Análise: Risk of Rain 2 chega ao Switch

Franquia finalmente foi lançada para os consoles

Risk of Rain 2 é desenvolvido pela talentosa Hopoo Games e foi lançado em meados de 2013. O que pela capa parecia mais um roguelike em meio a tantos, se tornou um hit, um sucesso entre amigos por conta de seu fator cooperativo. Quase 6 anos depois, Risk of Rain 2 foi lançado em acesso antecipado na Steam e chega agora para os consoles.

Logo de cara, velhos jogadores vão saber qual é a grande novidade de Risk of Rain 2: o 3D! O jogo anterior tinha um visual muito mais retrô, em 2D, com pequenos desafios em plataforma e desvio de projéteis – lembrando bastante jogos como Terraria em sua jogabilidade e batalhas. Com essa mudança, o jogo não só se torna muito mais complexo como também convida novos jogadores a franquia.

Risk of Rain 2

Em Risk of Rain 2 temos um roguelike clássico, muito bem balanceado e com um belo senso de humor. Você irá escolher seu herói e cair direto na ação! A dinâmica dentro de cada mundo é igual: mate monstros para conseguir dinheiro, abra baús para conseguir novos itens e equipamentos, ative o portal para chamar o Boss do mapa, derrote-0 e siga para o próximo mundo. Parece simples, mas a estratégia começa logo quando você coloca o pé no primeiro mundo. Isso graças ao fator de dificuldade do jogo que é totalmente ligado ao tempo que você está vivo. Quanto mais tempo jogando mais difícil o jogo irá ficar, mais inimigos aparecerão, os próprios chefões podem simplesmente brotar na sua frente sem você ter encostado no portal.

Lembrando que como em qualquer roguelike, sua morte significa começar tudo de novo. Ou seja, para um jogo te motivar a morrer e recomeçar a todo instante ele tem que ter algo a mais, não é mesmo?!

Evolução do jogo

Seguindo sobre o trabalho da Hopoo Games, mesmo com tantas mudanças na engine e gameplay do jogo, velhos jogadores se sentirão em casa. Tanto a dinâmica do jogo quanto sua essência permanecem na sequência. Personagens pequenos em um mundo muito grande com grandes paredes e cheio de monstros enormes. O movimento e o combate são um pouco mais complexos, já que agora é um jogo de tiro em terceira pessoa. Mas temos heróis para todos os gostos, aqueles com boas miras serão recompensados com grandes danos e aqueles que não querem se preocupar com esse lance de mirar, temos personagens como a Caçadora empunhando um arco que acerta seu inimigos só de você apontar para a direção (claro que isso não vem de graça e você terá menos vida que os demais para focar nos seus saltos e fintas).

Novidade

Além disso uma ótima adição que faz com que você sinta o carinho de seus criadores é que quase todos os itens que você pega (e são muitos!) aparecem equipados em seu personagem. Ao final de sua jornada você terá um personagem bem diferente do que começou.

Uma das coisas mais legais do jogo são estes itens. Sempre muito criativos e engenhosos, em pouco tempo você terá seus favoritos e irá vibrar quando conseguir o combo que cai melhor com seu estilo de jogo. Eles vão desde mais dano aos chefes até pulos duplos, choques automáticos nos inimigos ao seu redor ou cura para seus aliados. Combinar com seus amigos a função de cada um é quase que primordial para sobreviver depois de algum tempo passado.

Ainda para agradar os mais exigentes, o artista responsável pela trilha-sonora do primeiro jogo, Chris Christodoulou, retorna fazendo o que parecia difícil: melhorar ainda mais as músicas que embalam o caos organizado de Risk of Rain 2.

E Rogue Like tem graça?

Você pode estar se perguntando. Temos algumas respostas para te ajudar nessa pergunta super pertinente.

