Análise: The Signifier é um ótimo Thriller

Uma excelente história e muita investigação!

Durante a Gamescom 2020 nós tivemos a oportunidade de conferir, de forma online, o jogo The Signifier – produzido pela Playmestudio e distribuído pela Raw Fury.

Na época, havia gostando bastante do jogo, que é um thriller com muito foco em história, e agora conferi a versão final do game. Leia abaixo nossa análise que já está disponível para PC via Steam.

The Signifier tem uma excelente história

Fazer a análise de The Signifier é certamente uma tarefa complicada, pois ele é completamente focado em história. Se eu falar o que acontece com os personagens, simplesmente estarei entregando muita informação e estragarei sua experiência.

A máquina inovadora de The Signifier, onde podemos explorar memórias

O que posso falar é que: você estará na pele do neurocientista Frederick Russell, que desenvolveu uma tecnologia inovadora onde é possível armazenar as memórias de uma pessoa e explorá-las para conseguir informações de eventos passados.

Com a inusitada morte de Johanna Kasr, a vice presidente da gigantesca empresa de tecnologia GO-AT, Frederik é contratado para explorar suas memórias e entender o real motivo de sua morte. E, como bom investigador, você deverá olhar cada canto dos cenários e fazer as perguntas certas para que possa liberar opções de fala com os personagens e poder evoluir na história. Dependendo da sua resposta, ela irá liberar ou não novas ações.

O jogo tem um foco grande no conceito fatídico da morte, com isso, você recebe pressão de diversos os lados como a chefa de Johanna, das pessoas que lhe contrataram e até de sua filha, que você tem um relacionamento conturbado. Existe um drama psicológico muito interessante ao longo do jogo.

O genial do jogo é que, quanto mais você explora as lembranças de Johana mais os cenários serão deturpados. The Signifier não é um game de terror, mas te deixa em um estado de atenção contínua entregando um excelente thriller. E para ambientar muito bem o jogador, você verá cenários muito lindos e deturpados que representarão com excelência a mente humana e suas instabilidades.

Olha o bicho vindo!

The Signifier não é um simples walk simulator

Muitos podem vir a pensar que The Signifier é um walking simulator por não ter nenhuma mecânica rebuscada. De certa forma, o jogo é sim focado na caminhada e exploração, não possuindo opção de pulo, ataques ou qualquer tipo de habilidade. Mas para se diferenciar da maioria, aqui temos a criação de um sistema muito interessante de três camadas de realidade onde poderá jogar. Os três mundos são:

  • A primeira é na realidade. Aqui você poderá visitar a cena do crime, sua casa, seu laboratório, falar com as pessoas e buscar pistas para solucionar este grande mistério. Novas informações poderão influenciar o mundo virtual das memórias.
  • A segunda será a memória objetiva dentro de seu sistema. Aqui poderemos ver inúmeros detalhes das lembranças reconstruídas das pessoas e ir encaixando as informações encontradas até termos novos cenários e dados revelados.
  • Por fim, podemos ir ainda mais fundo na memória humana ao entrar na parte subjetiva. Aqui tudo será ainda mais deturpado e inúmeros sentimentos, como vergonha, serão revertidos em defesas naturais. Caberá a você saber como lidar e passar por elas. É possível mudar entre o mundo objetivo e subjetivo a qualquer momento.

Essa mistura de camadas serve muito bem a proposta do jogo, onde seu grande foco deverá ser na exploração de pistas e, principalmente, prestar atenção aos detalhes e sua perspectiva. Ao achar uma memória, você deverá fazer o link de onde ela é e ir preenchendo as peças desse quebra cabeça. Também será possível analisar a memória sob diferentes ângulos e ver como a passagem do tempo a influencia, obtendo novas pistas.

E para não ficar completamente perdido, é possível pedir assistência a Inteligência Artificial que roda o programa. Você não receberá nenhuma dica óbvia, mas receberá dicas valiosas de onde deve explorar ou que linha de raciocínio deve seguir.

Conclusão

Se você gosta de uma boa história, personagens interessantes e um mistério a ser resolvido, The Signifier é o jogo perfeito para você! Seu foco é dado completamente na história e na solução de puzzles que sempre irão exigir muito do jogador, não trazendo nenhum tipo de monotonia ao jogador.

Adicionalmente, a ambientação cai como uma luva e é muito interessante explorar as muitas memórias e ver a forma das lembranças e sentimentos tanto em sua forma objetiva como subjetiva.

O jogo não apresenta nenhum tipo de falha e irá ser bem desafiador. Porém, caso esteja atrás de um jogo mais rápido e momentos de ação, essa não é a melhor escolha para você.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

The Signifier

Visual, ambientação e gráficos - 9
Jogabilidade - 8
Diversão - 8
Áudio e trilha-sonora - 8
História e personagens - 9.5

8.5

Ótimo

The signifier é um jogo certeiro para quem curte uma boa história, investigação e solução de puzzles. Aqui temos uma aventura tech noir digna de sua atenção.

User Rating: Be the first one !

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar