Análise: PES 2021 é uma atualização honesta

Ao prometer apenas uma atualização do game anterior, Konami baixa expectativas e entrega um bom resultado final

Desde junho, quando surgiram os primeiros boatos de que o o eFootball PES 2021,  a nova versão do simulador de futebol da Konami, poderia não ser mais um jogo individual, muita coisa foi especulada. O foco já estaria totalmente no PES 2022, que será o primeiro feito 100% para a nova geração. No entanto, a condução da desenvolvedora japonesa neste caso foi sempre bem clara.

Pouco após surgirem estes primeiros rumores, foi confirmado que PES 2021 seria uma atualização da sua versão 2020, custando a metade do preço de um lançamento – US$ 29,99, ao invés dos US$ 59,99 tradicionais. Sabemos que aqui no Brasil a realidade é diferente. Com todas as questões sobre cotação do dólar e impostos, o game foi lançado oficialmente por R$ 179,90.

Diante disto tudo, a pergunta que fica é: vale a pena adquirir o eFootball PES 2021 SEASON UPDATE? A resposta é: depende. Vem comigo que eu explico nas próximas linhas.

Mesmas qualidades…

Apesar de não ser lá muito sonoro, o nome eFootball PES 2021 SEASON UPDATE diz bastante sobre o jogador vai encontrar. O principal foco game é a atualização dos elencos, uniformes e outras cositas más que todo fã de esporte tanto ama e aguarda ansiosamente. Neste ponto, a Konami ainda busca reforçar suas licenças ao lançar versões de “clubes parceiros”. São cinco versões diferentes com Barcelona, Bayern, Juventus, Arsenal e Manchester United como protagonistas. Elas incluem itens cosméticos, como papel de parede, novo menu e também um edição história de um jogador destes times para o myClub. No caso do Barcelona, por exemplo, você recebe o Messi ainda com o visual cabeludo da temporada 2007. Algo que certamente vai angariar os fãs mais apaixonados.

A atualização de elencos está bem competentes. As últimas transferências, especialmente do mercado europeu, já estão presentes. O ajuste no overall dos jogadores também está bem feito e reflete com certa fidelidade as atuações nos campos reais. Mas apesar disso, a atualização ainda deixa escancarado um dos principais problema da franquia da Konami: a falta de licenças oficiais.

…e os mesmos problemas

Um exemplo bem claro é o caso do Bayern de Munique. Apesar do atual campeão da Champions League, ser um dos clubes parceiros, o Campeonato Alemão não está licenciado. O game conta com apenas 3 clubes alemães, que permanecem relegados à lista de “outros times europeus”. As ligas da Inglaterra e Espanha estão presentes, porém com a maior parte dos clubes com nomes, escudos e uniformes genéricos. As escalações, no entanto, são oficiais. Das grandes ligas europeias, somente França e Itália estão 100% licenciadas. As competições continentais, como Champions League, Europa League e Libertadores, também continuam de fora.

No caso dos times brasileiros, um dos principais diferenciais da franquia, temos as Séries A e B praticamente completas. A maior perda fica por conta do Palmeiras, que não renovou seu contrato com a Konami e virou o São Paulo Barra Funda, com elenco genérico. Também tem uma baixa entre os estádios, com o Maracanã deixando de ser licenciado.

O futebol continua bonito

Sobre os gráficos, não há tantas mudanças apresentadas, o que pelo lado bom mantém a ótima qualidade do PES 2020. Alguns visuais de jogadores foram atualizados, principalmente entre os times europeus. Espere já encontrar o Neymar de cabeça raspada, por exemplo. Dentre os times brasileiros, a atualização visual foi menor, com alguns poucos jogadores contemplados, como o Gabigol (que é bem possível que já tenha mudado de cabelo de novo no espaço de tempo em que eu escrevi isso e você leu). No entanto, na maior parte dos demais times brasileiros, apesar de licenciados, seus jogadores possuem um visual bem genérico. O Vasco por exemplo, que é um dos parceiros da Konami e carrega da logo do PES 2021 na camisa, não tem qualquer jogador que tenha passado por um facescan. Alguns atletas não são sequer parecidos com suas contrapartes reais, fato que se repete nos times de menor investimento.

Ciente desse problema, a Konami já apresenta logo de cara para os jogadores um tutorial simples e prático para o famoso Option File. Este permite que o próprio jogador faça upload de escalações e uniformes feitos por fãs on-line. Com uma comunidade bem ativa, principalmente no Brasil, é fácil encontrar e atualizar o game por conta própria. É uma maneira de tentar suprir essa falta de licenças, mas ainda assim seria preferível já “ter tudo de fábrica”.

Todos os modos de jogo da versão 2020 estão presentes praticamente sem alterações. A “novidade” fica com o modo Euro 2020. Como a disputa foi adiada por causa da pandemia da COVID-19, a Konami continua com os direitos de todas as seleções e estádios que farão parte da competição.

O toque de bola é nossa escola?

Na parte jogabilidade, como era de se esperar, poucas mudanças também foram realizadas. Bugs foram corrigidos, a velocidade do jogo recebeu um leve aumento e algumas animações dos jogadores receberam retoques. Nada que vá mudar muito o estilo de jogo já praticado nas partidas on-line.

No entanto, uma das maiores reclamações dos jogadores ainda está presente: a (falta de) inteligência artificial. Os jogadores do seu time que estão sendo controlados automaticamente ainda são extremamente reativos.  Isso fica especialmente claro modo Rumo ao Estrelato. Nas partidas em que você controla apenas um jogador é necessário seus companheiros façam seu papel. No entanto, as decisões tomadas pela inteligência artificial são, na maior parte do tempo, terríveis. Não importa o time que te contrate, você verá chutões sem sentido, tentativas de cruzar bolas aéreas para jogadores baixos, pouca movimentação e desarmes mal executados. É difícil não se irritar.

Vale a pena?

Para os fãs da franquia da Konami, com certeza. PES 2021 é exatamente o jogo que você já conhece, devidamente atualizado. Para quem está longe da franquia há muito tempo e quer testar um novo jogo de futebol, ele também acaba sendo uma ótima opção por seu preço mais acessível. No entanto, quem já teve contato com algum jogo recente da franquia e esperava algo diferente, vai se decepcionar.

PES 2021 “fecha” a participação da franquia nos consoles da atual geração de maneira honesta. Não tenta enganar os fãs lançando um “novo” jogo com preço cheio sem ter mudanças relevantes. Agora é aguardar a bola rolar na próxima geração.

eFootball PES 2021 SEASON UPDATE está disponível para Playstation 4 e Xbox One na edição padrão por R$ 179,90. As versões especiais de “clubes parceiros” custam R$ 199,90. No PC, a edição padrão custa de R$ 99,90 e a de clubes sai por R$ 119,90.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

eFootball PES 2021 SEASON UPDATE

Visual, ambientação e gráficos - 8
Jogabilidade - 7.5
Diversão - 8.5
Áudio e trilha-sonora - 7

7.8

Bom

Para muitos, o eFootball PES 2020 foi o melhor PES da geração. Sua edição 2021 mantém a mesma pegada e "fecha" sua participação na geração atual de forma honesta, sem enganar os fãs com falsas promessas.

User Rating: 4.5 ( 1 votes)

Paulo Macedo

Hoje um velho vascaíno ranzinza, ficou maravilhado pelo mundo dos videogames ainda criança, quando viu River Raid no Atari pela primeira vez em algum sábado de sol de 1990. Mais de 30 anos depois, continua com o mesmo brilho nos olhos quando segura um controle nas mãos. Segue lá no Twitter: @pmacedojunior
Botão Voltar ao topo