Preview: F1 2020 e o gostinho de quero mais

Jogamos o beta e o jogo continua evoluindo

Durante a última semana tivemos a oportunidade de jogar o beta de F1 2020 e conferir um pouco de como está o jogo. Antes de mais nada tenho que dizer que pudemos experimentar todos os carros da temporada F1 2020, assim como da F2 2020 e as pistas de Zandvoort, Hanói, Bahrain, Espanha e Áustria.

Por causa do embargo não poderemos mostrar nenhuma gravação da nova pista de Hanói e da equipe Mercedes. E, embora a beta tenha os modos Grand Prix, Tela dividida e Time Trial liberados, só fomos autorizados a gravar time trial.

Esse preview irá se dividir em duas partes. A primeira parte foi a que jogamos, ou seja, nossas impressões sobre gráfico, dirigibilidade, as pistas e áudio. Já a segunda parte são as muitas novidades que o jogo trará, em especial no modo de gerenciamento do My Team. Tivemos a oportunidade de entrevistar o produtor do jogo Lee Mather e temos muitas informações para compartilhar.

Novas pistas e a boa e velha sensação de dirigir

A grande novidade que pude experimentar foram as pistas de Hanói (Vietnã) e Zandvoort (Holanda). No caso da pista de Hanói, nós temos um circuito de rua extremamente desafiador com um trecho em zigue-zague em alta velocidade que, caso erre, irá  te levar diretamente de encontro de um muro. Julgo que ela seja tão difícil quanto a pista de Mônaco.

Já a pista de Zandvoort é o completo oposto. Ela é bem aberta, de alta velocidade e é super divertida de pilotar. O legal dela é que algumas de suas curvas tem um ângulo de ataque muito grande, deixando seu carro na diagonal. Em ambos os casos, as pistas estão bem feitas repletas de detalhes e com ótima apresentação. Vale enfatizar que o jogo está dublado, assim como os últimos jogos da franquia.

Na parte visual não vimos nenhuma diferença para F1 2019. Afinal de conta já estamos no final da geração e Lee afirmou que o foco deles no momento era de manter os 60 frames por segundo. Todas as pistas seguem o padrão do passado, com possibilidade de jogar de manhã ou a noite, podendo ter chuva de diversas intensidades.

O gameplay não só está excelente como está melhor ainda. Eles fizeram algumas mudanças pontuais como: refazer a física dos pneus. Isso muda o grip deles e a forma de como se comportam na pista. Algo que me surpreendeu foi a Inteligencia Artificial (IA) que está muito mais limpa e agressiva. Ao jogar na dificuldade de nível 80/90, a IA ataca as oportunidades como um piloto profissional e não existe mais aquela ultrapassagem suja ou o bate bate em uma curva. Lee também nos confirmou que isso foi uma melhora que eles fizeram para melhorar a IA.

E tudo que falei sobre a categoria de Formula 1, pode ser refletido na categoria de Formula 2. Claro, a aceleração, frenagem e grip é inferior a categoria principal, mas depois de adaptar, flui muito bem.

O jogo sempre se manteve em estáveis 60 Fps e a experiência de dirigir está fabulosa, como sempre. Além disso o trabalho de áudio é impecável e podemos diferenciar que carro tem qual motor por seu som.

Modo My Team, é a grande novidade!

Verdade seja dita, eu queria muito ter testado o novo modo do My Team de F1 2020 nessa análise prévia, porém, ele não estava disponível. Portanto, passarei abaixo as novidades que veremos nesse modo e seus detalhes.

O modo My Team é um modo de gerenciamento onde você irá criar sua própria equipe de Formula 1 e ser a décima primeira equipe no Grid. Logo de cara, o que muda é que você não quer simplesmente superar seu rival dentro de sua equipe, mas você quer que ele vá bem para que sua equipe ganhe mais pontos.

Ao montar sua equipe você poderá escolher entre as quatro fabricantes de motor (Ferrari, Mercedes, Renault e Honda). Existe algo que se chama desenvolvimento global e caso você ou alguma outra equipe faça essa melhora, todas as equipes com esse motor receberão a melhora.

Outro ponto a ser gerenciado é que será possível desenvolver tanto seu carro como piloto e tudo terá um ponto positivo e negativo. Por exemplo, é possível mandar seu segundo piloto para um evento e desenvolver suas habilidades, mas isso o impedirá de testar o carro e desenvolver o carro. Ademais, para evoluir o carro você precisará investir em uma das seis instalações principais.

E sim, nós veremos os velhos pilotos se aposentando e pilotos da Formula 2 sendo promovidos. Inclusive é possível contratar um dos grandes pilotos, mas para tal será necessário tanto ter dinheiro como ter um carro e equipe muito evoluída para que ela seja competitiva e que esse piloto profissional tenha interesse em ser contratado.

Por fim, a equipe de desenvolvimento expandiu e muito as possibilidades de customização do carro com patrocínios, diversos modelos, skins, cores e formas para aplicar tanto no carro como na roupa da sua equipe.

É um modo que promete muito e não vejo a hora de jogá-lo!

E ainda mais novidades

Eu detalhei o que vimos e ouvimos desse novo e grandioso modo, mas F1 2020 ainda irá oferecer muito mais como:

  • O Split Screen retornará para a franquia e duas pessoas poderão jogar em casa o jogo ao mesmo tempo. Uma curiosidade é que a Codemasters teve que contratar uma equipe para ajudar nesse modo;
  • Foi colocado um modo “easy” para facilitar os jogadores que não buscam muito desafio, mas que queiram somente acelerar nas pistas. Esse modo, por exemplo, tira a perda de grip que tem ao sair da pista;
  • O modo cinemático que vimos em F1 2019 e que continha os personagens Lucas e Devon, não voltará a F1 2020, mas isso não quer dizer que eles serão esquecidos;
  • O modo campanha contará com corridas de F2 para entrar na F1. Será possível escolher quantas corridas irá querer fazer ou se simplesmente pulará diretamente para a Formula 1.
  • Ao fazer a sua temporada, será possível escolher se quer correr uma temporada completa, com 16 corridas ou 10 corridas. Nas palavras do Lee Mather, isso fará com que tire aquela pista que considere sua Kriptonita.

O jogo no geral promete muitas melhorias, como um novo modo e certamente será o produto da franquia com a maior quantidade de modos e de maior qualidade. F1 2020, o jogo oficial de Formula 1, será lançado no dia 10 de julho para Playstation 4, Xbox One, PC e pela primeira vez, para o Stadia.

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar