Análise: Dirt 5 na nova geração resolve os poucos problemas

Dirt 5 está melhor do que nunca

No início de Novembro eu fiz a análise de Dirt 5 e rasguei elogios para o jogo que me impressionou imensamente. Diferente de Formula 1 2020 (também feito pela Codemasters) que já esperava um jogo sublime, em Dirt 5 eu não imagina que seria tão divertido e bem feito.

Agora com a nova geração em mãos, eu pude testar as melhorias que o título traz, mais especificamente para o PS5. Confiram abaixo nossa análise focada nessas melhorias. Caso queira saber sobre como é o jogo, clique aqui e confira nossa análise original de Dirt 5.

Antes de mais nada é importante frisar que essa versão não traz novidades de conteúdo, somente de performance e qualidade gráfica. Portanto, não iremos atribuir uma nota nesta análise.

Adeus Pop Up de texturas

Um dos poucos problemas que havia relatado no game original é algo muito comum no fim de geração: pop up de texturas!

Com o grande poder da nova geração isso deixa de ser um problema com ressalvas pontuais. Na versão de PS4 e Xbox One, o pop up era claro e acontecia a poucos metros do seu carro. Era normal ver os detalhes no entorno do carro sendo carregados ao longo da corrida.

Embora isso tenha acabado no PS5 e Xbox Series, existem alguns detalhes (imagino que seja um problema na programação) onde literalmente um arbusto ou uma árvore carrega lentamente. É literalmente um detalhe.

E claro, o loading de todo o jogo melhorou imensamente demorando questão de 2 a 3 segundos a começar uma corrida.

As melhorias visuais da nova geração

Ao jogar Dirt 5 no PS4 Pro e Xbox One X, era possível escolher entre os modos de resolução e performance (fps). Essa escolha foi melhorada e ampliada na versão de PS5 e Xbox Series e temos três opções:

  • Modo Resolução – Aqui tem, na minha opinião, a melhor forma de jogar Dirt 5. Neste modo atingimos o tão almejado 4K 60 FPS. É simplesmente maravilhoso poder jogar Dirt 5 com essa qualidade visual e sem queda de frames.
  • Modo performance – Aqui temos que abrir mão do 4K, mas é possível atingir uma grande novidade da geração, os 120 frames por segundo! Algo tão querido pelos aficcionados por tecnologia.
  • Modo qualidade visual – Por fim, esse novo modo e exclusivo da nova geração permite adicionar o tão famoso Ray Tracing. Para ativá-lo, será necessário abrir mão da resolução 4K. Sendo muito sincero, esse foi o meu modo menos favorito, pois como é um jogo de corrida, o Ray Tracing não afetou muito o visual do jogo.

DualSense transforma Dirt 5 no PS5

Em 2016 eu havia escrito um artigo onde falava que o Xbox era a grande plataforma para jogos de corrida. E o grande diferencial era o controle do Xbox One que é maravilhoso. Porém, o DualSense do PS5 chegou para roubar essa coroa de melhor controle.

A experiência de jogar Dirt 5 no PS5 com o DualSense é magnífica. O retorno háptico do controle permite que você sinta os tipos diferentes tipos de pista. Ele reage de forma diferente se estiver correndo na lama, terra ou asfalto. Inclusive ele te passa o peso que o carro tem ao longo da corrida (em especial em corridas na lama). É simplesmente insano essa sensação.

Além dessa vibração ao longo da corrida, os gatilhos também se adaptam a aceleração e frenagem do carro. Além de uma resistência maior para simular um pedal real, caso você esteja no ar após um pulo o gatinho fica mais leve! É uma imersão fantástica.

Conclusão

É muito legal ver que a Codemasters acertou em cheio nas melhorias que trouxe. Esse é um jogo que vale muito a pena jogar tanto pela primeira vez ou então rejogá-lo na nova geração.

E a melhor parte? Esse upgrade é completamente gratuito!

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo