Análise: Dirt 5 é uma obra prima

Dirt 5 entrega um jogo super divertido com inúmeros desafios

Desde que tive a oportunidade de fazer dois previews de Dirt 5, eu já sabia que o jogo seria bom, porém, ao jogá-lo, ele superou minhas expectativas. Depois da Codemasters ter entregue a maravilha que é Formula 1 2020, agora temos mais um excelente título vindo da empresa.

Dirt 5 será lançado para PS4, Xbox One e PC no dia 06 de Novembro. Ele também será lançado para PS5 e Xbox Series X|S, que receberão update gratuito para suas versões da atual geração. Nós fizemos essa análise baseado na versão de PS4 com um código cedido pela produtora.

O gigantesco modo carreira de Dirt 5

Sem sombra de dúvidas, a grande estrela de Dirt 5 é seu modo carreira. Nele, você terá a total liberdade para participar e fazer seu caminho no meio de 120 desafios.

O menu funciona como se fosse uma teia de aranha onde você poderá escolher um estilo de corrida. Após corrê-la, você irá desbloquear as próximas corridas ligadas a ela. Algumas vezes, além de liberar a da frente, será possível desbloquear uma de cima ou uma anterior que está em sua diagonal.

Mas para que esse sistema diferenciado? O correto não seria correr tudo? Bem, caso você queira correr cada pista, será possível. Porém, em Dirt 5 temos diversos estilos de pista, pilotagem e carros.

Por exemplo, uma das classes é de sprint, um pequeno carro com 900 cavalos de força. Você deverá guiá-lo em uma pista oval e o grande desafio será controlá-lo. Como não gostei deste modo, eu evitei ele no modo carreira.

O mesmo serve para pistas que não são do seu estilo ou então até uma pista que goste, mas com um carro que não seja o melhor para seu estilo naquela pista. É uma experiência realmente customizável.

Ao longo da aventura você poderá experimentar treze classes de carros em pistas de dez localidades completamente únicas onde seu sistema de mudança temporal irá mudar a forma em que dirige e os visuais de forma drástica. Se prepare para corridas na lama, drift no gelo e até monster trucks!

O que deixou a desejar nesse modo foi a mudança entre capítulos. Ao conseguir as medalhas necessárias para desbloquear a corrida de mudança de capítulo, simplesmente será uma corrida normal sem nenhum desafio extra nem nada em forma de campeonato.

Existe uma história dentro do jogo

Quando você inicia um jogo de corrida, a última coisa que imagina é em experimentar um modo história. Certo? Pois bem, em Dirt 5 teremos também um modo história dublado pelos monstros: Nolan North (Nathan Drake de Uncharted) e Troy Baker (Joel de The Last of Us).

Ao longo da experiência, completamente dublada, você ouvirá o Podcast Donut onde os apresentadores irão comentar do que é mais quente no cenário Dirt de corrida e entrevistaram AJ (Troy Baker) e Bruno Durant (Nolan North).

Enquanto AJ é a grande estrela e é super divertido, Bruno Durant é um corredor mais sério, mas está se destacando neste cenário de corrida offroad. Com isso uma rivalidade automática é acesa e os dois personagens irão disputar pelo título de melhor piloto.

Já você, será um novato no cenário de Dirt que entrará para as corridas graças ao AJ que acaba sendo seu mentor. Todas as interações são nesse formato de podcast e eu efetivamente esperava acabar o episódio para ver o bate papo entre os apresentadores e o entrevistados.

A minha única crítica é que eu não pude selecionar a voz e legenda. Eu tinha obrigatoriamente mudar a língua do sistema, ou seja, ou só ouvia em português ou somente em inglês. Não era possível ouvir em inglês e colocar a legenda em português.

Ainda mais modos para curtir

Como se não bastasse o grande modo carreira, existem outros modos de se divertir em Dirt 5. O primeiro, que pode ser encontrado no modo carreira, é o Throwdowns que lhe apresenta desafios únicos com rivais mais competentes.

No menu principal é possível escolher o modo arcade para se divertir tanto sozinho como com um amigo em splitscreen e também há o clássico modo multiplayer.

Mas como Dirt 5 é megalomaníaco, ainda tem um novo e inovador modo, o Playgrounds.

