Análise: Weedcraft Inc e o barato da maconha

E mais uma vez vamos falar de um jogo da Devolver Digital, dessa vez será o ousado Weedcraft Inc que fala sobre a venda, distribuição e legalização da maconha. Nesse jogo estilo Tycoon você deverá construir seu negócio baseado na venda de maconha e optar entre a legalidade ou ilegalidade. Mas antes de iniciar o review, acho que vale muito a pena olhar a nota do desenvolvedor que está abaixo que mostra a dedicação que foi aplicada ao fazer o jogo e estudar o controverso estudo.

A Vile Monarch consultou vários especialistas da indústria de cannabis no desenvolvimento do título, incluindo cientistas genéticos, especialistas legais, empresários e influenciadores, a fim de refletir todas as complexidades atuais deste negócio com a melhor precisão possível. Quase nenhum desses consultores quis ser incluído ou creditado pelo nome no jogo devido a possíveis conflitos legais.
Como nós e a Devolver éramos novatos no gênero tycoon, consultamos diversos especialistas, incluindo um lendário desenvolvedor de jogos de tycoon, que nos informou desde o início que não queria que seu nome fosse associado publicamente, o que foi talvez nosso primeiro sinal real de controvérsia com a qual estávamos lidando. Para ser sincero, isso nos deixou ainda mais empolgados para trabalhar no que poderia ser o título mais controverso da Devolver, dado que eles estão acostumados com isso“, adicionou Kacper Kwiatkowski, diretor criativo e líder de desenvolvimento na Vile Monarch.
Este é um jogo que toma um olhar objetivo e educativo para uma questão muito real e socialmente relevante, e o fato de que tenha sido muito mais difícil de comercializar do que qualquer outro. isso diz muito sobre onde a indústria de games está com relação ao que está OK e o que não está OK em nosso meio de entretenimento. Devo mencionar que não há uso de drogas no jogo e que a idade média do público-alvo deste tipo de jogo para PC é 39 anos. O que é impressionante!“, completou Kacper.

A busca pela maconha perfeita

Algo que me impressionou em Weedcraft Inc é na quantidade de opções sobre como cultivar a maconha. Inicialmente você irá optar entre dois cenários. O primeiro será o cenário básico onde controlará dois irmãos que vão batalhar para ter seu negócio estabelecido. Já no segundo cenário, que seria o avançado, você irá controlar dois amigos de longa data onde um acabou de ser liberado da prisão por ter usado/vendido maconha no passado. O plot twist é que quando é libertado, o uso de maconha já está liberado.

Em ambos os casos o gameplay será idêntico, assim como os tipos de maconha a serem produzidas e mecânicas em geral. De início você deverá alugar um lugar e abrir um ponto para cultivo e um ponto para venda. Ao fazer isso, você deverá escolher a melhor luz, controlar a umidade e temperatura da estufa. Não somente isso, mas será necessário ver o nível de potássio, nitrogênio e ferro na terra de cada planta. Isso irá alterar a qualidade final do produto e quanto maior a qualidade, maior o preço de venda e a procura pelo seu produto.

Com o passar da jogatina, você irá ter cada vez mais opções de tipos de maconha para plantar e cada maconha irá ter seus efeitos específicos. Embora inicialmente não faça muita diferença, com o passar do jogo será possível produzir suas próprias maconhas e focar em efeitos pontuais. Você poderá tanto atender pedidos bem específicos como produzir um produto completamente novo para o mercado.

Claro, operar dezenas de lugares com plantações e pontos de venda sozinho será impossível, pois você tem que plantar, aguar e vender a maconha. Aí você deverá contratar funcionários que poderão focar na criação da maconha, venda da maconha ou então dar missões secundárias como um leve e inocente contrabando entre cidades ou então buscar alguma informação/podre sobre um colega do mercado ou até de um policial.

Legalidade ou ilegalidade?

Tendo a mecânica em mente, vamos para um outro ponto central do jogo, ficar na legalidade ou ilegalidade. Caso comece no primeiro cenário, você só poderá liberar a venda legal depois de jogar bastante. Já o segundo cenário começa com a opção de legalidade liberado desde o início.

Verdade seja dita, é um pouco mais caro ir na legalidade, mas é muito mais tranquilo ficar na legalidade, pois não terá a polícia atrás de você. Já na ilegalidade, será necessário construir negócios de fachada para não perder seu produto, ter seus funcionários presos e mais possíveis problemas.

E para resolver isso existe a possibilidade de coletar informações das pessoas. Isso pode ser feito da forma legal ou ilegal. Por exemplo, você pode bater papo com o policial, seus adversários de mercado ou então com seus próprios funcionários. Isso fará com que possa pedir coisas na amizade. Por outro lado, é possível encontrar um podre ou então até pedir para um funcionário seu descobrir um podre de alguém para que você possa chantageá-lo depois.

De forma resumida, caberá a você decidir se vai querer na margem da legalidade, ilegalidade ou até um meio termo, tudo visando os lucros e seu crescimento.

Oportunidade perdida

Sendo muito sincero, até aqui eu daria 10 para o jogo. Ele é um excelente jogo do estilo tycoon e muito viciante. Joguei por mais de 15 horas sem me cansar, porém, depois de jogar por todo esse tempo, eu vi que algo me incomodou e foi o que faltou para ser um jogo perfeito: Simplesmente não existe uma variação no mercado e/ou ameaças econômicas reais.

O jogo tem basicamente duas possíveis ameaças: a polícia (caso trabalhe na ilegalidade) e seus competidores que eventualmente irão te coagir/exigir dinheiro/roubar maconha. Porém, sabendo lidar com esses ataques, fica bem tranquilo evoluir no jogo (vale dizer que a evolução é lenta).

Pela maconha ser proibida em alguns lugares e ser um tema polêmico, faltou ter uma repercussão no mercado, como por exemplo, um jornal que de dicas e que possa direcionar sua estratégia. A outra oportunidade perdida, foi a falta de mudança da demanda do mercado. Os seus clientes padrões sempre vão querer as mesmas coisas. Eles não mudam os gostos nem são mudados de lugares, ou seja, você não tem uma motivação para desenvolver diversos tipos de maconha a não ser que seja para cumprir uma missão específica. Faltou tratar a maconha como um produto como outro qualquer, após a legalidade.

Conclusão

Independente de você ser contra ou a favor da maconha/cigarrinho do diabo/cannabis, Weedcraft Inc é um excelente jogo no estilo Tycoon. É viciante ficar horas e horas comandando e expandindo sua produção, sempre procurando fazer a melhor qualidade e evitando a polícia e seus rivais. Existe uma evolução constante no jogo e após dezenas de horas de gameplay, você ainda estará desbloqueando novos equipamentos e opções, assim como aumentará suas habilidades e influência no mercado de cannabis.

E embora ele peque na parte de ter poucos desafios, devido a não ter influência do mercado, o jogo se destaca muito pelos personagens e situações. Normalmente em um jogo no estilo Tycoon, você irá somente se preocupar em crescer seu negócio, mas em Weedcraft Inc você passará por situações diferentes, tomadas de decisão e mais.

notas

Publicado
Mestre supremo do Ultima Ficha, não manda nem em seus próprios posts. Embora digam que é geração PS2, é gamer desde o Atari e até hoje chora pedindo um Sonic clássico e decente. Descobriu em FF7 sua paixão por RPG que dura até hoje. Eventualmente é administrador e marketeiro quando o chefe puxa sua orelha com os prazos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *