O primeiro dia de Battle for Azeroth

Desde o lançamento de Diablo 3, onde eu acordei as 5 horas da manhã para pegar conseguir jogar desde o primeiro minuto, e acabei frustrado por conta dos problemas, eu fico com um pé atrás com as estreias da Blizzard. No entanto, como cheguei em casa algumas horas após o lançamento oficial, tive alguns pequenos contratempos com a tela de loading e conexão do servidor, mas que foi resolvido em alguns minutos.

Alguns jogadores reclamaram de receber disconnect e problemas de latência, algo normal para estreia, visto que muitos jogadores retornam ao world of warcraft.  Sinceramente eu adoro o começo de expansão, principalmente por ver a casa cheia, e que mesmo tendo 14 anos de idade, World of warcraft continua com uma popularidade absurda.

Como todo nova expansão de world of warcraft, começamos a nossa saga pelo prólogo, que mostra a grande a batalha por Lordaeron, lar dos undeads. Nesta batalha, vemos todo o lado maligno da Sylvanas, que abandona toda honra em nome da vitória, e que mesmo utilizando tudo ao seu alcance não consegue impedir o avanço do exército da aliança.

Com a batalha perdida, nossa querida War Chief decide formar uma nova aliança com os Trolls de Zandalari para mudar o rumo da Guerra. Com isso somos enviados para libertar a princesa de Zandalari de Stormwind e rumar ao novo continente de Battle of Azeroth.

zandalazarasare

Minha primeira parada foi Zuldazar, capital do continente e refúgio dos Trolls de Zandalari, eu particularmente achei a região muito interessante, mas fiz apenas as quests iniciais de introdução ao novo continente e decidi rumar para o deserto de Voldun, onde acreditei que encontraria os aliados para o bom e velho pvp de início de expansão. Eu que nao tinha participado do beta, e nem lido sobre a expansão percebi que esse território e exclusivo da horda, logo acabei fazendo diversas quests com o bônus de 10% de exp de pvp ligado e consegui upar 2 níveis em aproximadamente 3 horas de jogo.

Como os conteúdos das expansões sao lancados progressivamente, eu decidi fazer as quests com calma, acompanhando a história de battle of azeroth, assim eu acabei não fazendo as novas dungeons nem os novos battle grounds. Portanto para falar desse conteúdo eu farei um post amanhã comentando o meu segundo dia de expansao.

Publicado
Sonhou um dia ser jogador profissional de e-sports. Tentou Team Fortress2, Dota2, Counter Strike, mas devido a falta de habilidade e a idade avançada, virou redator e animador de festa infantil.