Em Playgrounds você poderá construir sua pista do seu jeito com todas as ferramentas que o jogo proporciona. Ele lembra muito o jogo Trackmania ao dar total liberdade para criar, compartilhar e experimentar as mais loucas pistas.

Nesse modo playgrounds, será possível escolher ou montar três tipos de desafios. O primeiro é o Gate Crasher onde deverá chegar até o fim de um circuito altamente doido e desafiador. O segundo é o Gymkhana onde deverá controlar o drift de seu carro para alcançar a maior pontuação. Por fim, existe o Smash Attack onde deverá acertar bolas coloridas onde cada uma tem uma pontuação e deverá alcançar uma pontuação específica.

Gráficos e jogabilidade

De cara posso dizer que Dirt 5 é lindo. A cada nova pista me impressionava com a ambientação do jogo. O mais legal é que muitas pistas (muitas mesmo) mudam drasticamente ao longo da corrida. Pistas de manhã viravam noite e ficava mais difícil de enxergar. Em pistas no deserto chegava uma tempestade de areia. Já em pistas no gelo você sofria uma tempestade de neve. E por falar em tempestade, é muito comum ver tempestades mudando a cara dos circuitos incluindo a pista do Rio de Janeiro.

Além da dificuldade natural da pista, se adiciona à fórmula a mudança climáticas. E isso transforma o visual do jogo com o reflexo na água ou então os raios dando um show a parte no fundo da tela.

E, embora o jogo seja realmente muito bonito, ele peca nos detalhes. Por já estarmos no fim da geração, alguns detalhes como sombra, pingos de água no carro e até o ambiente em volta da pista são sacrificados. Além de claros pop ups de algumas texturas e sombras que aparecem na sua frente, era nítido que existia uma água “fixa” nos carros para dar a impressão de molhado, mas não era algo natural.

Sobre a jogabilidade, eu achei impecável! Eu queria ter visto um pouco mais de carros, porém, o fato de existirem 13 classes de carros e cada um dirigir de um jeito único, dá para entender o trabalho envolvido. Não somente existem essas 13 classes de carros, mas cada variação de pista (asfalto, terra, lama, gelo e neve) afeta seu carro de uma maneira diferente.

Poder ter na mesma pista experiências tão diferentes e realistas é simplesmente incrível!

Customizações e Patrocínio

Para fechar a análise de Dirt 5, tenho que falar de algo que muitas pessoas adoram, a customização de carros. E ela funciona de dois jeitos:

A primeira forma de customização, basta entrar no carro escolhido e brincar com as muitas camadas disponíveis. Além das cores, existem padrões de pintura e tipos de tinta para aplicar. Isso dá uma gama muito grande de customização para o veículo.

Já a segunda forma, é liberar skins únicas através dos patrocínios. Ao longo do modo carreira, você irá ativar um patrocínio específico e quando chegar em um determinado nível, ele lhe dará uma customização para um dos carros. Além disso, ao longo das muitas corridas, você desbloqueará skins de forma aleatória.

DIRT 5 é diversão garantida!

Devo dizer que dei o braço a torcer após jogar Dirt 5. Em seu anúncio eu não esperava muita coisa do jogo, mas após dois previews e a versão completa, eu percebi que o jogo é uma excelente adição ao plantel de jogos de corrida.

Aqui temos muito conteúdo, uma história em formato de podcast bem interessante, um modo de criação completamente livre, inúmeros desafios, pistas com ambientações sublimes e muitos carros distintos que dirigem de maneira diferente. E tudo isso acompanhado de uma trilha sonora eletrizante e cheia de rock.

Se você gosta de corrida e do gênero offroad, Dirt 5 é seu jogo tanto para acabar com a atual geração como começar a próxima.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação.

Dirt 5 é fantástico

Visual, ambientação e gráficos - 9
Jogabilidade - 9
Diversão - 9.5
Áudio e trilha-sonora - 9.5

9.3

Excelente

Dirt 5 nos surpreendeu, e muito! Ele traz um conteúdo de alta qualidade, muitas opções, modos diferentes e um modo carreira recheado de corridas, desafios e uma excelente imersão com uma boa história. Esse é mais um grande acerto da Codemasters e uma compra obrigatória para os fãs de corrida offroad.

User Rating: 2.5 ( 2 votes)

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo