Análise: Within the Blade

Cortes cabeças de forma graciosa e silenciosa.

Within the blade ou Pixel Shinobi: Nine demons of Mamoru, como erá chamado antes da mudança de nome, chega aos consoles e bem ao ver o seu estilo de game fiquei meio preocupado, pois fazia um tempo que não jogava nada de envolvia ninjas, etc. Pensei bem para lembrar o porque não. Contudo, o que eu não sabia é que em Within the blade você realmente precisar ser silencioso e mortal igual a um ninja de verdade.

Leia Mais:

Historia

A história de Within the Blade começa durante uma guerra civil no Japão do século XVI que gera em um terrível mar de sangue entre os clãs que cobiçam o controle da região. Em uma tentativa de acabar com a guerra de uma vez por todas, o líder do clã Steel Claw, decide usar uma técnica proibida. Que no final fracassa e acaba dominando ele e todo o seu exército. A partir disso cabe ao clã Black Lotus enfrentar e derrotar o clã Steel Claw, para impedir que todo o Japão termine em cinzas.

Até aí tudo bem uma história bem simples, mas legal, envolvendo a guerra civil japonesa, rituais malignos e proibidos.

O game te coloca na pele de Hideaki, um jovem ninja que ainda está no início de sua carreira. Conforme avançamos no game, Hideaki acaba aprendendo mais sobre o que é ser um verdadeiro Ninja e testemunhando diversas mudanças em sua aldeia, devido aos seus feitos. Porém, mesmo possuindo mudanças, não podemos interagir muito em sua aldeia, mas pelo menos conseguimos falar com a maioria dos aldeões.

Gameplay

A gameplay de Within the Blade pode ser uma mistura de ódio e prazer simultaneamente, pois além de possuirmos bons movimentos para serem usados de frente. O jogo penaliza o jogador caso ele não seja silencioso e mortal.

Hideaki, durante suas missões, pode escalar paredes, esconder em gramas, subir galhos de árvores e pular duas vezes. Tornando ele um Ninja bastante versátil mesmo no início do jogo.

Ao decorrer da história e da fase, Hideaki pode aprender novas Técnicas Ninjas (Habilidades), adquirir novas armas (Shuriken, Kunai, Ganchos e outros que podem te apoiar em sua aventura) assim como craftar e guardar diversos itens em sua aldeia.

As fases são simples mas divertidas, possuindo alguns caminhos extras, porém todas elas levam para o mesmo local. Os inimigos são competentes e alguns deles desafiadores, logo, tirar vantagem de sua furtividade e realizar assassinatos é o ponto-chave para avançar no game.

Falando em combate, em alguns pontos da história o jogador enfrenta um boss que difere tudo que o jogo fala para você. Nesses momentos não existe mais Stealth, é uma batalha simples à la Mega Man, onde cabe ao jogador enfrentar o Chefe do local e onde também se destaca por seus grandes momentos divertidos e de interação com os chefes.

Nesses momentos o jogador precisa encontrar uma forma de derrotar o Chefe do local e agir mais como um Samurai do que um Ninja, enfrentando de frente o inimigo.

Contudo, nem tudo são maravilhas ou flores

Frequentemente, quando eu realizava um assassinato, acabava em situações ruins ou resultavam na minha morte. Às vezes eu caía no meio de um grupo de inimigos, em cima de espinhos, ou algo do tipo, que arrancava toda a minha vida. Criando uma frustração para o jogador, pois perdemos pontos ao deixar de ser furtivo e o sistema de inventário e de craft consegue, às vezes, passar a sensação de você deixou passar algo mesmo ele sendo somente um extra.

Música e Gráficos

Os gráficos do jogo são simples lembrando bastante os jogos dos anos 90, possuindo bastantes animações bem feitas de modo geral. Especialmente em cenas onde os inimigos são decapitados, cortados e assassinados, com um vermelho bem bonito e satisfatório. As músicas do game são simples e boas, mas nada muito espetacular.

Conclusão

Within the Blade, apesar de ter seus pequenos problemas (peculiarmente, em sua tradução em inglês) consegue ser um jogo bem divertido e desafiador em alguns momentos. Possuindo bastante horas de furtividade e assassinatos bem feitos para o jogador apreciar. Para os jogadores que gostaram de Shinobi III, Ninja Gaiden e etc, Within the Blade será um ótimo título para sua biblioteca. Para os jogadores mais casuais, Within the Blade provavelmente é um bom título para você se aventurar e ficar de olho.

Within the Blade está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5, Nintendo Switch, Xbox One, Xbox Series e PC via Steam.

Essa análise segue nossas diretrizes internas. Clique aqui e confira nosso processo de avaliação. Essa análise feita com uma cópia da versão de PlayStation 4 recebida pela produtora.

Within the Blade

Visual, ambientação e gráficos - 7
Jogabilidade - 7
Diversão - 7
Áudio e trilha-sonora - 7

7

Bom

Within the Blade, apesar de ter suas pequenas gafes, consegue ser um jogo bem divertido e desafiador, em alguns momentos. Para os jogadores mais casuais, Within the Blade provavelmente é um bom título para você se aventurar e ficar de olho.

User Rating: Be the first one !

Botão Voltar ao topo