Análise: Human Fall Flat é um bom jogo para rir com amigos no Nintendo Switch

Human Fall Flat foi recentemente lançado para Nintendo Switch depois de já um ano de sua versão original. Seguindo a onda dos jogos relativamente já antigos e conhecidos que estão sendo relançados no console da Nintendo, Human Fall Flat vem com a proposta de trazer boas risadas e situações inusitadas. Isso acontece principalmente por conta do seu gameplay um tanto quanto desajeitado e puzzles que farão com que o jogador tente arrancar seus cabelos. Veja nossa opinião sobre o jogo abaixo:

Já há um tempo, um gênero próprio de jogos com físicas bizarras foi criado. Principalmente por conta do surgimento da Steam e a consequente democratização dos jogos indies e caseiros, a quantidade de jogos propositalmente zoados explodiu na plataforma. Pessoalmente, aproveitei bastante essa onda com jogos engraçados, mas depois de um tempo, um certo estigma atrelou-se ao títulos do tipo, e eu passei a ficar com o pé com os mesmos. A quantidade de cópias baratas de sucessos nesse estilo foi tão grande que o gênero ficou simplesmente saturado de jogos que se travestiram de “propositalmente bizarros” quando na verdade eles realmente eram uma bela bosta.

human2

No caso de Human Fall Flat, fiquei receoso do que eu veria, mas assim que comecei a jogá-lo, fiquei um tanto quanto satisfeito. Nele, assumimos o papel de Bob, um boneco construtor completamente desajeitado que recorrentemente sonha que está caindo. Por meio de desafios em fases delimitadas, devemos quebrar a cabeça e resolver puzzles que variam desde escalar pedras, empurrar coisas, puxar objetos, ou tudo ao mesmo tempo. Não há muito o que explicar nesse ponto, o jogo é bastante simples, e seu charme consiste basicamente no humor proveniente do seu gameplay intencionalmente desastroso. Aliás, quem nunca riu com alguma situação absolutamente escrota e estapafúrdia em algum jogo, em que o personagem cai bizarramente, é arremessado, atropelado, etc, e você começa a rir desenfreadamente porque nada fez sentido? Human Fall Flat foi criado exatamente para que isso aconteça. Toda fase terá um momento suficiente ridículo, que trará muitas risadas ao jogador.

Human Fall Flat consiste de oito zonas, que trazem puzzles não muito desafiadores ao intelecto, mas que estão bastante atrelados às dificuldades do gameplay e da movimentação do jogador. O personagem anda como se estivesse embriagado, o que torna a tarefa de andar bastante engraçada. Basicamente, você cairá dezenas de vezes a cada tentativa de solucionar um puzzle e se divertirá bastante no processo. É possível controlar os braços de Bob usando os sticks dos Joy-Cons de acordo com o posicionamento da câmera. Através da sincronização desses elementos, é possível subir em plataformas, puxar objetos, ou se segurar em praticamente tudo nos mapas.

PREVIEW_SCREENSHOT4_146454

Naturalmente, Human Fall Flat é um jogo muito mais interessante de se jogar com amigos. Seguindo a proposta do Nintendo Switch, de fazer com que as pessoas não somente joguem on-the-go, mas também compartilhem Joy-Cons para jogar com as pessoas, era quase obrigatório que o jogo fosse lançado para a plataforma da empresa. É simplesmente hilário estar calmamente andando pelo mapa e ver seu amigo cair como um pedaço de bosta ao seu lado do nada. Quando não estamos tirando sarro da cara do nosso companheiro, estamos tentando subir pedras, paredes, objetos com sua ajuda. O humor pode ser um dos pontos principais de Human Fall Flat, mas a presença de uma outra pessoa traz uma nova dimensão de possibilidades. Aliás, tenho gostado bastante da proposta do Nintendo Switch de fazer com que as pessoas joguem mais próximas em detrimento do multiplayer online, e Human Fall Flat é uma boa adição nesse ponto.

Human Fall Flat

Com relação à arte do jogo, tenho minhas críticas. Dá para perceber que o intuito dos criadores do jogo era trazer um ar minimalista, mas tudo em todos os mapas parece simplesmente sem sal. Até os menus do jogo dão a impressão de que ele simplesmente não foi lapidado. Por fim, sua trilha sonora é totalmente aleatória. Não pude perceber um padrão consistente de músicas de acordo com o que se passava no jogo. Na verdade, esse quesito parece mais um shuffle de músicas que variam de pianos suaves a eletrônicos. Simplesmente não há nada demais na arte de Human Fall Flat.

a6e64af1d781dc9fd22356254de65cb0e37fd6f1

No geral, Human Fall Flat é um jogo divertido de se jogar com amigos. Não há muito desafio em seus puzzles, e jogar sozinho faz com que a rotina de cair/subir em lugares/carregar coisas se torne enfadonha. Faz sentido que o título tenha sido lançado para Nintendo Switch, visto a proposta da Nintendo de trazer as pessoas mais para perto. Se você gostaria de dar boas risadas resolvendo puzzles com amigos, eu diria para você comprar o título sem medo. Agora, se você tem costume de jogar sozinho, Human Fall Flat talvez não seja o seu jogo.

 notas

Publicado
Formado em Relações Internacionais, Bernardo aproveitou o dom de escrever para algo útil. Músico, viajante, cronista e amante de qualquer coisa que seja relacionada a jogos, seu sonho é ser jornalista na área. Tem um carinho especial por jogos que tragam o melhor de todas as formas de arte que os englobam.