Análise: Kingdom Hearts HD 2.8 Final Chapter é bom, mas não é necessário

Algo que incomoda muito os fãs da franquia Kingdom Hearts, é que a Square Enix tem o hábito de lançar jogos canônicos para diversas plataformas que acaba dificultando o fã a entender toda sua história (e podem acreditar em mim, não é fácil acompanhar isso tudo). O mais recente, e último, esforço para deixar todos seus jogos jogáveis dentre de um console/família de consoles é o Kingdom Hearts HD 2.8 Final Chapter que traz a versão em HD de Dream Drop Distance (lançado para 3DS), Kingdom Hearts 0.2: Birth by Sleep – A Fragmentary Passage (novo conteúdo da franquia) e o χ Back Cover (que é uma cinematic de 1 hora com muita informação).

KINGDOM HEARTS HD 2.8 FINAL CHAPTER PROLOGUE

3 jogos em 1

Como já foi mencionado, este jogo é formado por 3 “jogos” e vamos dissecar cada um deles:

    •  Kingdom Hearts 0.2: Birth by Sleep – A Fragmentary Passage: Este jogo é o grande chamariz da coletânea. Embora ele contenha somente 2 horas de história (3 caso queira explorar e fazer todas conquistas), é apresentado um gráfico acima do usual para a série que já mostra como será a parte gráfica e de jogabilidade de Kingdom Hearts 3. Nesta parte, você vivenciará a jornada de Aqua (personagem de Birth by Sleep) após se perder no reino da escuridão. Ela irá explorar este mundo até encontrar o Mickey concomitantemente com os eventos de Kingdom Hearts 1. Após concluir este jogo, você terá acesso a momentos após o Dream Drop Distance como as novas missões de Sora e Riku.
    • Kingdom Hearts χ Back Cover: Na realidade esta opção não é um jogo, mas sim um filme em CG que dura cerca de uma hora. Para os que não sabem, a Square lançou para celular (não foi lançado no Brasil) o jogo chamado Kingdom Hearts Unchained χ. Nele, você escolhia uma Union (um grupo) dentro dos 5 possíveis e coletaria a energia (lux) das missões cumpridas para seu grupo. Este filme, mostra a motivação de cada líder dos grupos e os ensinamentos do “mestre dos mestres”. Este capítulo mostra os acontecimentos e personagens chaves antes da grande “Guerra das Keyblades”

  • Kingdom Hearts HD Dream Drop Distance – Este é o único jogo “real” que é um port da versão de 3DS. Nele temos a última parte oficial das aventuras de Sora e Riku quando ambos fazem o teste para se tornarem mestres da Keyblade. Logicamente a história permanece a mesma para os que já jogaram a versão de 3DS. E para os que não jogaram, você passará dezenas de horas dentro dos mundos da Disney que estarão dentro do sonho de Sora. Uma curiosidade é que, diferentemente dos outros jogos da franquia, você tem somente um jogo da Square que faz participação nele que é o jogo de DS The World Ends With You.

maxresdefaultJogabilidade, gráficos e o futuro da franquia

A partir de agora falarei tanto da versão HD de Dream Drop Distance (DDS) como irei me aprofundar em 0.2: Birth by Sleep – A Fragmentary Passage (0.2 BBS)Como já foi falado, o χ Back Cover é somente um filme que agrega ao mundo da franquia, mas não interfere na história em si.

Primeiramente, o DDD traz a versão definitiva de um jogo que é fundamental para a história e que é da onde Kingdom Hearts 3 partirá. Ele sofreu uma remasterização completa já que sua versão original era do 3DS (480 pixels) e utilizava suas duas telas para o gameplay. Logicamente os minigames que precisavam das duas telas foram adaptados para o console e trocados para um esquema de jogo de cartas. Os comandos de jogo também foram adaptados para o controle básico e com isso temos a versão definitiva do jogo com comandos polidos e uma versão mais bonita. Ele contém 3 grandes destaques/inovações da série:

  • O seu inimigo e aliado é conhecido como Dream Eater (não mais o Pateta e o Donald como de costume). Nele você poderá forjar seus companheiros que serão fundamentais na luta podendo adquirir novas habilidades, subir de nível e se unir a você para executar movimentos especiais.
  • Existe uma movimentação especial que foca na sua “fluidez”. É possível você agarrar e deslizar pelos postes, inimigos, corrimão e muito mais. Se bem executado, você poderá exercer ataques devastadores
  • Por fim, você controla o Riku e o Sora. Porém, a pegadinha é que existe um tempo de controle. Caso você não atinja seu objetivo a tempo, seu personagem irá dormir e você voltará a encontrar o outro.

Já o 0.2 BBS traz uma prévia do que veremos em KH3. O esquema de controle continua o clássico e traz algumas sutis novidades como, por exemplo, ao jogar magia de gelo, você pode criar um caminho que desliza nele. Existe também a opção estética de equipar seu personagem e trocar o padrão de cores de sua roupa (simples perfumaria). O que mais me impressionou, foi a beleza e as cenas muito bem feitas. Esse, certamente, é o jogo mais bonito feito para KH até hoje. Existem cenários impressionantes e muitos puzzles inteligentes a serem resolvidos. Particularmente gostei muito do puzzle espelhado/invertido, onde percorre uma sala cheia de pilastras e tem que ficar mudando dentre o andar normal e o de cabeça para baixo. Outro destaque vai para a luta dos chefões que estão épicas e, literalmente, gigantes.

Caso Kingdom Hearts 3 siga o que podemos ver em 0.2 BBS, certamente teremos cenários lindos e muito bem trabalhados com uma ótima iluminação, controles polidos e chefões e ambientes de cair o queixo.

KH28

Vale a pena então?

Diferentemente das análises que eu faço, em Kingdom Hearts HD 2.8 Final Chapter terei que concluir e pensar de um novo modo. Embora o Kingdom Hearts 0.2: Birth by Sleep – A Fragmentary Passage seja maravilhoso e incrível, ele contém somente 2 horas de jogo (3 caso tente explorar tudo) que é abaixo do aceitável para um jogo AAA. Já o Kingdom Hearts χ Back Cover é somente um filme em CG de 1 hora, que traz um ótimo conteúdo para os fãs, porém, não é um grande chamariz para um jogo completo.

Quem realmente carrega Kingdom Hearts HD 2.8 Final Chapter nas costas é o Kingdom Hearts HD Dream Drop Distance que é um jogo completo e lhe dará dezenas de horas de diversão e contribui diretamente para a história da franquia. Logo, sua decisão de compra deverá estar ligada a ele e deve entender que tanto o Kingdom Hearts 0.2: Birth by Sleep – A Fragmentary Passage como o Kingdom Hearts χ Back Cover seria uma ótima adição a ele.

notas

Publicado
Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *