele morou 10 meses no Brasil, mais precisamente na Lapa no Rio de Janeiro. E a namorada dele falava muito de um amigo Pedro e sempre ela falava algo como “Meu amigo Pedro….”. Depois de ouvir tanto deste Pedro, Victor resolveu batizar o jogo de My Friend Pedro! Quase um jogo brasileiro, certo?

Além dessa história bacana, vale pontuar que Victor é o único desenvolvedor neste jogo. Ele trabalhava na Media Molecule no desenvolvimento de Little Big Planet 1, 2 e Tearaway. Em 2015 ele resolveu sair investir em jogos indies (e na caipirinha da Lapa). Ok, chegou a hora de falar do jogo, certo?

My Friend Pedro é uma mistura entre Ballet de tiros com Deadpool. Tirando o humor de Deadpool, My Friend Pedro é uma representação perfeita do anti herói. Sua ideia começa muito simples, você terá que andar em um mundo 2D de plataforma onde deverá matar muita gente má. Porém, será possível desacelerar o tempo, fazer pulo duplo na parede, ricochetear os tiros, chutar objetos contra seus inimigos, chutar a cabeça de inimigos mortos contra eles, explodir um barril explosivo e muito mais. Como falei acima, é um Ballet este jogo, mas claro, com muito tiro e morte envolvida.

Porém, não será somente andar para a direita e matar os inimigos. O jogo irá ter dual wield e será possível mirar para cada lado ao mesmo tempo. Com isso você deverá planejar bem seus movimentos contra o próximo grupo de inimigos para otimizar seu ataque e encadear o maior número de mortos. As fases também possuirão alguns puzzles que o farão pensar como deverão passar daquela parte, assim como deverão ficar espertos para não serem surpreendidos. E para quebrar uma monotonia inexistente, será possível, por exemplo, andar de Skate que lhe dará mais uma possibilidade de matar e/ou atordoar seus inimigos. Também veremos fases onde você pilotará uma moto e deverá acabar com seus inimigos.

My Friend Pedro nos surpreendeu muito tanto por suas histórias como por sua qualidade e mal vemos a hora de podermos jogar sua versão final. Ele será lançado em 2019 para Nintendo Switch e PC.

Mostrar mais

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar