Cyberpunk 2077: cinco obras para se ambientar no tema

Cyberpunk 2077 chegou dia 10 de Dezembro de 2020. Entre problemas de otimização, bugs, recalls e refunds, uma coisa é certa, o game reproduz de maneira primorosa a temática cyberpunk. E para conhecer mais sobre a ambientação, trouxe para vocês 5 obras para você mergulhar neste tema e universo antes (ou depois) de jogar Cyberpunk 2077.

Trilogia Sprawl de William Gibson

Considerada por muitos como o pontapé inicial da estética Cyberpunk a trilogia consiste dos livros Neuromancer, Count Zero e Mona Lisa Overdrive. É considerado a peça chave para conhecer os conceitos básicos do que veio a ser Cyberpunk. Os conceitos apresentados aqui influenciaram praticamente todas as obras seguintes.

Blade Runner

Blade Runner está para os Cinemas como Neuromancer está para a Literatura. O filme clássico Cyberpunk estrelado por Harrison Ford (o Han Solo de Star Wars) foi o pontapé inicial que levou Cyberpunk para as telonas do mundo inteiro. A história retrata um século 21 onde uma corporação gigante desenvolve clones humanos para serem usados como escravos – os replicantes. A relação dos humanos com suas cópias gera embates profundos.

Ghost in the Shell

Cerca de uma década depois do lançamento de Blade Runner, Ghost in the Shell surpreendeu e se tornou um clássico do gênero também. O longa-metragem animado de Mamoru Oshii traz o dilema das redes neurais e como a tecnologia, entranhada em nossas mentes poderia (ou poderá?) mudar a dinâmica social para sempre.

Deus Ex

Muito antes de Cyberpunk 2077, Deus Ex já mostrou a cara do Cyberpunk nos videogames. O original chegou no ano 2000 e consolidou uma base de fãs forte, além de abocanhar diversos prêmios da crítica especializada. Deus Ex: Mankind Divided é o mais recente lançamento, ainda para a geração passada e se chama .

Cyberpunk 2013 e 2020

O jogo de RPG de mesa que, de fato, deu origem ao universo retratado no game Cyberpunk 2077. Apesar de ser um jogo de nicho, os livros bases e de apoio sustentam muita informação usada no game da CD Projekt Red, tanto para a história principal quanto para as side-quests e personagens presentes no mundo.

Ricardo Carvalho

Gosto muito de escrever, desenhar, de me frustrar com política, de filosofar no barzinho, assistir filmes e defender que games são arte! Me segue no twitter que eu sigo de volta, beleza? twitter.com/perfilricardoc Beijos e boas jogatinas!
Botão Voltar ao topo