Análise: Deep Sky Derelicts: Definitive Edition

Jogo mistura visuais de HQ com RPG

A primeira vez que vi Deep Sky Derelicts: Definitive Edition, eu pensei: Nossa! Que jogo interessante. Parece que to jogando uma HQ com elementos de RPG e deck builder.

Mal sabia eu que estava sendo extremamente cirúrgico em meu comentário! Confiram abaixo nossas impressões do jogo que estará disponível para todas plataforma desta geração. O jogo está disponível para PC via Steam, Nintendo Switch, Xbox One e PS4.

História Fraca e gráficos de quadrinhos

Ao jogar Deep Sky Derelicts: Definitive Edition eu de cara gostei muito de seus gráficos, pois parecia que estava lendo uma HQ (quadrinho). Ele é super estiloso e cheio de detalhes. Claro, não espere uma animação com os personagens. Como é um estilo de quadrinho, as cenas são estáticas. A única animação que me saltou aos olhos, foi a de dano que flutua na tela.

E o que esperamos em um quadrinho além de belos desenhos? Uma boa história! Infelizmente aqui não temos nada demais. De forma resumida, você será um mercenário que receberá uma espécie de perdão e que poderá se tornar um cidadão legal caso opte em ajudar o governador da plataforma.

Sua missão nada mais é do que achar um segredo específico sobre uma nave específica. A partir dai deverá ir para inúmeras naves para achar novas pistas sobre seu objetivo. Ao retornar e falar com o governador, novas localidades serão disponibilizadas para você.

Apesar de existirem diversos personagens e diálogos, nenhum é memorável. Normalmente são: ou vendedores ou outros mercenários que encontrará pelo caminho.

Hub prático e confuso

Sim, sei que estou trabalhando uma dualidade aqui nessa parte, mas prometo que vou explicar o que quero dizer com isso.

Antes de iniciar qualquer missão você terá uma cena principal que será seu Hub. Partir para uma nova missão, comprar e vender itens, recuperar sua vida, contratar novos mercenários, falar com o governador entre outros. Todas essas opções são facilmente disponibilizadas no mesmo lugar e basta dar um único clique.

E embora o HUB seja bem prático, existe um problema de falta de explicação. O bom e velho tutorial que deveria existir para nos ajudar. As opções são realmente muitas, mas falta um tutorial de como criar um novo equipamento, melhorar seu personagem ou até colocar implantes. Não é nada ultra complexo, mas você perderá um tempo considerável clicando em cada opção e entendendo o que pode se fazer no jogo.

Exploração bem feita e mecânicas de RPG

O ponto altíssimo de Deep Sky Derelicts: Definitive Edition é em sua mecânica que acaba sendo as vezes fácil de sacar e as vezes complexa.

Você inicialmente passará no bar dos mercenários para pegar diversas missões. Com elas em mão, irá invadir uma das naves disponíveis (número vai aumentando ao longo do jogo) e irá coletar itens e matar inimigos. A exploração é algo muito simples: Você possui um valor “X” de energia e irá andar e descobrir os blocos dessa nave. Cada bloco é uma surpresa podendo encontrar novas missões, inimigos, Inteligência Artificial e itens.

Para explorar cada nave, você normalmente irá ter que ir cerca de três vezes nela. O interessante é que você pode levar itens que aumentam sua energia. Não somente isso, é possível utilizar itens como gerador que fazem uma determinada área da nave não gastar energia. Existe um bom fator estratégico de onde ir e que item usar.

Combate

E claro, falta a parte do combate. Antes do combate em si, acima eu mencionei que se usa cartas para batalhar, certo? E a forma de equipá-las é estranha a primeira vista, mas depois faz sentido. Você na realidade irá equipar seu personagem com até 4 items, tendo dois slots livres para cada equipamento, usados para melhorias. Ou seja, é possível equipar até 12 “coisas”. Esses itens (que você pode achar, comprar ou craftar) vão ter seus benefícios e suas CARTAS! Você precisa ficar atento, não para um ataque específico, mas um equipamento que tenha esse ataque. Dependendo do equipamento, ele podem ter 3/4/5 cartas, sendo uma excelente adição para seu setup.

Agora tendo seu personagem equipado, personagem o qual você escolheu sua classe ao iniciar o jogo, chegou a hora de batalhar. A mecânica é bem simples: Você irá puxar algumas cartas e usá-las uma por turno. Elas variam entre ataque único, por área, buff ou debuff e também é possível aplicar diversos status ao inimigos.

O ponto crucial da luta, é que é necessário ficar de olho na energia que é gasta a cada nova rodada. Essa energia que alimenta seus escudos e que faz você poder andar pela nave. Caso ela acabe, você sofrerá um dano massivo e a morte é quase certa!

O combate é o grande destaque do jogo e ele funciona muito bem. Claro, muitas vezes você ficará esperando sair a carta específica para a situação, o que é normal em jogos de carta. Além disso, o drama entre matar os inimigos/gastar pouca energia é sempre intenso.

Deep Sky Derelicts: Definitive Edition entrega o prometido

Visual, ambientação e gráficos - 8.5
Jogabilidade - 7.5
Diversão - 7
Áudio e trilha-sonora - 6.5

7.4

Legal

Deep Sky Derelicts: Definitive Edition traz a melhor versão de Deep Sky Derelicts, com melhorias de otimização mais missões e classes. A parte estratégica e do combate funciona muito bem e tem uma estética de HQ extremamente agradável. Porém, o jogo se sustenta mais por sua mecânica do que pela história, sem contar que deixa a desejar um pouco no inicio, sem tutoriais, que te farão descobrir tudo no achismo e exploração. Por não ter um fator motivacional tão grande, ele acaba sendo mais indicado para curtas sessões de jogatinas. É o clássico "bom em doses homeopáticas"!

User Rating: Be the first one !

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar