FaZe Clan e Immortals serão os representantes do Brasil nas finais da Pro League de Rainbow Six em Milão

Estão definidos os dois representantes do Brasil nas finais mundiais da nona temporada da Pro League, que acontece nos dias 18 e 19 de maio, em Milão, na Itália. Na última quarta-feira (24), FaZe Clan e Immortals garantiram as suas vagas, durante a última rodada da região latino-americana, para a competição que reúne os melhores times de Rainbow Six do mundo na atualidade.

A classificação veio após a vitória da Team Liquid sobre a Ninjas in Pyjamas, que também disputava uma vaga para Milão. Os Ninjas precisavam de um resultado positivo sobre a Liquid, mas foram derrotados por 7 a 3 e perderam a chance de chegar ao mundial.

Com isso, Immortals e FaZe se garantiram nas finais da Pro League e o confronto entre as duas, que encerrou a rodada, deu o primeiro lugar da competição para a FaZe após a vitória por 7 a 5 sobre os Imortais. Os dois times repetem o feito alcançado durante a temporada passada, quando ambos também foram os dois representantes brasileiros nas finais mundiais do torneio sediado na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro. Na ocasião, a equipe de Jayme “Cyber” Ramos foi eliminada nas quartas de final. A FaZe, no entanto, alcançou a decisão e passou perto do seu primeiro título internacional ao ser derrotada pela europeia G2 Esports.

Os brasileiros se juntam aos outros seis representantes classificados nos torneios regionais: Team Empire (Europa), Evil Geniuses (América do Norte), Fnatic (Ásia-Pacífico), LeStream Esport (Europa), DarkZero Esports (América do Norte) e Nora-Rengo (Ásia-Pacífico). Os oito participantes disputarão a premiação total de 167 mil dólares. O torneio será disputado no formato de eliminação simples com partidas MD3 (melhor de três).

Apesar de terminar na primeira posição da região LATAM, o início de campanha da FaZe preocupou os fãs da organização. O time oscilou nos primeiros sete jogos do torneio e terminou o primeiro turno longe das primeiras posições. Porém, após a pausa da competição durante o mês de fevereiro, a equipe voltou a mostrar a sua força e conseguiu sete vitórias seguidas.

Para Leonardo “Astro” Buzzachera, a ida para Milão ficará marcada pela superação do time: “Essa foi uma temporada muito difícil. Depois da primeira parte, estava quase impossível de nos classificarmos, mas fizemos um ótimo segundo turno com sete vitórias em sete jogos e ficamos muito felizes em poder participar de mais um grande campeonato”.

A Immortals, por sua vez, fez uma campanha sólida do início ao fim. O time mostrou grande evolução nesta temporada e, até o confronto diante da rival FaZe válido pela última rodada do campeonato, ainda não havia perdido. Foram 13 rodadas de invencibilidade que deixam a equipe com moral para a disputa no próximo mês.

Se depender do histórico brasileiro, os torcedores de FaZe e Immortals podem se animar. Nas últimas cinco edições da competição, o país chegou em quatro finais.

Em 2017, a Black Dragons passou perto em duas oportunidades: em maio, na Polônia, os Dragões ficaram com o vice-campeonato após perderem para europeia PENTA na decisão. Em novembro, com a MAX5, em São Paulo, a BD chegou novamente na final, mas foi derrotada pelos finlandeses da ENCE.

Já em 2018, o país conquistou o seu primeiro título mundial, em Atlantic City, nos Estados Unidos. A Team Liquid surpreendeu e derrotou a multicampeã PENTA, após uma virada épica na decisão. Na última edição da competição, disputada no Rio de Janeiro, a FaZe Clan, empurrada pela torcida brasileira que esteve em peso na Jeunesse Arena, colocou o país em mais uma final, mas não conseguiu superar os europeus da G2 Esports.

ReD vence, mas disputará o Relegation

A última rodada da região latino-americana da Pro League também contou com uma briga acirrada na parte de baixo da tabela de classificação. A ReD DevilS venceu a paiN por 7 a 4, mas terá que disputar o Relegation – partida contra o segundo colocado da Challenger League, liga de acesso para a Pro League – para saber se continuará na elite do Rainbow Six.

Quem escapou foi o INTZ, que conseguiu o empate com a Black Dragons em 6 a 6 e chegou aos 13 pontos, mesmo número da ReD. Os Intrépidos, no entanto, levaram vantagem sobre a adversária nos critérios de desempate.

Confira a classificação final da nona temporada da Pro League LATAM:

Mostrar mais

Pedro Nogueira

Formado em Administração e em GunZ: The Duel. Nogueira une estas duas formações para administrar de forma única suas skills em jogos de tiro, adquiridas em anos jogados fora jogando The Duel. Além da supremacia em jogos de tiro, Nogueira é fã de jogos com história bem trabalhada e tem no sangue as habilidades de Dominic Toretto para jogos de corrida.
Botão Voltar ao topo
Fechar