Análise: Logitech G935 em 2021, vale?

O Logitech G935 conta com sistema 7.1 de som, iluminação RGB customizável, tecnologia DTS Headphone: X 2.0 surround e compatibilidade com consoles e smartphones via cabo

Em 2019 a Logitech trouxe para o Brasil o Logitech G935, na época junto com o G635 também. Ambos tem como características sistema 7.1 de som, iluminação RGB customizável, tecnologia DTS Headphone: X 2.0 surround, que simula um ambiente 3D mesmo que o conteúdo sendo utilizado não tenha sido desenvolvido assim, e compatibilidade com consoles e smartphones via cabo (nesses casos ele irá funcionar apenas em estéreo). A diferença entre ambos é que o 935 é wireless, com autonomia segundo a Logitech de até 12 horas, e o 635 um modelo todo cabeado.

No papel as características eram excelentes para 2019, diferenciadas. O preço de lançamento, sugerido pela marca em R$999,90, também fazia sentido. Mas hoje, 2 anos depois, com outros modelos lançados pelos concorrentes e pela própria Logitech, somado ao preço médio no varejo acima dos R$940,00, faz com que o Logitech G935 seja uma espécie de peixe fora d’água, pois é um ótimo fone, mas mal posicionado. Venha descobrir o por que!

DESIGN E CONSTRUÇÃO

Nossa relação com a Logitech começou com o icônico G933 Artemis, nossa primeira análise de um produto Logitech que era de meu uso pessoal na época. Foi imediato, tirar o Logitech G935 da caixa e lembrar de imediato do G933. O design, materiais e a construção são muito similares.

Ele é todinho construído em plástico. Plásticos diferentes, foscos, cintilantes, black piano e botões. A exceção fica para as conchas, grandes para orelhudos, recheadas e macias. E ainda temos o apoio da cabeça, que segue a mesma vibe. Ambos lugares recebem o tecido de couro sintético. Não existe uma opção reserva na caixa, como a Logitech (e outras fabricantes) vem trazendo em seus fones mais caros. É sempre bom em um fone de mil reais ter a opção de couro artificial e tecido respirável para épocas mais quentes do ano.

Assim como no 933, o 935 possui o mesmo estilo de iluminação RGB, no logo da Logitech e em uma faixa de iluminação em parte da concha. Se o seu objetivo é trazer um efeito diferencial para sua live, o RGB não vai ajudar muito, já que ele não aparece de frente. Aliás, se o seu foco é RGB, este não será o fone mais legal que você vai ver.

O fone ainda possui microfone embutido e retrátil não removível. Mesmo esticado ele não chega perto da sua boca, o que causa uma sensação de estranheza ao utilizá-lo. Temos também diversos botões de controle, dentre eles o botão de ligar/desligar, 3 botões mapeáveis, silenciar/ativar microfone e uma rodinha de volume, que é sempre a melhor opção para controle de volume, seja em teclados ou headsets.

Falando em acessórios, o fone conta com cabo micro-USB trançado, cabo jack de 3,5mm (não trançado) e o dongle USB para usar o fone de forma wireless, que fica escondido dentro de uma das conchas se assim você desejar. A gente sempre espera uma conexão USB-C em fones caros e modernos, mas fica uma colher de chá para o G935 pois foi lançado em 2019.

MICROFONE

No geral o microfone do Logitech G935 é bom. Não é excelente e nem ruim, é bom. Possui estilo cardioide, o que ajuda a isolar ruídos do seu ambiente. Apesar de não vir até a sua boca, o que causa estranheza em alguns usuários, ele possui boa qualidade de captação.

Quem está acostumado a ficar no Discord comigo, sentiu muita diferença do meu headset de uso diário, o Sennheiser Game One, para o período que utilizei o Logitech G935. Todos reportaram uma queda grande na qualidade e no volume. Como disse, não quer dizer que o microfone é ruim. O comparativo com o Game One é um pouco injusto, já que ele possui um dos melhores microfones embutidos de headsets que já utilizei.

QUALIDADE DE SOM + WIRELESS+ BATERIA

Falando em qualidade sonora o G935 mantém o bom desempenho do 933, com mais refinamento. O fone acompanha drivers de 50mm, possui baixos potentes e precisos, médios balanceados e agudos excelentes. Por padrão, como em vários fones, os baixos são exagerados, mas através do ótimo software Logitech G Hub você conseguirá personalizar e equalizar tudo à seu gosto.

