Análise: Unruly Heroes traz o saudosismo dos jogos de plataforma com uma pegada mais moderna

Falar de um jogo plataforma sempre é algo difícil com tantas referências já consagradas, mas é inegável que a desenvolvedora Magic Desing Studios fez um bom trabalho na construção de seu jogo  Unruly Heroes. Inspirado pela história do conto chinês “Jornada ao Oeste” (Journey to the West) -conto o qual inspirou o manga/anime Dragon Ball e seu protagonista Goku -, o jogo é muito bem ambientado com uma arte incrível e uma ambientação musical da aventura dos seus quatro heróis enfrentando os mais diversos inimigos e desvendando os puzzles do jogo.

O JOGO

Durante o jogo você poderá controlar qualquer um dos quatro heróis principais do jogo, o macaco Wukong (ou Goku caso prefira), o bruto Sandmonk, o porco Kihong e o sábio Sanzang, sendo que cada um deles possui a sua própria movimentação e ataques. Isso traz uma gameplay diferente para cada pessoa que estiver jogando já que você pode usar o personagem que mais combina com a sua gameplay e utilizá-lo pela maior parte do tempo no jogo. Essa é uma estatística interessante que é mostrada a cada final de fase, o quanto você utilizou cada personagem para passar daquele nível.

Mesmo que você utilize um personagem específico durante todo o jogo, em alguns momentos você precisa utilizar as habilidades de outros para passar os obstáculos e puzzles que vão aparecendo durante o jogo, por exemplo, o Wukong tem a habilidade de criar pontes de energia para passar por um pântano ou um caminho cheio de espinhos enquanto que os outros personagens nada podem fazer, já que não é possível avançar no jogo sem usar essa habilidade.

Durante o caminho você encontrará diversos inimigos e também aliados, principalmente a deusa que lhe auxilia na descoberta de novas habilidades que os personagens precisarão para desvendar os puzzles. Porém, um dos pontos que poderiam ser mais bem explorados nesse jogo é o fato de que ele se baseia em uma história real mas não se aprofunda tanto nas histórias deles, a interação entre os personagens é mais focada em uma conversa informal ou ameaçadora entre os personagens principais e os secundários, o que não acrescenta muita coisa a história do jogo.

A jogabilidade do jogo é bem simples, os tutoriais são bem rápidos e sempre são colocados em momentos do jogo que você pode treinar esses movimentos já que com certeza você vai precisar deles para passar das fases no futuro. A fluidez como isso é passado, não atrapalha em nada a experiência do jogo. Basicamente cada botão aplica um ataque que varia se está executado no ar ou no chão, alguns personagens possuem pulo duplo e outros a habilidade de planar por instantes, e conforme você vai derrotando inimigos o seu personagem adquire mana para executar um especial e que é de grande utilidade principalmente nos “chefões”.

O sistema de vidas do jogo é bem peculiar, já que a cada vez que você morre um personagem é excluído da sua lista de utilização naquele momento, mas você pode dar prosseguimento a fase com outro, e depois de alguns momentos uma bola de energia com a alma do personagem aparece na tela e ao dar um golpe nela o personagem volta a ficar disponível na sua lista. Isso faz com que o jogo não tenha um contador de vidas para terminar uma fase ou até um “continue”, apenas pequenos check points durante cada fase. A troca de personagem pode ser feita a qualquer momento durante o jogo ao apertar o L1, caso você esteja usando um controle de PS4, quantas vezes você quiser.

Modo online

Além do modo tradicional no estilo plataforma, Unruly Heroes também tem um modo de batalha todos contra todos com alguns mapas e itens surgindo que usa bem as mecânicas dos personagens mas ainda pode ser melhorado para que fique mais atrativo. Sendo o principal ponto a adição de novos personagens, já que o jogo está cheio de inimigos que você derrota pelo caminho e que poderiam adicionar bastante a este modo de jogo. Outro ponto que ainda não foi confirmado pelo desenvolvedora é se poderemos jogar o modo “Aventura” do jogo com coop online, o que seria incrível! O jogo já possui um coop local mas, por já oferecer o modo batalha online, fica um gostinho de quero mais para o modo aventura.

CONCLUSÃO

Se você estava procurando um jogo novo no estilo plataforma para se divertir  (e passar raiva em alguns momentos, HUE) Unruly Heores é uma grata surpresa! Sua arte é incrível e caso receba um modo coop online e melhorias no modo de combate online com futuras expansões o jogo pode ficar melhor ainda. Existe muito espaço para desenvolver a história e como o jogo será lançado em diversas plataformas você não pode perder a chance de entrar no mundo desse jogo!

notas

Publicado
Um grande pinador dos FPS que acompanha eSports e finge saber das coisas. Saudosista dos consoles da Sega, formado em Adminsitração e com curso Pokémon de inglês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *