E3 2018 Preview – Homem Aranha de PS4 é o jogo que o herói merece

Em alguns poucos meses, mais precisamente no dia 7 de Setembro, nós poderemos jogar com o amigão da vizinha, o querido Homem Aranha que será lançado exclusivamente para o PS4. Após a conferencia da Sony o jogo estava disponível para ser jogado. No ambiente externo, a Sony fez uma recriação muito legal da cidade de Nova York com prédios, táxi amarelo, estátuas humanas, cachorro quente e  muito mais. Isso já deixava as pessoas ambientadas na cidade onde o herói aracnídeo a protege.

Quando iniciei o jogo, a primeira coisa que fui testar foi a mobilidade do jogo. Antes de mais nada, nem preciso dizer como o jogo está bonito, como a cidade está viva e como a iluminação está sublime. É impressionante o trabalho da Insomniac Games para recriar o mundo do Homem Aranha. Agora voltando ao gameplay, está simplesmente muito legal se balançar pela cidade de Nova York com o herói. Não só ele fui muito bem com suas teias, mas como é possível manter a velocidade ao andar/correr nos prédios. Ou seja, a mobilidade é um ponto altíssimo do jogo.

Mas o Homem Aranha não somente se move pela cidade, mas como ele combate os inimigos. Aqui achei 3 coisas bem legais. Primeiro eu posso definir que o combate lembra sim um pouco a série Batman Arkham onde ele é bem feito e conta com um sentido para se esquivar dos inimigos. Não só você pode atacar de forma direta os inimigos, como é possível pegá-los de forma furtiva. Além disso, o Homem Aranha já é um conhecedor de seus poderes e de seus acessórios. Com isso, ele tem muitas formas legais de parar os inimigos com bombas de teia, minas de teia, poder colar os inimigos na parede e mais, além de combos aéreos e de outros tipos. Por fim, o cenário é completamente utilizável no meio da luta. É possível pegar itens no chão e dar uma marretada nos inimigos. Ou então é possível puxar um andaime para derrubar em cima dos inimigos. O combate do Homem Aranha é uma caixinha de surpresas e de possibilidades.

Confiram nosso preview de Days Gone

Mas o jogo não se resume a lançar teias e bater em inimigos, certo? Na verdade ele é um jogo de mundo aberto aonde será possível fazer muitos tipos de missões que irão te dar algum tipo de benefício/experiência. É possível impedir assaltos ao longo da cidade, desarmar bombas que estão a ponto de explodir, pegar colecionáveis, corrida contra o tempo e muitos outros tipos de missões secundárias que irão rechear o jogo.

spider man e3 2018 (12)

Por fim, nesta demo, era possível impedir o Shocker de assaltar um banco. Contra este chefão específico, era necessário misturar um pouco de tudo que aprendeu no início da demo. Com uma área limitada, cabia ao jogador se esquivar dos ataques de onda e contra atacar entre o tempo de recarga do Shocker. Não só isso, mas ao longo da luta era necessário interagir com diversos itens espalhados no ambiente para atingir o inimigo.

Eu gostei muito do que vi ao longo desta demo. Temos aqui um mundo cheio de coisas a serem feitas, um combate muito legal onde será possível evoluir seu estilo de luta, gráficos de cair o queixo e uma cidade viva que é digna de nosso herói aracnídeo. E como a cereja do bolo, pude notar que os desenvolvedores captaram a essência do Homem Aranha com suas piadas e comportamento zoeiro com as situações e inimigos.

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar