Análise: Hatsune Miku: Project DIVA Mega Mix – The first sound of the future

Catch the Wave!

A Sega volta com mais um título Hatsune Miku, para o ocidente dessa vez, exclusivo para o Nintendo Switch e mesmo não sendo um jogador veterano da franquia, Project DIVA Mega Mix ou MEGA 39’s é um jogo bem aproveitoso, divertido e indicado para qualquer um que deseja conhecer a franquia.

PROJECT DIVA MEGA MIX

Hatsune Miku: Project DIVA MegaMix é um compilado das melhores músicas da vocaloide em um só jogo, contendo 101 musicas (10 musicas novas), que dá uma boa variedade de músicas para todos os gostos, e mesmo não sendo um fã de vocaloides, e não escutando esse tipo de música durante o dia a dia, MegaMix consegue lhe prender com o ritmo e tons diferentes, mantendo uma energia frenética entre as músicas.

Gameplay

O gameplay é bem simples, explicando todos os detalhes no jogo na música tutorial (Levan Polkka), podendo alternar entre os modos Arcade e Mix quando quiser no menu principal.
Modo Arcade é basicamente o modo normal dos outros títulos da franquia, que a medida que a música vai tocando o jogador precisa apertar o botão no tempo correto, podendo colocar algumas variações (hi speed, sudden e hidden) ou não antes de ir para a música caso deseje aumentar o desafio.
O modo Mix que seria a grande novidade é divertido ao ver, mas não funciona muito bem. Além de não ser muito confortável e intuitivo de se jogar, os comandos de movimento às vezes se engasgam e depois de uma música no Hard, fazem os pulsos doerem um pouco tirando um pouco da vontade do jogador continuar nele. Isso acaba fazendo os jogadores mais veteranos focarem mais no modo Arcade pela precisão e os mais novos se cansam mais rápido dele.

O visual do jogo é bom na TV, e no modo portátil (99% do tempo joguei no modo portátil) em algumas músicas, é possível ver alguns serrilhados pequenos, mas nada que incomode. No Mega Mix toda música possui um clipe em 3d simples que combina com o ritmo dela, mas que pode fazer o jogador perder um pouco da atenção devida a quantidade de informação visual que é jogada para ele durante o gameplay.

Fora do Arcade e do Mix é possível comprar roupas, cabelos, acessórios para os personagens com o dinheiro do jogo (Miku possui mais de 100 roupas diferentes) e fazer sua própria camisa personalizada para o personagem usar durante o gameplay.

Áudio

O áudio do jogo é bom mantendo a qualidade dos títulos anteriores e, como mencionei acima, mesmo não sendo fã de vocaloide, algumas músicas são bem agradáveis e divertidas. Para aqueles que gostam de ouvir e não querem ficar jogando, é possível criar playlists com as músicas do jogo, podendo selecionar de forma ordenada ou aleatória. Durante a reprodução das músicas elas possuem letras, mas infelizmente tudo em Romanji fazendo o jogador traduzir ele mesmo a letra ou saber japonês para entender.

Leia Mais

Conclusão

Hatsune Miku: Project DIVA Mega Mix é um jogo que os fans vão adorar, tem de tudo que os anteriores tinham, e muito mais. Mesmo não possuindo mais musicas que o Future Tone de PlayStation 4 (quase 150 musicas, vs MegaMix 101 + 40 via DLC), mostra que está bem firme no DNA, que é Hatsune Miku (a grande maior parte da soundtrack está disponível no Youtube, caso deseje ouvir algumas músicas). Provavelmente vai manter o jogador entretido por um bom tempo ainda mais se tentar fazer alguma música no Perfeito no Extreme ou no Ex Extreme.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Hatsune Miku: Project DIVA Mega Mix

Visual, ambientação e gráficos - 7.5
Jogabilidade - 7.7
Diversão - 7.9
Áudio e trilha-sonora - 7.6

7.7

Muito Bom!

Mesmo possuindo somente 101 musicas no jogo base e algumas falhas difíceis de ignorar, o Mega Mix traz exatamente o que prometeu para os fans e consegue trazer uma coletana boa e divertida para os novos jogadores.

User Rating: Be the first one !

Botão Voltar ao topo
Fechar