Stadia, o “console” da GOOGLE, será 100% digital e fará streaming a 4K

Hoje durante a apresentação da Google na GDC 2019, ela apresentou seu “console de entrada” no mundo dos Games, o Stadia. Assim como muitos rumores indicavam, esse será um “console” 100% digital e rodará jogos via stream. Ou seja, Stadia na verdade não será um console, mas sim um serviço de streaming, tipo Netflix, onde contará com os servidores parrudos da Google para rodar os jogos em qualquer lugar.

Quem fez o anuncio oficial durante a DGC foi Phil Harrison, ex executivo da Sony e Microsoft. De acordo com ele, o Stadia marca a nova geração de consoles que não virá em uma caixa. A diferença entre esse serviço da Google e outros que já existem, como por exemplo a PS NOW, é que nunca ninguém fez um investimento tão grande quanto a Google fará em streaming.

Ano passado foi bem divulgo o projeto piloto do Stadia (chamado na época de Project Stream) que rodou Assassin’s Creed Odyssey no web browser da Google. Eles ficaram impressionados com o resultado desse teste e estarão trazendo todo o know how para o Stadia.

Harrison também disse na apresentação que o processo será muito simples de clicar e jogar, oferecendo acesso instantâneo para a diversão. Como exemplo, ele disse que seria possível assistir um vídeo no youtube e no final poderia ter um botão de “jogue agora” e pronto, você instantaneamente estaria jogando esse jogo.

Como falado acima, a ideia inicial do Stadia é de transmitir os jogos a fluidos 60fps e 4K em TV’s, celulares, notebooks, tablets e tudo que tiver uma tela. Posteriormente eles estarão focando em trazer 8K e 120fps.

Durante a apresentação foram faladas algumas especificidades do Stadia. A primeira é que será possível jogar com qualquer controle, mas logicamente a Google estará colocando no mercado um controle desenvolvido por eles que será chamado de Stadia Controller.

Esse controle terá um botão de captura que irá compartilhar diretamente com o Youtube e também terá um assistente Google que ativará o microfone ao jogar o jogo e será possível pedir ajuda específica sobre o jogo. Essa segunda funcionalidade ficará a cargo do produtor de cada jogo inserir as informações.

Outra coisa que foi mencionada é a potência do Stadia. Hoje o PS4 Pro conta com 4.2 teraflops e o Xbox One X conta com 6.0 teraflops. O Stadia vira com 10.7 teraflops sendo um console muito mais poderoso. Quem está ajudando a construir essa máquina para a Google é a AMD, que produz atualmente os processadores do PS4 e Xbox One.

E que jogos esse monstro irá rodar? Durante a apresentação foi mostrado o Assassin’s Creed Odyssey, lançado no ano passado, e também mostraram ninguém menos do que DOOM Eternal. Sobre DOOM, Marty Stratton, produtor da iD Software disse que o jogo rodará a 60FPS 4K no Stadia e que eles demoraram algumas poucas semanas para fazer o jogo rodar nele. Harrison complementou dizendo que o Stadia irá suportar cross-platform play.

Já o CEO da Google Sundar Pichai, demonstrou toda a base instalada de servidores ao redor do mundo que conta com mais de 200 instalações em todo mundo, incluindo o Brasil.

Infelizmente as informações sobre o lançamento do Stadia, nem sobre seu preço ou os preços dos jogos são escassas. Ele será lançado ainda nesse ano nos EUA, Canadá, Reino Unido e alguns países da Europa. Um detalhe adicional que foi revelado, é que precisará de 25 mpbs para fazer o stream limpo a 4K 60 fps.

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar