Entendendo o louco mundo de Death Stranding

Baleias voando? Praias de Nudismo? Piche para todo o lado? Bebês conectados a humanos? Sim, bem vindos a um jogo de Hideo Kojima!

Desde que Death Stranding foi lançado, ninguém entendeu o que se passa em seu mundo. Isso certamente deixou todos com a pulga atrás da orelha e até dois trailers antes do lançamento do jogo, ninguém sabia do que se tratava o jogo. Mas agora sabemos e vou revelar o básico para vocês.

Esse texto não contará com spoilers! Somente com a informação básica para entender o que acontece nesse mundo.

Confiram também

Algumas décadas antes da data do jogo, houve uma misteriosa explosão no mundo. Essa explosão trouxe a tona as praias e as EP’s. O conceito da praia é bem simples, quando alguém morre, ela vai para sua praia. É como se fosse seu espaço pessoal pós morte. E as EP’s são as almas penadas que viajaram entre as praias e vieram ao mundo dos vivos. Simplesmente eles não pertencem aqui e devem ser evitados a todo custo.

Desde então todo mundo ficou estudando esses eventos o que levou ao projeto dos BB (os bebês que ficam presos nas pessoas). Esses BB’s (Bridges Baby – Bebê da Bridge) dão a habilidade para que a pessoa comum possa evitar as EP’s. Afinal, se uma EP pegar e matar um humano, haverá uma nova explosão, pois acaba ocorrendo um choque entre matéria e anti matéria. Isso acaba trazendo uma urgência para incinerar os corpos em um lugar específico para evitar esse tipo de problema.

Esse fato também trouxe outras coisas a nosso mundo, um são os repatriados, que é o caso de SAM. Um repatriado é quem não pode morrer e toda vez que ele vai a sua praia, ele volta quase que imediatamente. Como e por quê eles existem? Uma boa pergunta. A outra novidade foram as pessoas com DOOMS.

Algumas poucas pessoas tem um certo nível de DOOMS nos corpo. Isso dá a ele algum tipo de habilidade como de sentir as EP’s, como conseguir uma espécie de teletransporte, até conseguir controlá-las a seu bel prazer, que é o que acontece com o grande vilão Higgs.

Por fim, mais um fenômeno apareceu que é a chuva temporal. Como o próprio nome já diz, essa chuva influencia o tempo de tudo que ela toca, incluindo você e seus itens, assim como suas construções. Isso faz com que você tenha um controle redobrado durante suas entregas.

E espero que com essas informações vocês consigam compreender melhor o mundo de Death Stranding. O jogo pode ser comprado na PSN ou no varejo por R$ 249,00 e já foi confirmado que ele será lançado para PC em 2020.

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar