Análise: Necronator Dead Wrong é uma boa experiência

O jogo mistura uma dose de humor com decks de cartas e reverse tower defense.

Necronator: Dead Wrong é desenvolvido pela empresa Toge Productions e distribuído pela Modern Wolf é um jogo que mistura estratégia em tempo real, com construção de decks de cartas e um “reverse tower defense”. Isso porque na verdade você não defende e sim ataca!

A breve história de Necronator: Dead Wrong

Você controla um exército morto-vivo que busca conquistar o território dos humanos. É possível escolher entre três personagens para jogar, cada um com um exército diferente, porém, você começa apenas com um deles e ao conquistar XP e subir de nível conseguirá desbloquear os outros.

O game conta com bastante humor e com histórias e animações hilariantes, incluindo seu conselheiro chamado Chubat, que é um animal bem esquisito semelhante a um morcego.

Vamos falar da história do primeiro personagem que é o inicial, mas todos eles tem uma história de fundo para contar.

No começo só temos disponível o Cavaleiro da Morte: “Em vida já foi um cavaleiro em busca do Santo Graal; agora, é um morto-vivo em busca do Graal Profano, que não é tão santo quanto o primeiro. Você nunca conhecerá um cavaleiro amaldiçoado com olhos tão arregalados de admiração, nem um estudante de Escrituras Profanas com tanta fome de saber. Para alguns, a morte tem a estranha tendência de dar mais prazer à vida.

Com essa dose de humor o jogo tem uma história bem simples só que muito engraçada onde vale observar os diálogos.

O jogo conta com dois personagens jogáveis e virá em breve com o lançamento, um novo comandante. Vale pontuar que Necronator: Dead Wrong está em Early Access desde Fevereiro de 2020 recebendo inúmeras melhorias.

Necronator Dead Wrong tem uma jogabilidade bem simples

O jogo possui um mapa e você pode escolher qual caminho quer tomar para conquistar o castelo do inimigo. É possível ir para campos de batalha, para mercadores ou até mesmo para um campo de descanso, onde você pode realmente descansar para recuperar o HP da sua torre, ou upar alguma carta.

As batalhas funcionam de uma forma básica e não complexa, mas exige atenção. Quando inicia o jogo, o inimigo começa mandar waves para tentarem conquistar o seu portal e para o jogador começa a subir uma espécie de mana para que coloque seu exercito em batalha.

Você começa com um deck e cada exército possui um valor. Assim que estiver com a quantidade de pontos disponíveis, você pode simplesmente clicar na carta e arrasta-lá para a tela para que o exercito vá ao combate.

Dentro das batalhas você ainda encontrará torres inimigas intermediárias que precisará destruir para conquistar o castelo inimigo. As torres, assim que conquistadas, também te ajudarão a acumular mais pontos para lançar no terreno mais rapidamente os seus combatentes.

Além das torres em determinados mapas será possível escolher na sua rota dois caminhos a seguir onde você pode direcionar o seu exército para qual rumo tomar somente clicando nas placas que apontam a direção.

Toda vez que o jogador tiver a oportunidade de upar uma carta sempre é apresentada duas opções para que ele possa escolher o que quer upar. Vale ressaltar que essa melhora conta somente para uma única carta, então mesmo que você tenha vários cartas de arqueiros você irá upar uma única carta deles.

Então mesmo com a simplicidade da jogabilidade você precisa de muita atenção para lançar as tropas certas, para o caminho certo, no momento certo e pelo preço certo. Complexo não?

Gráficos bem feito nos menus, porém nas batalhas nem tanto

As animações do menu do jogo são bem bacanas, desenhos bem feitos e boas animações. Mas quando chega dentro do campo de batalha a coisa muda e muda bastante.

Achei que o jogo tem um downgrade bem grande na parte gráfica ao ser comparado com os menus. Sei que não é bem a proposta do jogo, mas acredito que poderiam ter caprichado mais nessa parte. Algumas bordas e acabamentos bem serrilhados fogem bastante dos visuais dos menus que são bem desenhados.

O áudio do jogo conta com uma música constante e os barulhos de ataque que não tem nenhum destaque, mas também não desabonam o jogo em nada. Diria que utilizaram aqueles áudios bem comuns para reproduzir os efeitos do jogo.

Leia também:

Conclusão

Para os amantes de Tower Defense e jogos que focam em Deck Builders, Necronator: Dead Wrong é a pedida mais que certa de game. Com certeza irão se divertir horrores e gastar boas horas no jogo.

Os demais podem e devem experimentar, já que o jogo é um excelente passatempo e uma ótima fonte de diversão que me fez perder horas e horas dentro do jogo tentando construir os melhores baralhos e aprendendo as melhores estratégias de combate.

O jogo se encontra disponível para PC na Steam com um preço bastante acessível e ainda com um desconto de 20% de lançamento (até o momento desta análise)

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Necronator: Dead Wrong

Visual, ambientação e gráficos - 7
Jogabilidade - 8.5
Diversão - 8.5
Áudio e trilha-sonora - 7.5

7.9

Bom

A pedida perfeita para amantes de Tower Defense e Deck Builders e com certeza um bom jogo de entrada para os simpatizantes do gênero.

User Rating: Be the first one !

Felipe Cabral

Querendo ser o melhor em tudo não consigo ser bom em nada. Totalmente viciado em games desde a infância e fã de grandes títulos como Chrono Trigger, The Witcher 3 e Last of Us. Adora um desafio e sustenta com orgulho suas platinas em jogos como Bloodborne e Dark Souls.
Botão Voltar ao topo
Fechar