FIFA 20 lidera e EA lucra R$ 7,7 bilhões no primeiro trimestre

Monetização e serviços online aumentaram ganhos em 61%

Assim como a várias outras companhias na indústria de games, a EA também está se beneficiando das medidas de isolamento social durante a pandemia. Como efeito das recomendações das autoridades de saúde, mais pessoas ficaram em casa. Com isso, acabaram aumentando consideravelmente o consumo de games nos últimos meses. Tal fato, é claro, refletiu nos lucros da empresa, que foram apresentados na última semana.

Monetização e serviços online, por exemplo, viram um aumento de 61% no primeiro trimestre fiscal da empresa, que terminou em 31 de março. Isso significa que a empresa alcançou a marca de 1,1 bilhão de doláres (R$ 5,8 bilhões) só com essaa modalidade de transação, valor que ainda incidirá os custos da operação.

Já em lucro total, a EA gerou 1,45 bilhão de dólares (R$ 7,7 bilhões), o que representa um aumento de 21% em relação ao ano anterior. O maior aumento veio dos ganhos com consoles, que subiram 98%, arrecadando US$ 824 milhões (4,3 bilhões de reais). No entanto, PC e Mobile também apresentaram números expressivos, com crescimentos de 74% e 34%, respectivamente.

Fifa lidera crescimento on-line

Fifa 20 mostrou ser o “carro-chefe” desse crescimento. Com o crescimento expressivo de novos jogadores – 7 milhões nesses três meses – o modo Ultimate Team alcançou um aumento de receitas de 70% em relação ao mesmo período de 2019. A empresa também revelou que mais jogadores estão jogando FIFA que em qualquer outro momento da história do game.

Um revelação curiosa ficou por conta de Star Wars Galaxies que, lançado em 2003 e encerrado em 2011, ultrapassou a marca de de 1 bilhão de dólares (R$ 5,3 bilhões) em receitas em toda sua história. Apex Legends e The Sims foram os outros games que registraram impacto relevante nos lucros da empresa.

Paulo Macedo

Hoje um velho vascaíno ranzinza, ficou maravilhado pelo mundo dos videogames ainda criança, quando viu River Raid no Atari pela primeira vez em algum sábado de sol de 1990. Mais de 30 anos depois, continua com o mesmo brilho nos olhos quando segura um controle nas mãos. Segue lá no Twitter: @pmacedojunior
Botão Voltar ao topo
Fechar