Isso torna o fone um pouco mais versátil do que apenas para jogos, sendo bom para ouvir música, ver séries, filmes e consumir conteúdo no geral. O ponto negativo nesse caso fica para seu tamanho e conforto, que pode afastá-lo do uso mais comum, como se fosse um headphone normal.

O 935 é mais um fone da Logitech que surpreende na qualidade e distância oferecida pela tecnologia wireless. Moro em um prédio antigo, de paredes de concreto puro, e consegui fazer meu lanche na cozinha, 2 paredes de distância do meu quarto, ouvindo e sendo ouvido perfeitamente no Discord.

O fone também possui boa bateria, principalmente com o RGB (que é meio inútil aqui) desligado. Consegui passar das 12 horas indicadas na caixa, fazendo 12 horas e meia. Já com RGB, a média deve ser bem próxima do que a Logitech afirma: 8 horas.

Uma informação importante para os chatos como eu, o fone possui palco fechado, isolando boa parte do som ambiente. No meu caso fones de palco fechado acaba com a paz de quem mora comigo, pois eu tendo a falar muito mais alto. Mas isso é apenas um detalhe e uma informação, palco fechado ou aberto varia de gosto ou de ambiente em que vá ser utilizado o fone.

COMPATIBILIDADE

Pude testar o fone no PC, PS5 e Switch. No PC ele funciona através do dongle wireless e via cabo jack 3.5mm. Usando somente o cabo micro-USB, de carregamento, não é possível utilizar o fone. Inclusive ele não funciona somente com cabo micro-USB em nenhum dispositivo.

No PS5 ele funciona de forma plug and play com o adaptador wireless, funcionando igual no PC, perdendo somente a tecnologia DTS. É possível também utilizar via cabo jack pelo controle do console. No Switch, também só foi possível utilizar com o cabo jack de 3.5mm.

Não tenho um Xbox para fazer os testes e confirmar a funcionalidade no console. Outras análises mostram que o fone funciona completo via jack 3.5mm e sem o microfone ao usar ele com o dongle wireless. Novamente, testes no Xbox (One/Series) não foram feitos por não ter o console disponível.

CONCLUSÃO

O Logitech G935 encontra-se em uma encruzilhada. É um bom fone em todos os aspectos, porém com design datado (refresh do G933), lançado em 2019 e custando pelo menos R$999,90 na data de publicação desta análise. Nesse preço fica complicado ser competitivo.

O fone tem conchas confortáveis, ótimo som, versátil tanto em usos diferentes para consumo de conteúdo (filmes/séries, música e jogos) como uso em aparelhos diferentes (diferentes consoles) e bom microfone. Porém, ele está custando mil reais e competindo em preço e nicho com o Logitech G PRO X Wireless, Logitech G733 e HyperX Cloud Flight S. Estes são só alguns exemplos que vem de cabeça, possuindo preço na casa dos 1000-1100 nas varejistas e tecnologia sem fio. São também fones mais novos e com designs mais atuais que o 935.

Além de serem mais modernos, o G PRO X Wireless, que já foi analisado aqui, possui conforto, desempenho e principalmente microfone bem superior ao G935. Ou seja, a Logitech canibaliza o produto com fones melhores de preços muito similares.

Se você gostar muito do design do fone, vale. Se você foca em comprar o melhor fone para o seu dinheiro, você tem opções melhores na própria marca. O Logitech G935 teria uma indicação mais fácil se tivesse tido cortes de preço ao longo do tempo, o que não ocorreu. Sim, tudo está caro, o dólar está alto, mas isso se aplica para todos os fones. Quando existe mais de uma opção dentro da marca, que ofuscam um produto, é porque ele está mal posicionado ou não faz mais sentido. Mas lembrem-se, é um ótimo fone no geral!

Pensando em comprar o Logitech G935? Compre através dos links abaixo e ajude o Última Ficha!
Magazine Luiza: https://bit.ly/3ANnDl4
Amazon: https://amzn.to/3iMJQd4

NÍVEL DE RECOMENDAÇÃO: OURO

Pedro Nogueira

Formado em Administração e em GunZ: The Duel. Rei dos FPS e o Toretto dos jogos de corrida no site. O nerd/entusiasta do PC Master Race, responsável por análise de periféricos e hardware. Quebra um galho de streamer lá na twitch.tv/ultimaficha.
Botão Voltar ao topo