  1. O jogo nunca é o mesmo. Toda sua ordem, inimigos e chefões são gerados de maneira aleatória. Até mesmo os cenários tem suas modificações por mais pequenas que sejam.
  2. A cada nova “run” você conseguirá novos itens que irão começar a aparecer com mais frequência a cada partida. Fazendo com que sua estratégia e combinações fiquem cada vez mais interessantes.
  3. Entender os padrões de seus inimigos e como reagir a cada tipo de ataque é um exercício que sempre me fez querer ficar melhor nesses tipos de jogos. Os vídeo-games nasceram da ‘tentativa e erro’ e o estilo Roguelike traz exatamente esse sentimento.
  4. Jogar com amigos é simplesmente fantástico!

Diferentemente da jogatina no PC, jogar no Switch pode ser um pouco frustrante no início. Isso se dá ao fato do jogo contar com uma mira apurada para matar inimigos a longa distancia e movimentos rápidos de câmera para se safar dos perigos.

Como é jogar no Switch? Dicas…

Com isso algumas dicas podem ser interessantes:

  • Não tenha medo de jogar no fácil! A dificuldade de Risk of Rain 2 está diretamente ligada a velocidade a qual a barra de dificuldade do jogo se movimenta. Jogar no fácil não significa chegar mais longe, você simplesmente terá mais tempo para desperdiçar pelo mundo. Jogar com tranquilidade e conhecer todas as mecânicas do jogo é essencial para a curva de aprendizagem e torna o processo muito menos frustrante.
  • Você será obrigado a jogar com o Commando no início mas em pouco tempo começará a abrir outros personagens. Alguns personagens exigem menos da mira certeira. Assim que você terminar os 3 primeiros mapas sem morrer, liberará Huntress – que tem flechas com mira automática, sem precisar mirar exatamente no inimigo. Conheça os personagens e use aquele que se adapta melhor a sua jogatina.
  • Abuse de itens com danos em área como o Ukelele e o Will-o’-the-wisp. Isso ajudará a limpar os inimigos mais rápido sem precisar mirar em todos.
  • Mude a opção de comandos padrão do jogo! Eu achei simplesmente sofrível as opções de botões que o jogo propõe logo de cara. Grazadeus, eles deram a opção de mudar todos as ações para qualquer botão que você queira. Eu coloquei um padrão meio FPS (apesar de o jogo não ser), colocando o pulo nos botões de gatilho do lado esquerdo e o tiro nos gatilhos do lado direito. Deixando os botões para os poderes em geral.

Gostou do jogo até aqui? Clique AQUI e garanta já o seu jogo na loja brasileira da Nintendo.


Ajude o ÚltimaFicha de forma gratuita, clique aqui e inscreva-se no nosso canal do Youtube


Risk of Rain 2 no Switch

Gráficos e Animações - 8.5
Ambientação e som - 9.5
História - 8
Gameplay - 8.5
Replay - 9

8.7

Um Rogue-like para os fortes!

Risk of Rain 2 é um ótimo jogo e a chegada aos consoles é um motivo de comemoração, tanto para a Hopoo Games quanto para os gamers. O port poderia ter tratado com mais cuidado a questão dos controles e de funcionalidades para o joystick. Talvez dar uma opção de aim-assist resolveria parte do problema, porém o fato de liberar a configuração dos controles já é alguma ajuda. O jogo funciona bem no Switch e a queda de FPS em estágios mais avançados e com um "mar de inimigos" na tela não deve ser visto como um ponto negativo para o híbrido, já que no PC isso também ocorre ocasionalmente. Uma compra interessante para fãs da franquia que agora podem jogar em qualquer lugar que seja.

User Rating: 4.45 ( 1 votes)

Mostrar mais

Bruno Degering

Gamer há tanto tempo que usa consoles como referência cronológica para lembranças de sua vida. Amante de Mega Man, Resident Evil e Warcraft. Se gaba por ter zerado Battletoads aos 9 anos mas abandonou Bloodborne com 26.
Botão Voltar ao topo
Fechar