Novas atualizações de Rainbow Six Siege são anunciadas nas finais da Pro League

As finais da Rainbow Six Pro League aconteceram no último fim de semana, na Jeneusse Arena, no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, e trouxeram novidades para os fãs do jogo. Além de assistirem de perto o título conquistado pela G2 Esports sobre a FaZe Clan, o público pode acompanhar em primeira mão detalhes sobre a “Operation Wind Bastion”, que revelou novas atualizações do jogo.

Entre as maiores novidades estão o anúncio de novos uniformes do “Programa Piloto” e dois novos operadores de defesa e ataque do jogo: Kaid e Nomad, respectivamente, além do mapa Fortaleza, novo cenário de disputa.

O Programa Piloto foi anunciado em junho e consiste no compartilhamento de receitas com base em itens específicos dentro do Rainbow Six Siege. O programa proporciona às organizações receitas adicionais diretamente do jogo para ajudar a promover um ambiente mais estável e profissional. No geral, 30% da receita líquida dos itens selecionados são redistribuídos para as equipes que integram o projeto (PENTA Sports, Team Vitality, Evil Geniuses, Rogue, SK Gaming, mousesports, FaZe Clan, Team Liquid, Ninjas in Pyjamas, Immortals e Fnatic).

Outra mudança revelada foi o número de rounds das partidas na temporada regular da Pro League. Agora, serão no máximo 12 disputados, sendo seis no ataque e seis na defesa. A equipe precisa fazer sete pontos para vencer.  As finais de temporada continuam sendo MD3 (melhor de três mapas), com possibilidade de prorrogação (overtime).

O Rio de Janeiro foi palco para outras revelações: a data, local e premiação mínima do Six Invitational. A competição acontecerá em Montreal, no Canadá, em fevereiro, e terá como prêmio mínimo 1 milhão de dólares.

Os anúncios foram feitos diante da Jeneusse Arena lotada, antes da grande decisão da oitava temporada da Pro League. O fim de semana intenso de disputas colocou oito equipes em busca do título e da premiação total de 275 mil dólares.

Evil Geniuses e Rogue (EUA), G2 Esports e Mock-it (Europa), Nora-Rengo e Fnatic (Ásia-Pacífico) e FaZe Clan e Immortals, representantes brasileiras, se destacaram nas etapas regionais e foram ao Rio e Janeiro em busca do troféu.

Enquanto a Immortals foi eliminada nas quartas de final, a FaZe chegou à grande decisão, mas perdeu por 2 a 0 para a G2 e viu o título escapar.

Com o resultado, a G2, antiga PENTA Sports, ficou com seu primeiro título da Rainbow Six Pro League (a antiga Penta já havia conquistado três), totalizando três grandes títulos no ano para a lineup: Six Invitational, Six Major e Pro League. A final da última edição da Rainbow Six Pro League havia acontecido em maio, em Atlantic City (EUA) , e teve como vencedora a brasileira Team Liquid.

Após pausa de duas semanas, as equipes brasileiras voltam a jogar pelo Brasileirão Rainbow Six, no dia 9 de dezembro, pela continuação da quarta rodada.

Mostrar mais

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar