Análise: Logitech MX Master 3 é insuperável

Não há nada voltado para produtividade que chegue próximo da linha MX Master

Esta análise não será focada em você, gamer. Peço desculpas de antemão, pois somos um site com foco em jogos, com análises de periféricos e hardware para jogos. Mas o Logitech MX Master 3 pede passagem para que você que, por exemplo, trabalha indiretamente com jogos, seja editando vídeos no Premiere ou alimentando diversas planilhas com métricas do seu site, possa conhecer essa obra prima que a Logitech criou.

A linha MX Master, com este nome, foi lançada em 2015. Visualmente ele não sofreu drásticas evoluções, mas em termos de ergonomia e usabilidade ele manteve constante evolução até que seu último modelo, o MX Master 3, fosse lançado no final de 2019.

Sabe aquele famoso bordão “em time que está ganhando não se mexe”? A Logitech levou isso parcialmente a sério. Manteve toda a estrutura do MX Master de 2015 e foi aperfeiçoando o que sempre se imaginou já ser perfeito. Resultado: uma perfeição de mouse para produtividade. Sem concorrentes, sejam de fabricantes do mesmo nível que a Logitech ou cópias chinesas sem vergonha.

DESIGN, PEGADA E CONFORTO

O Logitech MX Master 3 chama atenção, não somente a sua, mas de seus colegas de trabalho. Cada vez que uma pessoa nova passa na minha estação de trabalho eles perguntam sobre o MX Master 3, pedem para ver, perguntam se é bom, quanto custa e por ai vai. E toda essa atenção é justa, pois ele é bem diferente do que vemos por aí.

Ele é grande, bem grande. Pessoas de mão grande, como eu, terão prazer imediato de ter a mão por completa apoiada sobre a carcaça do mouse. Isso não exclui pessoas de mão pequena de usá-lo, o conforto será total da mesma forma. Esqueça dores por conta de uso contínuo de mouse, você pode passar horas e horas e não sentirá nenhum incômodo.

Posicione sua mão sobre o notebook como se você fosse digitar, ou sobre o seu teclado no seu PC. Repara na posição natural das mãos, uma espécie de concha, levemente curvada para dentro. Essa será a posição que sua mão ficará sobre o mouse. Sua mão não se adapta à posição, a posição já é naturalmente adaptada a ela. PS: tudo isso na perspectiva dos destros, infelizmente não existe uma versão para canhotos.

O tamanho, aliado à ao formato inclinado natural do mouse, são os responsáveis por esse conforto fora de série. A famosa ergonomia, que é junto das funcionalidades extras, o ponto mais incrível deste mouse.

ACESSÓRIOS, AUTONOMIA E CONECTIVIDADE

Acrescentado ao conforto e design premium, a experiência de unboxing do Logitech MX Master 3 também é diferenciada. Tudo vem muito bem distribuído pela caixa, inclusive os acessórios (que são poucos).

Graças a entrada USB-C para carregar o mouse (OBRIGADO LOGITECH!!!) temos um cabo USB-C para recarregar o periférico. Mas você pode se esquecer completamente disso ao longo do ano. A Logitech anuncia cerca de 70 dias por recarga! Sim, 70 dias! Isso graças à uma bateria de 500mAh, que possui carregamento rápido, transformando 1 minuto de recarga em incríveis 3 horas de uso. 1 minuto, 3 horas. O USB-C é lindo!

Além do cabo USB-C temos um receiver USB para que você use o MX Master 3 sem fio. Mas não apenas com este adaptador wireless você conseguirá usar seu MX Master 3. O mouse ainda funciona cabeado, com o cabo USB-C plugado diretamente ao computador/notebook, ou via Bluetooth, para você que tem medo de perder o receiver ou simplesmente não quer ocupar uma das portas USB de seu computador.

