Top 5 games transgeracionais

Há quem torça o nariz para as informações recentes de que muitos jogos lançados nos próximos anos serão games transgeracionais – lançados para plataforma atual e para a próxima. Isso normalmente indica que esses títulos não vão aproveitar todo o potencial dos consoles de nova geração, mas por outro lado também faz com que pessoas que ainda não compraram os novos dispositivos possam experimentar as mesmas (ou similares) experiências. Eu me apego mais ao segundo ponto, sempre otimista… Quanto mais gente jogando, melhor!

Para homenagear esses ambiciosos games, que tem como objetivo introduzir novas tecnologias sem deixar a base de fãs papando mosca, trouxe uma lista dos meus 5 favoritos games trans da última troca de gerações:

Titanfall

Em 2014 a EA lançou um grande FPS (tiro em primeira pessoa) para bater de frente com os títulos mais consagrados do gênero. Titanfall reuniu pulo duplo, caminhada na parede, slides e mechs tudo em um grande jogo competitivo multiplayer. O game inclusive ganhou uma sequência exclusiva para a geração atual que é considerado entre muitos gamers e críticos como o melhor FPS da geração 8.

Platformas: Xbox 360, Xbox One, PC

 

Battlefield 4

Esse tem um lugar especial no meu coração. Foi o primeiro jogo AAA que joguei para a nova geração, assim que um amigo buscou seu PS4 trazido via método muamba por uma amiga sua. Usando a mais nova versão da engine Frostbite (a terceira), Battlefield 4 conseguiu trazer mapas enormes, tiroteio frenético e muito objetos quebráveis, batendo de frente com Call of Duty nesse início de geração. Essa disputa se acirrou e marcou grande parte da atual geração. Qual você prefere? COD ou BF?

Platformas: PS3, Xbox 360, Xbox One, PS4, PC

Assassin’s Creed: Black Flag

Esse título da franquia Assassin’s Creed transferiu a base do personagem para um navio e introduziu de forma bem executava combates navais e conquista de território. Apesar de fugir da, até então, linha do tempo da história da série e contar com uma trama um tanto genérica, Black Flag agradou muitos fãs e críticos pelo gameplay redondo, otimização e as divertidas investidas no mar do Caribe.

Platformas: Wii U, PC, PS3, Xbox 360, PS4, Xbox One

Dragon Age: Inquisition

Uma das séries mais queridas ao longo da sétima geração retornou exatamente durante a chegada da oitava com um excelente jogo transgeracional. O RPG contou com regiões vastíssimas, muitas opções de personalização, combate redondo e dezenas e mais dezenas de horas de gameplay. Sem dúvidas um dos maiores e melhores do gênero para a sétima geração, tirando o seu máximo enquanto que introduziu a oitava com personalidade para o futuro. Ganhou diversos prêmios de jogo do ano.

Platformas: PC, Xbox 360, PS3, Xbox One, PS4

Destiny

Talvez Destiny seja um dos mais importantes jogos da atual geração. Polêmico, com fãs assíduos e haters de carteirinha, Destiny introduziu de forma definitiva o gênero de loot MMO nos videogames e na gama de jogos AAA, para o bem ou para o mal. Sua desenvolvedora, Bungie, conhecida e popularizada por ter trabalhado de forma primorosa na série Halo, entregou ao mundo um dos jogos mais jogados dos consoles nos últimos anos, influenciando alguns outros títulos que vieram em sequência e a atualização de muitos já lançados.

Platformas: Xbox 360, PS3, PS4, Xbox One

Estamos nos encaminhando para o fim da oitava geração. Quais jogos vocês esperam que sejam transgeracionais? Há muitos boatos correndo pela internet. Há quem acredita que The Last of Us Part II será um deles, outros apostas em Death Stranding. Muitos ainda tem a esperança de uma surpresa com o próximo Elder Scrolls, apesar da desenvolvedora já ter confirmado ser um jogo de geração 8. Podemos ter ainda surpresas de verdade, que nem sabemos seus nomes. Infelizmente, enquanto ainda estamos meses, talvez ano, longe da próxima leva de consoles, só resta torcer e esperar.

Publicado
Ricardo Carvalho é escritor, político e filósofo de sofá, cineasta frustrado e ativista pela aceitação mundial de que videogame é arte. facebook.com/oficialricardocarvalho, twitter.com/perfilricardoc, instagram.com/perfilricardoc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *