Red Dead Redemption 2 no PC: ainda está um caos?

Testamos com todos os updates até o dia 26 de novembro instalados

Recebemos em nossa redação uma cópia de Red Dead Redemption 2 para PC há alguns dias. Mas como disse nesta matéria, o teste e o feedback para a comunidade não seria de imediato devido aos infinitos problemas e descasos no lançamento do jogo.

Para se ter uma noção, mesmo com todos os updates instalados até o último sábado (23 de novembro) eu tive um crash de imediato, ao tentar jogar após a instalação do patch e outro crash nos primeiros 5 minutos de jogatina.

Hoje, ao chegar em casa, me deparei com outro patch, de cerca de 3GB, e resolvi dar mais uma chance para o título. Que fique claro, Red Dead Redemption 2 é um dos melhores jogos de toda a geração. Seu lançamento nos consoles foi impecável, desde conteúdo, gameplay, gráficos e desempenho.

É sabido que os ports para PC da Rockstar são terríveis, verdadeiros pesadelos. Quem lembra do fiasco que foi GTA IV para PC quando lançou? Mesmo sabendo da fama da Rockstar neste quesito é inadmissível que uma empresa deste tamanho, com o tempo de lançamento das versões de console para a versão de PC, lance um jogo por mais de 200 reais com um desempenho patético como foi o de Red Dead Redemption 2.

Mas dos problemas todos já sabem. Diversos sites reportaram os mais diversos problemas e criticaram pesadamente a Rockstar por isso. Os dias se passaram, GBs e GBs de patchs foram lançados e a promessa da Rockstar é de que o jogo está melhor e vai continuar melhorando através de futuros patchs.

E realmente temos um jogo mais polido. O patch de hoje me fez jogar sem nenhum crash inesperado. A melhor e constância nos frames por segundo também melhoraram. Ainda longe de um título produzido por uma empresa do tamanho da Rockstar/Take Two, onde o desempenho é otimizado ao máximo para que seus jogadores possam ter a maior quantidade de frames e de gráficos no máximo. Mas, temos um jogo jogável, sólido e belíssimo.

O que já era incrível nos consoles alcança um novo patamar nos computadores. Claro que isso tem um preço, e um preço caro. Para se ter uma ideia, a própria NVIDIA diz que não será possível jogar com uma 2080Ti em 4K com as opções no ultra. Mas para se ter gráficos de console ou até melhores você não precisa ir nem próximo do ultra. As opções mais modestas já vão te proporcionar um dos melhores gráficos que temos disponíveis no momento.

Mas e ai Pedro, eu escolhi esperar. Não paguei 200 reais em um jogo cheio de problemas, mas também não tive a oportunidade de jogar nos consoles. Tenho muita vontade de jogar, o que eu faço? Vale a pena?

Pergunta difícil. Eu sou bem reativo com empresas que não tem como foco a qualidade do produto que entregam. Elas pecam no principal: satisfazer seus consumidores. Por outro lado, o jogo é fantástico. Sua história é gigantesca e extremamente bem produzida. Pensada capítulo à capítulo, casa por casa, prostíbulo por prostíbulo. A Rockstar tem crédito, afinal nos últimos anos ela nos entregou GTA V e Red Dead Redemption 2, dois jogos enormes e marcantes.

A minha resposta? Sim, caso você não tenha jogado nos consoles vale a pena investir agora no jogo. Ouso dizer que esperaria a primeira promoção que tiver, talvez agora na Black Friday ou no Natal. Não julgo quem compre agora, pós patches, para poder curtir o jogo de uma vez. Tenho pena de quem fez a pré compra ou pagou caríssimo nas versões especiais e, somente agora, vai conseguir jogar sem problemas.

Red Dead Redemption 2 tem tudo para ser tão marcante no PC quanto foi nos consoles. Rockstar e Take Two, não descansem até que o jogo tenha alcançado a perfeição do polimento. Estamos falando de um alto investimento para seus fãs e de um título ímpar na indústria, que não deve ser manchado por preguiça e falta de comprometimento. Parabenizo-os pelas ultimas atualizações e espero que continuem com o trabalho para que seus jogadores fiéis não se decepcionem!

Pedro Nogueira

Formado em Administração e em GunZ: The Duel. Nogueira une estas duas formações para administrar de forma única suas skills em jogos de tiro, adquiridas em anos jogados fora jogando The Duel. Além da supremacia em jogos de tiro, Nogueira é fã de jogos com história bem trabalhada e tem no sangue as habilidades de Dominic Toretto para jogos de corrida.
Botão Voltar ao topo
Fechar