[Hands-on] The Legend of Zelda: Link’s Awakening a perfeita experiencia nostálgica!

Na E3 pudemos jogar a demo de 15 min de The Legend of Zelda: Link’s Awakening. Quando o remake foi anunciado, ficou claro que a ideia principal era trazer o game para época atual com gráficos atualizados, contudo mantendo cada pedacinho da essência que fez esse game magnifico em primeiro lugar. Se você é do tipo nostálgico, e, gostou desse game anteriormente, você vai amar ele agora! Muita Nostalgia Nintendo? Sim, um grandioso e feliz sim!

Perfeita e pura Nostalgia

O jogo começa exatamente no início do game (anterior). O momento em que Marin começa a conversar com o recém acordado Link, tudo veio a minha memória. Todo os diálogos e todos os detalhes do ambiente estão ali. Do xarope na cabaninha dela até Tarin virando um guaxinim. O amor e cuidados tomados na criação desse título é de tirar o folego. Pegar sua espada que estava na praia, usar o escudo para defletir. Tudo parece inspirado no original, ainda mais polido e responsivo.

Um upgrade perfeito que que traz o melhor do passado

Fomos capazes de chegar até a primeira dungeon. Infelizmente o tempo limite acabou. Todo NPC, cada pequena quest e a posição de inimigos, estão ali. Amamos o quanto isso relembra o original mas continua a surpreender em como fluído o gameplay é sentido. The Legend of Zelda: Link’s Awakening verdadeiramente traz o melhor de um clássico e mistura com a tecnologia atual. Nós não poderíamos estar mais ansiosos pelo que a Nintendo fez com esse game da franquia The Legend of Zelda!

Mostrar mais

Paulo Everton

Gamer, Gaymer e muito orgulhoso! Descobri os videojogos com 7 anos de idade, de lá para cá foi uma ladeira sem fim, horas gastas em frente a televisão e muita, mas muita mesmo, história para contar, vivi tantas vidas quanto consigo me lembrar, e quer saber? É muito bom não ser a si mesmo!
Botão Voltar ao topo
Fechar