Análise: Full Throttle Remastered continua sendo um clássico atemporal

A década de 90 foi a época de ouro dos Adventure Games, também conhecidos como point and click (afinal zerei o jogo somente com o mouse). Após mais de 20 anos anos de Full Throttle ter sido lançado, ele volta com uma repaginada para os PC’s e o PS4 trazendo uma sólida história, gráficos pouco envelhecidos e o point & click de sempre.

I won’t put my lips on it

Esse certamente não será uma das minhas maiores análises, muito pelo contrário. Por se tratar somente de uma história de um pouco mais de 2 horas, há muito pouco a ser falado. Você é Ben, líder de uma gangue de motociclistas chamada Polecats. Logo nos primeiros minutos você se envolve com o dono da Corley Motors (fazendo uma alusão a Harley Davdison) e esse encontro levará grandes problemas a Ben e sua gangue.

O interessante é que a história é muito boa até hoje. Impulsionada por um fundo musical de rock muito bom, você se sentirá um verdadeiro motociclista durante sua aventura.

Parte 1 de nosso gameplay

O remaster em si

Como já mencionei acima, Full Throttle Remastered é um jogo no estilo point and click, ou seja, você deverá controlar todo o jogo com o mouse (tem uma parte que você usa as setas direcionais). Para conseguir se desenvolver ao longo do jogo, você deverá explorar cada diálogo presente e se lembrar de certos detalhes na hora certa. Não só isso, mas é necessário coletar e utilizar itens em momentos específicos. Isso tudo faz parte do processo de descoberta dessa história.

Para trazer essa jogabilidade “travada” para os dias de hoje, a equipe da Double Fine fez um ótimo trabalho em trazer um áudio melhorado e gráficos mais vivos, sem fazer perder a essência dos cenários. Também, existe a opção de você jogar com áudio e visual original caso seja um purista. E uma adição a essa versão, é que é possível jogá-la com comentários da equipe de desenvolvimento. Isso certamente levará uma segunda run aos mais apaixonados.

Parte 2 de nosso gameplay

Experimente essa aventura

Embora pouco possa ser falado para não estragar a história, posso afirmar que é muito bom rever esse clássico repaginado para os dias de hoje sem perder sua essência. Ele será diversão garantida para os amantes do jogo e é uma grande porta de entrada para os curiosos. Em especial por seu baixo preço de R$22 que está na Steam. O remaster em si é muito bem feito e a história dispensa comentários. Porém, é possível que a mecânica de somente clicar com o mouse não agrade alguns.

{{

game = [Full Throttle Remastered]

game = []

info = [Lançamento: 18/04/2017]

info = [Produtora: Lucas Arts]

info = [Distribuidora: Double Fine Productions]

plataformas = [PS4 e PC]

nota = [4/5]

decisão = [compra obrigatória]

texto = [Ele representa com perfeição]

texto = [a época de ouro dos adventure games]

positivo = [Narrativa incrível]

positivo = [Trilha sonora]

positivo = [Gráficos fieis e atualizados]

negativo = [Jogabilidade simplista]

}}

Mostrar mais

Leonardo Coimbra

Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.
Botão Voltar ao topo
Fechar