Ainda é possível manter o MX Master 3 conectado em até dois dispositivos simultaneamente. Sim, simultaneamente, utilizando dois dispositivos ao mesmo tempo com um mouse somente. Basta arrastar o mouse para o limite da tela de um dispositivo e o cursor aparecerá no dispositivo do lado. Mágica? O nome disso é Flow-enabled. Ah, e você pode fazer isso usando um Mac e um Windows sem problemas. Irado né?

BOTÕES, FUNCIONALIDADES, BOTÕES E SOFTWARE

Botões aos montes, mas nem tanto quanto aqueles mouses bizarros com 10 macros programáveis no dedão. Tudo aqui é pensado e customizável de acordo com o que você possa imaginar. Respondendo a pergunta mais comum: esse scroll esquisito na lateral serve para alguma coisa? SIM! Ele é fantástico!

Os botões “para frente” e “para trás” foram movidos para uma posição muito mais confortável em relação ao MX Master 2S. Eles ficam estrategicamente posicionados exatamente aonde seu dedão fica repousado. Logo acima deles fica o scroll para movimentos horizontais, também facilmente alcançável pelo dedão. Já pensou em ter um botão dedicado para rolar para o lado aquelas planilhas gigantescas do trabalho? Ou para ver toda a timeline do vídeo que você está editando no Adobe Premiere? Então, esse botão existe e está presente no MX Master 3!

Ambos os botões principais possuem excelente feedback. Não é preciso força para apertá-los, o barulho gostoso e você sente segurança em todos os clicks. O scroll tradicional é clicável e pode ser travado ou não. Travado você scrolla normalmente enquanto destravado você precisa usar o dedo para dosar o quanto quer scrollar, pois é um scroll infinito. Mas, mesmo travado, se você fizer força ao scrollar, o mesmo passará a ser infinito até que pare. Parece confuso, mas a escolha da Logitech para ambos os modos foi acertada.

Há ainda um botão de “gestos” na parte inferior de descanso do dedão. Você pode programar ações em quatro direções, norte, sul, leste e oeste. Some tudo isso ao que foi descrito anteriormente e você terá uma infinidade de ações e atalhos para todos os programas que você possa imaginar.

Você pode personalizar os botões para terem ações independentes em cada programa. Logo se você alterar a funcionalidade do botão de gestos no Excel, a mudança não terá o mesmo efeito no Chrome. Isso é fantástico! Naturalmente você encontrará funcionalidades que te atendem em cada programa. Mas isso tem um risco: o de nunca mais conseguir usar outro mouse para produtividade.

CONCLUSÃO

O refinamento do Logitech MX Master 3 em relação ao 2S é clara. Mais ergonomia, botões melhores posicionados e entrada USB-C com fast charging. Um mouse extremamente premium para produtividade, mas que não abusa no preço mesmo sabendo que não há competidor que ofereça experiência de uso e software similar.

Já que tocamos em preço, o MX Master 3 foi lançado nos Estados Unidos por 99 dólares. Já aqui no Brasil, na data desta publicação, é possível encontrá-lo a partir de 399 reais. Se fizermos uma conversão direta estamos até em vantagem! Dica: eu mesmo consegui este modelo na virada do ano por 330 reais em uma promoção relâmpago! Preço de 2S no exterior!

Mas então vale a pena? Se você possuí o 2S as diferenças não justificam a troca. Não seria burrice, mas não se justifica. Agora se você trabalha com computador, é criador de conteúdo ou usa qualquer um dos programas pré programados no Logitech MX Master 3, não perca tempo. Amplie suas capacidades e use esta ferramenta primorosa ao seu favor!

NÍVEL DE RECOMENDAÇÃO: DIAMANTE

Pedro Nogueira

Formado em Administração e em GunZ: The Duel. Nogueira une estas duas formações para administrar de forma única suas skills em jogos de tiro, adquiridas em anos jogados fora jogando The Duel. Além da supremacia em jogos de tiro, Nogueira é fã de jogos com história bem trabalhada e tem no sangue as habilidades de Dominic Toretto para jogos de corrida.
Botão Voltar ao topo
Fechar