[Hands-on] Demo de Pokémon Sword e Shield não impressionam na E3 2019

Jogamos por cerca de 10 à 15 minutos a demo disponível de Pokémon Sword e Shield na E3, no stand da Nintendo no showfloor. Devo confessar, o hype foi dizimado. Ainda tenho esperanças, pois a demo disponível não favorecia em nada a experiência de um Pokémon tradicional.

O conteúdo disponível era apenas um ginásio de uma das líderes de Pokémon Sword e Shield, com os tradicionais duelos antes do líder e alguns puzzles para andar pelo ginásio. A líder possuía Pokémon de água, uma espécie de Misty da nova geração. Os puzzles consistiam em barreiras de água que você precisava desativar e ativar para seguir. Nosso personagem já possuía diversos Pokémon no nível 50 com bons ataques, então não teve nenhum desafio em nenhuma das lutas pré-líder.

Ajude o ÚltimaFicha de forma gratuita, clique aqui e inscreva-se no nosso canal do Youtube

A batalha com a líder trouxe certa emoção. A cena de batalha era um sonho, arquibancada cheia de torcida, que vibrava a cada golpe, terreno, personagens e tudo em volta era 3D, parecido com o anime mesmo. A novidade da batalha fica para o Dynamax Mode, que transforma seu Pokémon em uma espécie de Godzilla gigante! E se o seu oponente ativa também, aí sim você se sentirá dentro de um filme do Godzilla, onde monstros colossais se enfrentam até a morte. Os danos, quando ativado o Dynamax, aumentam substancialmente, facilitando sua vida dependendo da situação.

Mas foi só isso, alguns puzzles, batalhas fáceis pré-líder de ginásio e uma batalha bem tranquila com a líder. Sword e Shiled parecem ter sido feitos em cima da engine de Pokémon Let’s Go. Existem evoluções, sim, mas para quem jogou Let’s Go o choque não será tão grande, como foi por exemplo de Ultra Sun para Let’s Go.

A evolução gráfica não parece ter sido acompanhada de polimento. Existem muitos e muitos pixels aparentes. Lembra das ultimas gerações de Pokémon para 3DS, onde passava-se a sensação que o console estava com muita dificuldade para rodar? É a mesma coisa aqui, pelo menos na demo.

Mas então, dito tudo isto, evolução nas batalhas, gráficos, cenários etc, por que não impressiona? Não foi possível sentir a experiência do RPG tradicional de Pokémon. Nos deram um time completo de bons Pokémon, gráficos de Pokémon Let’s Go e uma batalha fácil, sem poder explorar a cidade, cavernas, matinhos, nada. Foi uma má escolha de demo para experimentar um jogo tão esperado, afinal, será o primeiro Pokémon “raiz” da nova geração de consoles da Nintendo.

Pedro Nogueira

Formado em Administração e em GunZ: The Duel. Nogueira une estas duas formações para administrar de forma única suas skills em jogos de tiro, adquiridas em anos jogados fora jogando The Duel. Além da supremacia em jogos de tiro, Nogueira é fã de jogos com história bem trabalhada e tem no sangue as habilidades de Dominic Toretto para jogos de corrida.
Botão Voltar ao topo
Fechar