Little Devil Inside recebe diversas novidades

Jogo parece ser muito interessante

Little Devil Inside retornou a State of Play e além de ter apresentado um novo trailer, focou em diversas novidades do jogo incluindo seu mapa.

Confiram abaixo na íntegra o anuncio do jogo que chegará para PS4, PS5, Nintendo Switch, PC, Xbox One e Xbox Series.

Five Nights at Freddy’s: Security Breach será lançado em Dezembro

E aí, pessoal! Estamos orgulhosos da nossa participação no State of Play mais recente e, em nome do estúdio, eu gostaria de apresentar algumas notas dos desenvolvedores para acompanhar nosso primeiro trailer do State of Play.

Esta é a primeira vez que apresentamos o mapa do mundo de Little Devil Inside e nossa intenção era mostrar a vocês como funcionam as viagens pelo mapa ao entrar em uma missão comum do jogo.

Basicamente, usamos um “efeito maquete” para tentar criar uma representação dinâmica e em miniatura do mundo. 

Ao longo das viagens pelo mapa, você encontrará vários eventos. Alguns são obrigatórios, mas na maioria das vezes eles são opcionais.

Muitas destas interações são simples e podem ser realizadas sem sair da tela de viagem do mapa, como remover uma barreira da estrada ou reabastecer seu automóvel em um posto de gasolina.

E também há momentos em que você poderá aproximar a tela até o nível do gameplay e executar todas as ações em tempo real para ajudar Billy (o protagonista) e completar suas missões.

Independentemente do conteúdo da missão, sinta-se livre para explorar o mapa do mundo.

Você pode viajar a pé, a cavalo (ou em uma mula, para ser mais exato…), em automóveis e, é claro, de trem. A viagem a pé é mais lenta, mas permite que você vá aonde outros meios de transporte não podem lhe levar. 

Outros aspectos de design que queríamos apresentar são o estilo, a forma e o ritmo geral do jogo.

O seu objetivo não é aumentar o nível do personagem o mais rápido possível, ver todo o conteúdo e acabar logo a aventura. 

Por isso, o ritmo do jogo foi projetado para tocar as emoções de quem joga, dando tempo e espaço suficientes e permitindo que sejam “envolvidos” pelas atmosferas diferentes. Portanto, não há viagem rápida.

Naturalmente, um dos nossos desafios técnicos foi tentar fazer a transição entre a tela de viagem do mapa e a tela de visualização em tempo real o mais suave possível, e estamos dando nosso melhor nisso.

E é isso, pessoal. 

Fiquem todos bem e protejam-se!

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo