Preview: Blightbound é alegria com seus amigos

Chame seus amigos e divirtam-se

Bons amigos, algumas fichas e uma máquina de arcade de Cadillac Dinossauros era tudo que precisávamos para nos divertirmos por horas antigamente. E foi assim que eu me senti quando comecei a jogar o early access de Blightbound. 

Desenvolvido pela Ronimo Games e publicada pela Devolver Digital, Blightbound foi lançado em early acess para steam dia 29 de Julho de 2020. O jogo é uma mistura que traz elementos tanto de um beat them up com de um rpg loot based, ou seja um Cadillac Dinossauros com Diablo 2. 

Entendendo Blightbound

Em Blightbound, os jogadores assumem os papéis das principais classes de um RPG, Rogue(DPS), Warrior(Tank) e Mage(Healer), para enfrentar uma praga que assola o mundo, causada pela morte do Titã das sombras. 

Um das principais características do jogo é que até atingirmos o nível 9, não podemos escolher qual classe vamos jogar. A princípio, eu não curti muito essa ideia. Porém, acabei achando que foi algo muito acertado, pois pude testar tudo antes de decidir efetivamente qual a classe iria usar. A única ressalva é a que isso deveria estar mais evidente. Alguns jogadores podem acabar desistindo do jogo antes de chegar ao nível 9 por conta disso.

Todas as classes tem os papéis bem definidos dentro do jogo. Portanto, muito do sucesso das missões, principalmente nos níveis mais difíceis do jogo, depende realmente dos jogadores obedecerem os seus papéis. Quando temos a sinergia entre os players, Blightbound se torna um jogo divertido, desafiante e recompensante. Porém, ao jogar com os famosos random da net, que querem fazer qualquer coisa e não respeitam as mecânicas, Blightbound pode se tornar um jogo extremamente estressante.

O universo de Blightbound ainda está pequeno durante esse early access. Porém, os mapas existentes são bem distintos e não temos a sensação de que estamos sempre jogando a mesma coisa. Além disso os mapas trazem elementos que nos remetem a alguns jogos clássicos de beat them up, como por exemplo o Elevador.

No final de cada mapa enfrentamos um chefe que nos obriga temos a seguir algumas mecânicas como por exemplo,  interromper as magias que são canalizadas, desviar de alguns ataques, evitar de dar soak nas poças e etc… Eu particularmente sou fã desse tipo de jogabilidade, pois traz aquele algo a mais nos encontros além do clássico tank spank.

Um dos pontos negativos no momento são os bugs que eventualmente serão corrigidos. Em alguns momentos eles infelizmente acabam comprometendo tanto ao ponto de você não conseguir completar o mapa. E convenhamos, é frustrante você investir um tempo durante um run e você ou um de seus companheiros bugar e não poder completar o mapa por conta disso. 

Por fim, Blightbound é um jogo divertido e casual para passar o tempo com os amigos. O jogo ainda precisa de um pouco mais de profundidade que certamente será adicionada com os conteúdos futuros, como mais heróis, mapas, itens e quem sabe até uma mesmo uma nova classe. Portanto, se você tiver alguns amigos e quiser se aventurar em um jogo coop, Blightbound é uma boa opção.

Blightbound está em early access e disponível na Steam por R$37,99

Thiago Lyra

Sonhou um dia ser jogador profissional de e-sports. Tentou Team Fortress2, Dota2, Counter Strike, mas devido a falta de habilidade e a idade avançada, virou redator e animador de festa infantil.
Botão Voltar ao topo
Fechar