Thomas Gerbaud, World Director de Dying Light 2 detalha a ambientação do jogo

Mergulhe no mundo multidimensional de Dying Light 2 e saiba mais sobre os habitantes da Cidade e seus estilos de vida.

No último episódio de Dying 2 Know More, que está disponível aqui, Thomas Gerbaud, World Director de Dying Light 2: Stay Human, conversa em detalhes com o público sobre sua ambientação como a Cidade e as pessoas. Seguindo a queda da civilização, os moradores juntaram-se para formar uma nova sociedade e uma maneira de viver com a infecção. Os jogadores descobrirão mais sobre este mundo e seus habitantes pelos olhos de Aiden, com as consequências de suas ações interferindo no dia a dia de suas vidas.

Confira novos detalhes do Oeste Proibido em Horizon Forbidden West

Neste episódio, os espectadores saberão mais sobre as características do mundo pós-apocalíptico do jogo e o estilo de vida da Cidade. Os Peacekeepers são fundamentais nisso tudo, e Thomas Gerbaud fala em detalhes sobre a estrita aderência às leis, ordem e hierarquia. Os habitantes são um produto no mundo ao redor deles, e isso mostra como a história e o ambiente do título são ricos. Para Thomas, o objetivo era que os jogadores tivessem uma percepção real das pessoas, regras e modos de viver através da exploração e interação. Todos os locais estão cheios de pequenos detalhes que tornam o ambiente complexo, além de ajudar os jogadores a compreender as muitas faces que constituem a Cidade.

Dying Light 2 Stay Human, publicado pela Techland, será lançado em 4 de fevereiro de 2022 para PC, PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One e Xbox Series X|S. Pré-vendas estão disponíveis em dyinglightgame.com/preorder. Todas as pré-vendas vêm com o pacote digital exclusivo Reload, que apresenta uma roupa exclusiva, arma e skin para o parapente
 
Junte-se aos outros sobreviventes no DiscordFacebookTwitterInstagram, e YouTube.

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo