Já pensou em dar uma chance para Quake Champions? Crescimento do jogo anima quem é fã!

Mostrando pela primeira vez em sua conferência pré E3 em 2016, Quake Champions veio com o objetivo de atualizar o clássico jogo da Bethesda que até hoje tem seus campeonatos (um dos primeiros E-Sports) e até mesmo uma conferência inteira que leva seu nome, a QuakeCon!

Quake Champions foi um marco para a história da franquia mas foi abafado por uma série de lançamentos grandes de FPS (como BF1 e COD WWII) e, em minha humilde opinião, falhou no marketing e escolha de preço em seu primeiro acesso (R$ 69,99). Você pode conferir nossa visão desde o lançamento do early access clicando AQUI.

Mostrado novamente na E3 deste ano, a Bethesda prometeu mais conteúdo para o jogo e a oportunidade de adicionar o jogo de graça até o final de junho, pela Steam, à sua biblioteca pessoal. Com isso o jogo teve um crescimento de mais de 635.10% só de maio para junho! Desde então o jogo passou a terceira marcha e vem acelerando no número de jogadores. Para você ter uma ideia o número máximo de jogadores simultâneos em fevereiro foi de 756 jogadores enquanto no último mês passamos dos 17 mil !

Além disso seu preço passou dos iniciais R$69,99 para R$ 14,99 para aqueles que por algum motivo não conseguiram adicioná-lo durante seu período grátis… uma baita diminuída no preço.

Confiando e querendo o sucesso do jogo, eu me aventurei em partidas online neste último fim de semana e foi durante essa jogatina que me senti na obrigação de fazer uma propaganda completamente de graça e de fã para Quake Champions! O jogo é extremamente divertido, rápido e prazeroso. Explodir um inimigo no ar usando uma railgun ainda é uma das melhores sensações que existem entre todos os jogos de FPS. Durante o tempo que joguei tive a chance de achar partidas muito rapidamente, sem nenhum tipo de lag ou delay e com brasileiros com o nível parecido com o meu.

Além disso, adicionar heróis com habilidade específicas e alguns deles vindo de outros jogos da Bethesda, como Doom Guy e o protagonista de Wolfenstein, Blaskowicz com certeza são um belo tempero para o jogo!

E é com esse sentimento que eu venho convidar todos a darem uma chance a este jogo que, sem sombra de dúvidas, era o renascimento merecido para esta franquia clássica e tão amada, mas que ainda sofre com a aceitação dos jogadores depois de um lançamento conturbado e simplista… JOGUEM!

Quake-Champions-05.14.2017-17.06.42.03

Fonte para os dados: Steam Charts
Publicado
Gamer há tanto tempo que usa consoles como referência cronológica para lembranças de sua vida. Amante de Mega Man, Resident Evil e Warcraft. Se gaba por ter zerado Battletoads aos 9 anos mas abandonou Bloodborne com 26.