Free Fire terá liga brasileira e mundial de 2020 no Brasil

Garena correspondeu ao crescimento nacional de Free Fire em 2019, com o anúncio da liga brasileira e do mundial 2020 que vai ocorrer no Brasil

Numa coletiva com a imprensa que ocorreu nesta sexta-feira (24/01/2020), a Garena trouxe as maiores novidades de Free Fire para o ano de 2020 em relação ao cenário competitivo, principalmente focado no nacional. O primeiro grande anúncio que foi realizado é a implementação de uma liga brasileira contendo série A, B e C.

A liga brasileira de Free Fire funcionará da seguinte maneira:

  • Série A – A principal da competição contará com partidas semanais e presenciais que ocorrerão num ambiente feito especialmente para isso: O Estúdio 1 dos Estúdios Quantas, em São Paulo.
  • Série B – No momento ainda não terá o funcionamento desta série, pois ela será composta dos times da série C que se destacarem e subirem de nível.
  • Série C – Aqui é onde o bicho pega! Vários times vão se enfrentar em busca de subir na classificação a série B e posteriormente competir pela tão sonhada série A.

Abaixo pode conferir um vídeo disponibilizado pela Garena que explica com maiores detalhes o funcionamento da séries.

Por último, e não menos importante, foi anunciado que o mundial de Free Fire ocorrerá novamente no Brasil.

Em 2019, a Free Fire World Series trouxe pela primeira vez em terras brasileiras os 12 melhores times do Battle Royale para competirem entre si. Consequentemente, o campeonato bateu recordes de transmissão de games mobile ao ter mais de 2 milhões de visualizações simultâneas mundialmente.

Além disso, o time brasileiro do Corinthians foi o campeão mundial do ano passado, trazendo ainda mais visibilidade para o Brasil.

Ainda sem confirmação de qual estado ou cidade vai sediar o mundial, a Garena já está visando a melhor localização para os fãs brasileiros do battle royale.

Qual foi o motivo de Free Fire ter disparado tanto em 2019 e ampliado seu sucesso?

Numa conversa direta com Fernando Mazza, Head de Operações da Garena no Brasil, pude perguntar qual o motivo ele acredita que foi fundamental para fazer com que o jogo ganhasse tanta popularidade. E a resposta se resume em acessível.

Não é uma coisa única que o Free Fire tem que faça as pessoas jogarem ele. É um conjunto de fatores. Para começar, o Free Fire é fácil de jogar; é muito intuitivo. Então não tem muito segredo. Esse é um ponto. O Free Fire é muito leve, então ele roda na maioria dos celulares. O jogo é divertido e sou até suspeito para falar, pois trabalho na Garena, mas Free Fire é um jogo divertido. E ele é um jogo relativamente rápido, uma partida não leva tanto tempo. Ele tem qualidade visual, é legal, é dinâmico e um estilo que o brasileiro identificou.

Logo abaixo temos uma mensagem de Fernando Mazza para todos os jogadores de Free Fire.

Outra grande novidade que a coletiva trouxe a todos foi a ferramenta de streaming Booyah! Confira aqui tudo sobre essa grande iniciativa.

Se você já quiser experimentar o aplicativo, pode baixá-lo no Google Play ou na App Store.

Anderson Mussulino

Publicitário louco por toda a cultura geek. Redator do Última Ficha e apaixonado por jogos que vem da terra do sol nascente.
Botão Voltar ao topo
Fechar